A Próxima Companhia faz intervenção no bairro de Higienópolis

SÃO PAULO – Desde o começo do ano, A Próxima Companhia vem realizando intervenções pelo centro de São Paulo como parte do processo de criação para o seu novo espetáculo, inserido no projeto Tebas – A Cidade em Disputa, contemplado pela 32ª edição do Fomento ao Teatro da Cidade de São Paulo. Nos próximos dias 7 e 8 de agosto, às 15 horas, os atores da companhia (Caio Marinho, Caio Franzolin, Gabriel Küster, Juliana Oliveira e Paula Praia), ganham o reforço das atrizes Rafaela Carneiro e Rebeka Teixeira na intervenção Teba$ da Riqueza, que tem direção de Cláudia Schapira. 
Depois de passar por lugares como Largo do Arouche, Cracolândia, Boca do Lixo, Santa Ifigênia e Parque da Luz, o grupo chega ao nobre bairro de Higienópolis. Sexto portal dos sete propostos pelo grupo para explorar o tema da disputa de território e apagamento cultural na região central da capital paulista com base na obra Os Sete Contra Tebas, de Ésquilo.
O bairro já possui uma série de episódios que mostram bem seu perfil que exalta a diferença entre classes sociais,  com um forte viés higienista. Um deles foi a discussão sobre a construção do metrô na região, que fez o termo “gente diferenciada”ser alçado ao patamar de meme depois de ganhar manchetes. Essa característica, o episódio e temas correlatos são lembrados ao longo da caminhada que segue o modelo de tour que são feitas em lugares turísticos da cidade.
Em cada uma das paradas – que começam no Metrô Marechal e seguem até o casarão onde morou uma das figuras históricas do bairro, Dona Veridiana – personagens comuns da região aparecem e mostram ao público um pouco do que está atrás dos prédios antigos, ocupados por famílias quatrocentonas que fazem questão de manter viva a fissura social que existe no país. Tudo é feito por meio de uma encenação repleta de ironia, uma das características que está sempre presente no trabalho d’A Próxima.
Sobre Tebas – A Cidade em Disputa
O projeto contemplado pela 32ª edição do Fomento ao Teatro da Cidade de São Paulo, Tebas – A Cidade em Disputa visa potencializar as ações e pesquisas teatrais que são desenvolvidas desde 2009 pelos cinco artistas que formam o núcleo artístico d’A Próxima Companhia. Estas ações serão realizadas tanto em sua sede-espaço independente, que tem por vocação promover circulação e intercâmbios potentes de coletivos, obras, seus modos de produção e criação – localizada nos Campos Elíseos, quanto por diferentes regiões da cidade. O impulso criativo para a concepção do projeto parte da obra Os Sete Contra Tebas de Ésquilo, do território onde o grupo está sediado há quase dois anos, e das questões sobre as cidades e nossos pertencimentos nas disputas que se apresentam em nosso tempo. O projeto envolve a circulação e temporada de dois espetáculos do repertório do grupo – Enquanto Chão e Os Tr3s Porcos, sete intervenções em espaços públicos e a montagem do novo espetáculo a partir da obra de Ésquilo em relação com a cidade, além de ações de aprimoramento artístico, laboratórios de compartilhamento de pesquisas do grupo, atividades formativas e ainda potencialização das atividades desenvolvidas e recebidas na sede do grupo, firmando mais este espaço na região.
Para roteiro
TEBA$ DA RIQUEZA – Dias  7 e 8 de agosto, com saída às 15 horas no Metrô Marechal (Albuquerque de Lins) . Grátis (não é necessário retirar ingressos). Duração – 120 minutos. Direção – Cláudia Schapira. Elenco – Caio Marinho, Caio Franzolin, Gabriel Küster, Paula Praia, Juliana Oliveira, Rafaela Carneiro, Rebeka Teixeira. Direção Musical – Laruama Alves. Cenografia – Julio Dojscar. Figurino – Magê Blanques. Produção – Catarina Milani. Assistente de produção – Lucas França. Contrarregra – Amanda Chaptiska.
Kyra Piscitelli

Kyra Piscitelli é jornalista formada pela Universidade Metodista de São Paulo e fez pós-graduação em Globalização e Cultura pela Faculdade de Sociologia e Política de São Paulo (FESPSP). Escreve sobre teatro e arte desde de 2009. Integra os Juris da Associação Paulista de Críticos de Arte (APCA) e do Prêmio Aplauso Brasil. Ávida por conhecimento, se não está em viagem ou estudo, só há um lugar para achá-la: o teatro!

No Comments Yet

Leave a Reply

Seu email não será publicado

*