Prêmio – História

LOGO CRIADO POR EDUARDO FÉLIX SALUSTIANO

Criado em 2012 para celebrar o 10º aniversário do site de mesmo nome (também de autoria de Michel Fernandes), o Prêmio Aplauso Brasil de Teatro, conquistou os leitores do site e a classe artística. Prêmio e site estão  intimamente conectados desde a gênese do primeiro, vez que as três primeiras edições do Prêmio Aplauso Brasil de Teatro eram, das indicações aos votos finais   que elegiam os vencedores, a escolha era 100% por meio de votos populares. Seguindo algumas reivindicações da classe artística,   a coordenação do Prêmio decidiu integrar um  júri técnico que divide a escolha dos vencedores do troféu com o voto Popular, além disso o vencedor pelo voto popular recebe, ainda, uma placa comemorativa. Entretanto, indicações e votos populares continuam  a utilizar o site como plataforma.

Um projeto desenvolvido na cidade de São Paulo, Capital da Cultura, grande polo difusor das artes cênicas que atrai milhares de turistas de todo Brasil. O Aplauso Brasil, conquistou seu espaço na cultura brasileira. Por tratar-se de um veículo de suporte online, o público tem acesso ao conteúdo jornalístico e às etapas do Prêmio.

A cerimônia de premiação é uma noite de grandes encontros, uma celebração de amor às artes cênicas, onde reúne profissionais de teatro e o público.  Em cinco edições mais de 300 espetáculos já foram indicados ao Prêmio Aplauso Brasil de Teatro.  

O Prêmio Aplauso Brasil, contempla 18 categorias: Melhor Espetáculo de Grupo, Melhor Espetáculo de Produção Independente, Melhor Espetáculo Musical, Melhor Figurino, Melhor Iluminação, Melhor Arquitetura Cênica, Melhor Trilha Original, Melhor Dramaturgia, Melhor Diretor, Melhor Elenco, Melhor Ator Coadjuvante, Melhor Atriz Coadjuvante, Melhor Ator, Melhor Atriz, Destaque, Produção, Melhor Espetáculo Para o Público Infantil e Jovem e  Prêmio Especial (Duas personalidades com relevante trabalho nas artes cênicas).  Já foram agraciadas com o Prêmio Especial: Antunes Filho, Danilo Santos de Miranda, Edwin Luisi,  Elias Andreato, Etty Fraser, Expedito Araújo, Ivam Cabral, José Celso Martinez Corrêa, Laura Cardoso, Marcelo Romoff, Nathalia Timberg, Renato Borghi e Dona Ruth de Souza).