Antônio Fagundes e filho inauguram novo teatro em SP

Michel Fernandes, do Aplauso Brasil (Michel@aplausobrasil.com)

Antônio e Bruno Fagundes contracenam em "Vermelho"

SÃO PAULO – Sob a direção de Jorge Takla (que o dirigiu no excelente Últimas Luas), Antônio Fagundes está de volta aos palcos da capital paulista em Vermelho (Red), de John Logan (traduzido pela atriz Rachel Ripani), em 29 de março. Ao lado do filho, Bruno Fagundes, o ator inaugura com o espetáculo o Teatro GEO, dentro do Instituto Tomie Ohtake.

A peça se passa no atelier do pintor russo, naturalizado norte-americano, Mark Rothko (Antônio Fagundes), que ficou conhecido por sua obra expressionista e abstrata, no final dos anos 1950, em Nova York, no momento em que cria uma nova obra: os murais para o restaurante Four Seasons na Park Avenue. O ator Bruno Fagundes (filho de Antônio) interpreta o jovem assistente do pintor.

Obra de Matisse influenciou o pintor Mark Rothko

Premiadíssima na Broadway (seis Tonys na temporada 2010), Vermelho, cujos figurinos são de Fábio Namatame, é uma co-produção de Antônio Fagundes e Jorge Takla que assina, ainda, a cenografia.

A estréia está prevista para 29 de março na inauguração do Teatro GEO (na Avenida Faria Lima, 201, entrada pela Rua Coropés, no prédio do Instituto Tomie Ohtake).

Michel Fernandes

Michel Fernandes, graduado em Jornalismo e pós graduado em Direção Teatral., escreveu de 2000 a 2012 críticas de teatro e reportagens para o iG. Em 2002 criou o Aplauso Brasil - www.aplausobrasil.com.br -, site voltado à noticias, resenhas e críticas teatrais, até hoje no ar. Integrante da APCA desde 2004, Michel Fernandes já esteve nas comissões do Prêmio Miriam Muniz, ProAC, Programa de Fomento ao Teatro de São Paulo, emtre outros Em 2012 criou o Prêmio Aplauso Brasil de Teatro. Em 2014 realiza Residência do Aplauso Brasil na SP Escola de Teatro. Em 2015 é crítico convidado da MITsp (Mostra Internacional de Teatro de São Paulo). Em 2016 é membro de comissão julgadora do Proac. Em 2017 faz parte do Conselho Consultivo do CCSP.

No Comments Yet

Leave a Reply

Seu email não será publicado

*