Artigo: Espetáculo de Dinah Perry une dança, teatro, música e poesia

Maurício Mellone, para o www.favodomellone.com.br – parceiro do Aplauso Brasil

"Noturno"
“Noturno”

Noturno faz suas últimas apresentações no Teatro Augusta da performance de Ana Carolina Barreto e Marina Mancini Lima, num espetáculo de teatro coreográfico, com poemas de Fernando Pessoa e música de Frederic Chopin

SÃO PAULO – Em cartaz somente até domingo (10) na sala experimental do Teatro Augusta, Noturno,  que Dinah Perry, responsável pela direção, concepção e coreografia, define como espetáculo coreográfico. Tendo em cena somente duas bailarinas atrizes — Ana Carolina Barreto e Marina Mancini Lima —, a performance une dança contemporânea e teatro e trata de questões que afetam o homem desde sempre: o amor, ou a falta dele, e a sua consequência, a solidão. Para tanto, Dinah sedimentou seu espetáculo em dois clássicos da cultura universal: a poesia de Fernando Pessoa e a música de Frederic Chopin.

"Noturno"
“Noturno”

“Num tempo em que atitudes pessoais e sociais ainda são rotuladas e preconceituosas, o espaço lírico de cada um fica sufocado. É isto que a dança busca potencializar dentro do universo de cada poema de Pessoa”, explica a diretora Dinah Perry.

Ao descer as escadas para a sala  de espetáculos, o público já se depara com as duas atrizes/bailarinas devidamente posicionadas. Elas iniciam a coreografia, sempre com movimentos repetitivos, e só depois introduzem as falas, que são trechos de poemas do português Fernando Pessoa.

…“De tanto ser/
só tenho alma.

A repetição da coreografia é enfatizada com a chegada da palavra: cada atriz fala o poema à sua maneira, com um tom e eloquência próprios, o que abre o leque de interpretação para a mesma poesia e os mesmos movimentos coreográficos.

…“Sou vil, sou reles, como toda a gente/
Não tenho ideais, mas não os tem ninguém./
Quem diz que os tem é como eu, mas mente./
Quem diz que busca é porque não os tem.”

 

"Noturno"
“Noturno”

Espetáculo sensível e vigoroso, com forte interação das atrizes bailarinas. Dinah Perry nem bem encerra a temporada de Noturno e já anuncia nova produção, Divas, que deve estrear no próximo dia 15, em curta temporada, só um mês, no próprio Teatro Augusta. Confira!

Roteiro:

Noturno. Concepção e coreografia: Dinah Perry.Textos: Fernando Pessoa. Elenco: Ana Carolina Barreto e Marina Mancini. Preparação física: Luana Miessa. Arte gráfica: Patrícia Alessandri. Fotografia: Arnaldo J.G. Torres. Realização e produção: Cia. Artista do Corpo.

 

Serviço:

Teatro Augusta- Sala Experimental (50 lugares), Rua Augusta, 943, tel: (11) 3151- 4141. Horários: sextas às 21h30, sábados às 21 h e domingos às 19 h. Ingressos: R$ 40,00 (meia: R$ 20,00). Bilheteria: 4ª a 5ª (14h às 21h), 6ª (14h às 21h30), sáb. (15h às 21h) e dom. (15h às 19h). Duração: 50 min. Classificação: 12 anos.
Ingressos antecipados: www.ingressorapido.com.br (tel 4003-1212). Ar condicionado. Estacionamento conveniado.Temporada: até 10 de novembro.

 

Michel Fernandes

Michel Fernandes, graduado em Jornalismo e pós graduado em Direção Teatral., escreveu de 2000 a 2012 críticas de teatro e reportagens para o iG. Em 2002 criou o Aplauso Brasil - www.aplausobrasil.com.br -, site voltado à noticias, resenhas e críticas teatrais, até hoje no ar. Integrante da APCA desde 2004, Michel Fernandes já esteve nas comissões do Prêmio Miriam Muniz, ProAC, Programa de Fomento ao Teatro de São Paulo, emtre outros Em 2012 criou o Prêmio Aplauso Brasil de Teatro. Em 2014 realiza Residência do Aplauso Brasil na SP Escola de Teatro. Em 2015 é crítico convidado da MITsp (Mostra Internacional de Teatro de São Paulo). Em 2016 é membro de comissão julgadora do Proac. Em 2017 faz parte do Conselho Consultivo do CCSP.