As Três Velhas de volta a São Paulo

Luís Francisco Wasilewski, especial para o Aplauso Brasil (lfw@aplausobrasil.com)

Luciano Chirolli ganho merecido Prêmio Shell pelo trabalho

Tudo começou há três anos, quando Maria Alice Vergueiro e Luciano Chirolli decidiram retomar uma antiga parceria e fundaram a companhia Teatro Pândega. Em 2010, pisaram juntos nos palcos paulistanos, ao lado de Pascoal da Conceição, e trouxeram pela primeira vez ao Brasil o original de As Três Velhas, do chileno Alejandro Jodorowsky. O resultado não poderia ter dado mais certo. As Três Velhas foi um dos melhores espetáculos de 2010 e deu a Luciano um merecido Prêmio Shell de Melhor Ator.

Após turnê em quatro cidades brasileiras, o Teatro Pândega presenteia o público de SP, cidade de origem do grupo, com o retorno de As Três Velhas. Desta vez, o teatro escolhido foi o intimista espaço do Galpão do Folias. A nova temporada traz o premiado na categoria de ator, pela APCA 2010, Danilo Grangheia, no papel da personagem Graça (substituindo Pachoal), mais Luciano Chirolli (Melissa) e a diva, Maria Alice  Vegueiro, no papel de Garga.A peça mostra duas marquesas decadentes, octogenárias, Melissa (Luciano Chirolli) e Graça (Danilo Grangheia), que vivem em uma mansão em ruínas, devastadas pela fome e pelo abandono, sempre vigiadas pela centenária criada Garga (Maria Alice Vergueiro). Como numa fábula, uma única noite de assombrosas revelações familiares transformará para sempre a história dessas estranhas figuras. Riso e tragédia se misturam em um gênero inesperado, batizado pelo próprio autor, Alejandro Jodorowsky, de melodrama grotesco.

Maria Alice Vergueiro

O Teatro Pândega, companhia fundada há três anos por Maria Alice Vergueiro, Fábio Furtado e Luciano Chirolli, foi o primeiro grupo a encenar As Três Velhas.

“Até hoje só a Bélgica fez uma montagem desse texto, utilizando marionetes. O que estamos realizando é inédito mundialmente”.  – afirma Maria Alice Vergueiro.

Para quem ainda não viu, é mais uma chance de assistir a este grande espetáculo.

Ficha Técnica:

Realização e Produção: Luciano Chirolli Produções Artísticas

Texto: Alejandro Jodorowsky

Idealização: Teatro Pândega

Direção: Maria Alice Vergueiro

Elenco: Maria Alice Vergueiro, Luciano Chirolli, Danilo Grangheia e Marco Luz

Tradução: Fábio Furtado

Assistência de Direção: Carolina Splendore, Aila Rodrigues e Viviane Palandi

Direção de Produção e Administração: Marcio Gallacci

Produção Executiva: Elisete Jeremias

Assistente de Produção e Direção de Palco: Tiago Miranda

Direção de Arte: Simone Mina e Carol Bertier

Desenho de Luz: Alessandra Domingues

Programação Visual: Simone Mina e Carolina Bertier

Design Gráfico: Natália Zapella

Fotógrafo: Fábio Furtado

Desenhos: Ricardo Reis

Trilha Sonora Original: Otavio Ortega

SERVIÇO:

As Três Velhas, de Alejandro Jodorowsky

Com Maria Alice Vergueiro, Luciano Chirolli e Danilo Grangheia

Direção: Maria Alice Vergueiro

Período: de 29 de julho a 11 de setembro

Duração: 60min

Local: Galpão do Folias

Horários e Dias: sempre de Quinta a Sábado às 21h30min

Domingo às 19h

Valores dos Ingressos: Quintas e Sextas – R$ 30,00 e R$ 15,00

Sábados e Domingos – R$ 40,00 e R$ 20,00

Endereço: Rua Ana Cintra, 213

Número de lugares: 99

Classificação indicativa: 18 anos

Informações: (11) 3361-2223

Site do Galpão do Folias: www.galpaodofolias.com.br

Possui acesso e facilidades para portadores de necessidades especiais

Café

Estacionamento ao lado.

Somente dinheiro ou cheque.

Michel Fernandes

Michel Fernandes, graduado em Jornalismo e pós graduado em Direção Teatral., escreveu de 2000 a 2012 críticas de teatro e reportagens para o iG. Em 2002 criou o Aplauso Brasil - www.aplausobrasil.com.br -, site voltado à noticias, resenhas e críticas teatrais, até hoje no ar. Integrante da APCA desde 2004, Michel Fernandes já esteve nas comissões do Prêmio Miriam Muniz, ProAC, Programa de Fomento ao Teatro de São Paulo, emtre outros Em 2012 criou o Prêmio Aplauso Brasil de Teatro. Em 2014 realiza Residência do Aplauso Brasil na SP Escola de Teatro. Em 2015 é crítico convidado da MITsp (Mostra Internacional de Teatro de São Paulo). Em 2016 é membro de comissão julgadora do Proac. Em 2017 faz parte do Conselho Consultivo do CCSP.

No Comments Yet

Leave a Reply

Seu email não será publicado

*