2º mOno_festival abre inscrição até 20 de abril e  e deve acontecer no segundo semestre

SÃO PAULO – Estão abertas até dia 20 de abril de 2020 as inscrições para a 2ª edição do mOno_festival, idealizado e produzido pelo coletivo teatral 28 Patas Furiosas e realizado por meio do Prêmio de Fomento ao Teatro da Cidade de São Paulo – 34ª Edição. A mostra é parte do projeto 28 Patas Furiosas_da instabilidade aos sonhos que inclui a exibição de três espetáculos da companhia e o início da pesquisa do próximo trabalho do grupo.

mOno_festival – festival de espetáculos solo em diferentes linguagens artísticas, programado para acontecer no segundo semestre deste ano, tem por objetivo apresentar seis solos em teatro, música, dança, performance e/ou obras com linguagens híbridas, selecionados por uma equipe curatorial composta por integrantes do 28 Patas Furiosas e pelas(os) artistas convidadas(os): Ave Terrena, Pedro Galiza e Veronica Santos.

Além dos espetáculos, a mostra contempla a realização de uma residência artística pelo período de um mês na sede do coletivo; ao final, este trabalho vai compor a grade de programação do evento. Os projetos candidatos nesta categoria deverão estar em processo de criação, seja na sua concepção inicial ou em progresso, desde que não tenham sido apresentados em seu formato final. Para o mini cabaré, os curadores vão selecionar sete números, de até 10 minutos cada, de linguagens variadas.

Curadoria – Representando o 28 Patas Furiosas, Isabel Wolfenson, Sofia Botelho e Valéria Rocha compõem a equipe curatorial juntamente com Ave Terrena, dramaturga, poeta, professora e escritora, Pedro Galiza, artista transmídia e Veronica Santos, bailarina e integrante da Corpórea Companhia de Corpos. As inscrições devem ser feitas pelo email curadoria.monofestival@gmail.com até 23h59m do dia 20 de abril e o resultado com os selecionados será publicado dia 1º de junho de 2020 no site e redes sociais do 28 Patas Furiosas (Instagram e Facebook).

2º mOno_festival é voltado a trabalhos de artistas residentes no Brasil, produzidos e/ou estreados entre os anos de 2013 e 2020, e pretende selecionar solos que reflitam o período de instabilidade na recente História brasileira. Interessa aos curadores/curadoras colocar foco na potência que vem da própria fragilidade do contexto cultural atual, da precariedade e da rusticidade, princípios seminais na pesquisa permanente do 28 Patas Furiosas. Importa ao grupo apresentar à sociedade um debate sobre as formas de produção atuais, assim como a ética/estética do período.

A 1ª edição do mOno_festival em 2018

Com o apoio do PROAC – FESTIVAIS, foi realizada em setembro de 2018 a primeira edição do mOno_festival. A partir da pergunta Qual o mínimo necessário para que uma ação artística aconteça?, foram apresentados 10 espetáculos solos (em dança, música, teatro e performance), um Mini-Cabaré, uma roda de conversa com as artistas e os artistas participantes, além de oferecidas ações formativas para a Escola Estadual Rui Bloem, localizada nos arredores do Espaço 28, parceira do grupo.

2º mOno_festival – CONVOCATÓRIA

DAS INSCRIÇÕES E RESULTADO: As inscrições deverão ser enviadas do dia 16 de março a 20 de abril de 2020, até 23h59, exclusivamente pelo email: curadoria.monofestival@gmail.com

DOS REQUISITOS: Este Edital é destinado a artistas (mais especificamente das linguagens de teatro, dança, performance ou música), podendo se inscrever produtoras, grupos e/ou artistas com comprovada atuação e/ou pesquisa continuada em todo território nacional.

PARA ACESSAR OS EDITAIS: bit.ly/monofestival

LOCAL DE REALIZAÇÃO: Espaço 28, sede do coletivo teatral 28 Patas Furiosas

Rua Doutor Bacelar, 1219, bairro da Vila Clementino, São Paulo, SP.

 

Kyra Piscitelli

Kyra Piscitelli é jornalista formada pela Universidade Metodista de São Paulo e fez pós-graduação em Globalização e Cultura pela Faculdade de Sociologia e Política de São Paulo (FESPSP). Escreve sobre teatro e arte desde de 2009. Integra os Juris da Associação Paulista de Críticos de Arte (APCA) e do Prêmio Aplauso Brasil. Ávida por conhecimento, se não está em viagem ou estudo, só há um lugar para achá-la: o teatro!