Antunes Filho dirige Toda Nudez Será Castigada

Nanda Rovere, especial para o Aplauso Brasil (nanda@aplausobrasil.com)

Antunes Filho apresenta "Toda Nudez Será Castigada"

SÃO PAULO – O diretor Antunes Filho, um dos nomes mais importantes do teatro brasileiro, estreia Toda Nudez Será Castigada, em comemoração aos 30 anos do Centro de Pesquisa Teatral do SESC Consolação (CPT) e ao centenário do nascimento de Nelson Rodrigues. No elenco, estão os atores do CPT, criado pelo SESC para abrigar as pesquisas e encenações do Grupo de Teatro Macunaíma, comandado por Antunes Filho. A estreia é sexta-feira (5), às 21h.

Antunes Filho apresenta "Toda Nudez Será Castigada"

O texto, que já ganhou várias versões teatrais e já foi montado por Antunes Filho nos anos 1980, obteve fama nacional com a estreia do filme homônimo, dirigido por Arnaldo Jabor, em 1973, e estrelado por Darlene Glória.

Antunes Filho já encenou diversas peças do dramaturgo, que viraram montagens antológicas do teatro brasileiro, como Nelson Rodrigues, O Eterno Retorno (1981), Nelson 2 Rodrigues (1984), projeto do qual fazia parte a apresentação de Toda Nudez Será Castigada; Paraíso, Zona Norte (1989) e A Falecida VaptVupt (2009).

Antunes Filho apresenta "Toda Nudez Será Castigada"
Nesta nova montagem de Toda Nudez Será Castigada, o diretor busca apresentar a essência poética de Nelson Rodrigues, sem o uso de aparatos cenográficos e com o foco nos gestos e nas falas dos atores.

A interpretação é baseada nométodo desenvolvido por Antunes no decorrer de sua trajetória no CPT, o qual se baseia em estudos teóricos e exercícios físicos e vocais para que o ator tenha uma atuação orgânica em cena.

A peça apresenta a história de uma prostituta, Geni(Ondina Clais Castilho), por quem o conservador e rico Herculano se apaixona. De uma família tradicional, ele perde a mulher e jura ao seu filho que nunca mais se casará.

Antunes Filho apresenta "Toda Nudez Será Castigada"

Ao conhecer Geni, no entanto, fica enlouquecido de paixão e se casa com ela. Para tentar acabar com o casamento de seu pai, Serginho se envolve com a madrasta, formando assim um triângulo amoroso.

O público conhece a história através da narração de Geni, que já está morta, mas deixou uma gravação com detalhes de sua vida.

O drama vivido por Geni evoca os desejos e as angústias do ser humano, o medo e a fantasia presente em cada um de nós. Geni quer se redimir da prostituição e, para tanto, acredita, fervorosamente, que a morte será a sua salvação.

Ficha técnica:

De Nelson Rodrigues

Adaptação e Direção

Antunes Filho

Elenco (por ordem de entrada):

Marcos de Andrade (Patrício)

Ruberval Gonçalves (Dançarino)

Natália Kwast(Menino/Jovem Prostituta)

Leonardo Ventura (Herculano)

Aline Guimarães (Jovem Prostituta)

Mariana Leme (Tia n°1)

Fernando Aveiro (Tia n°2)

Naiene Sanchez (Tia n°3)

Daphne Bozaski(Jovem Prostituta)

Mayara Luni(Jovem Prostituta)

Ondina Clais Castilho (Geni)

Lucas Rodrigues (Serginho)

Felipe Hofstatter(Padre Nicolau/ Mordomo)

Diretor de Palco Felipe Hofstatter

Assistência de Direção Nara Chaib Mendes

Figurinos e Adereços Rosângela Ribeiro

Costureira Noeme Costa

Iluminação Edson FM e Ana Catarina Romitelli

Assistência de Iluminação Fábio Albino e Marcio Martins

Sonoplastia Ulisses Cohn e Antunes Filho

Operação de Som Anderson Franco

Assistência de Som Lenon de Almeida

Preparação de Corpo e Voz Antunes Filho

Produção Executiva Emerson Danesi

Assessoria de Imprensa Ofício das Letras – Adriana Monteiro

Fotos Emídio Luisi

Secretaria do CPT Ligia Alves de Lima

Agradecimentos Sebastião Milaré, Moisés Neto, Klaus Kuhn

Serviço:

Toda Nudez Será Castigada

SESC Consolação

Rua Dr. Vila Nova, nº 245

Estreia Dia 05 de outubro, sexta-feira, às 21h.

Temporada de 05/10 a 16/12.

Sextas e sábados, às 21h. Domingos, às 18h. Exceto dias 07 e 28/10

Não recomendado para menores de 16 anos

Preços – R$ R$ 32,00 [inteira]; R$ R$ 16,00 [usuário inscrito no SESC e dependentes, +60 anos, professores da rede pública de ensino e estudantes com comprovante] e R$ R$ 8,00 [trabalhador no comércio de bens, serviços e turismo matriculado no SESC e dependentes]

Duração – 60 minutos

Capacidade – 328 lugares

Michel Fernandes

Michel Fernandes, graduado em Jornalismo e pós graduado em Direção Teatral., escreveu de 2000 a 2012 críticas de teatro e reportagens para o iG. Em 2002 criou o Aplauso Brasil - www.aplausobrasil.com.br -, site voltado à noticias, resenhas e críticas teatrais, até hoje no ar. Integrante da APCA desde 2004, Michel Fernandes já esteve nas comissões do Prêmio Miriam Muniz, ProAC, Programa de Fomento ao Teatro de São Paulo, emtre outros Em 2012 criou o Prêmio Aplauso Brasil de Teatro. Em 2014 realiza Residência do Aplauso Brasil na SP Escola de Teatro. Em 2015 é crítico convidado da MITsp (Mostra Internacional de Teatro de São Paulo). Em 2016 é membro de comissão julgadora do Proac. Em 2017 faz parte do Conselho Consultivo do CCSP.

No Comments Yet

Leave a Reply

Seu email não será publicado

*