A Próxima Companhia abre inscrição para cessão de espaço para coletivos e iniciativas culturais em sua sede

SÃO PAULO – Uma das contempladas pela 32ª edição do Fomento ao Teatro da Cidade de São Paulo, A Próxima Companhia irá receber espetáculos ou atividades culturais de coletivos em sua sede, localizada no bairro de Campos Elísios. As inscrições estão abertas em uma plataforma virtual dentro do site da companhia (www.aproximacompanhia.com.br). A ação faz parte do seu projeto de Fomento, batizado de Tebas – A Cidade em Disputa.

Essa ação garante a continuidade da programação no espaço sede da companhia que vem recebendo temporadas, ensaios e atividades como: Cia. do Tijolo, Grupo Esparrama, Núcleo Macabéa, Legítima Defesa, Laboratório de Técnica Dramática, Cia. Sansacroma, Cia. Estudo de Cena, Grupo Pandora de Teatro, entre outros. As temporadas serão realizadas a preços populares, com garantia de meia entrada e ainda um valor promocional para os moradores do entorno da sede do grupo. Todo o valor da bilheteria será do espetáculo ou atividade cultural ocupante e o grupo não irá cobrar aluguel do espaço.

“A companhia, administrando um espaço cultural independente no centro de São Paulo, percebeu sua importância enquanto multiplicadora de ações na cidade, tendo recebido neste pouco mais de um ano, na nova sede, inúmeras requisições de pauta para apresentações, ensaios e eventos. Existe uma grande quantidade de coletivos artísticos na cidade de São Paulo que não tem sede fixa, ou um teatro para realizar suas atividades. Então, neste projeto, pretendemos utilizar esse espaço para suprir (um pouco) essa necessidade e este trânsito de atividades e produções nesta região e neste espaço”, explicam os integrantes do grupo.

Os interessados devem se inscrever por meio do formulário online aqui.

Sobre Tebas – A Cidade em Disputa

O projeto contemplado pela 32ª edição do Fomento ao Teatro da Cidade de São Paulo, Tebas – A Cidade em Disputa visa potencializar as ações e pesquisas teatrais que são desenvolvidas desde 2009 pelos artistas que hoje formam o núcleo artístico d’A Próxima Companhia. Estas ações serão realizadas tanto em sua sede-espaço independente, que tem por vocação promover circulação e intercâmbios potentes de coletivos, obras, seus modos de produção e criação – localizada nos Campos Elíseos, quanto por diferentes regiões da cidade. O impulso criativo para a concepção do projeto parte da obra Os Sete Contra Tebas, de Ésquilo, do território onde o grupo está sediado há dois anos, e das questões sobre as cidades e nossos pertencimentos nas disputas que se apresentam em nosso tempo. O projeto envolve a circulação e temporada de dois espetáculos do repertório do grupo – Enquanto Chão e Os Tr3s Porcos, sete intervenções em espaços públicos e a montagem do novo espetáculo a partir da obra de Ésquilo em relação com a cidade, além de ações de aprimoramento artístico, laboratórios de compartilhamento de pesquisas do grupo, atividades formativas e ainda potencialização das atividades desenvolvidas e recebidas na sede do grupo, firmando mais este espaço na região.

Site: http://www.aproximacompanhia.com.br/

Facebook: https://www.facebook.com/aproximacompanhia

Instagram: https://www.instagram.com/aproximacompanhia/

Kyra Piscitelli

Kyra Piscitelli é jornalista formada pela Universidade Metodista de São Paulo e fez pós-graduação em Globalização e Cultura pela Faculdade de Sociologia e Política de São Paulo (FESPSP). Escreve sobre teatro e arte desde de 2009. Integra os Juris da Associação Paulista de Críticos de Arte (APCA) e do Prêmio Aplauso Brasil. Ávida por conhecimento, se não está em viagem ou estudo, só há um lugar para achá-la: o teatro!

No Comments Yet

Leave a Reply

Seu email não será publicado