Abertura do FIT 2010 celebra a arte do palco

Michel Fernandes*, do Aplauso Brasil (michel@aplausobrasil.com)

Simone Mazzer em "Antes"

Mais de cinco mil pessoas estiveram ontem no auditório da represa municipal – que fica ao ar livre – para assistir Antes, da Armazém Cia. de Teatro, espetáculo produzido exclusivamente para a edição 2010 do FIT – Festival Internacional de São José do Rio Preto. Poético, sem negar a cruel realidade contemporânea, o espetáculo juntou uma multidão para celebrar a arte do palco.

Escrito por Maurício Arruda de Mendonça e Paulo Moraes (que também assina a direção),  Antes trata de um inusitado encontro entre pessoas em fuga das águas que caem em determinada cidade (claro que somos levados a associar o fato aos danos sofridos pelos cariocas – a trupe tem sede no Rio de Janeiro – com as torrenciais chuvas que os atacaram sem dó) e os fantasmas que habitam o velho teatro abandonado, cenário do encontro.

No enredo estão desde discussões sobre a relação entre o homem e a mulher, o uso desvirtuado das palavras (o monólogo em que Patricia Selonk fala que a publicidade estuprou as palavras e de como  o discurso dos políticos é a antítese do que realmente fazem é impagável), auto-avaliações sobre o fazer artístico, vida e morte, entre outros, utilizando recursos cênico-visuais surpreendentes como as diversas dimenções utilizadas para tratar de assuntos corriqueiros – em uma cena, por exemplo, os atores sobem pelas paredes alcançando o topo do cenário, como se fosse uma representação imagética de que a relação chegou a seu estopim;  noutra, Simone Mazzer canta lindamente etc.  

Assim, Antes se adequou plenamente ao conceito do festival,  A Conquista da Singularidade.

*Michel Fernandes viajou a convite do FIT – Festival Internacional de Teatro de São José do Rio Preto

Michel Fernandes

Michel Fernandes, graduado em Jornalismo e pós graduado em Direção Teatral., escreveu de 2000 a 2012 críticas de teatro e reportagens para o iG. Em 2002 criou o Aplauso Brasil - www.aplausobrasil.com.br -, site voltado à noticias, resenhas e críticas teatrais, até hoje no ar. Integrante da APCA desde 2004, Michel Fernandes já esteve nas comissões do Prêmio Miriam Muniz, ProAC, Programa de Fomento ao Teatro de São Paulo, emtre outros Em 2012 criou o Prêmio Aplauso Brasil de Teatro. Em 2014 realiza Residência do Aplauso Brasil na SP Escola de Teatro. Em 2015 é crítico convidado da MITsp (Mostra Internacional de Teatro de São Paulo). Em 2016 é membro de comissão julgadora do Proac. Em 2017 faz parte do Conselho Consultivo do CCSP.

1 comentário

Leave a Reply

Seu email não será publicado

*