ATOR EDUARDO MOSCOVIS SE DESPEDE DE “UM BONDE CHAMADO DESEJO” NO FESTIVAL DE CURITIBA

Kyra Piscitelli, do Aplauso Brasil (kyra@aplausobrasil.com)

Ator Eduardo Moscovis se despediu da montagem em grande estilo, no Festival de Teaqtro de Curitiba. Foto: festival de Curitiba/Humberto
Ator Eduardo Moscovis se despediu da montagem em grande estilo, no Festival de Teatro de Curitiba. Foto: festival de Curitiba/Humberto Araujo

CURITIBA – Não tinha cenário melhor para o ator Eduardo Moscovis se despedir da premiada montagem Um Bonde Chamado Desejo, que segue em cartaz em São Paulo depois de duas apresentações (29 e 30 de março), no Festival de Teatro de Curitiba. O espetáculo foi o primeiro entre os 35 da mostra oficial do Festival a ter os ingressos esgotados.  

O diretor Rafael Gomes falou com modéstia ao Aplauso Brasil sobre o sucesso em Curitiba: “eu acho que o fato de a nossa peça ter esgotado tão rapidamente tem a ver com o número reduzido de ingressos disponíveis, em relação aos demais espetáculos que se apresentam em teatros com centenas de lugares”.

Mas claro que Gomes, premiado com o Shell São Paulo de melhor diretor pelo espetáculo, não esconde a alegria e a honra que o sucesso de Um Bonde Chamado Desejo representa: “São de fato tantas opções e tantos espetáculos ótimos, de colegas que admiramos, que é uma sensação boa de dever cumprido saber que as pessoas estão ávidas para ver o Bonde”.

Maria Luisa Mendonça ganhadora de dois prêmios pela atuação em "Um Bonde Chamado Desejo". Foto: Festival de Curitiba/ lalalal
Maria Luisa Mendonça ganhadora de dois prêmios pela atuação em “Um Bonde Chamado Desejo”. Foto: Festival de Curitiba/ Humberto Araujo

Na trama de Tennessee Williams, a sonhadora e atormentada Blanche DuBois muda-se para a casa da irmã, Stella, em New Orleans, e entra em embate violento com a brutalidade do cunhado, Stanley. Nessa montagem, os protagonistas, já encenados por Marlon Brando e Jessica Tandy na Broadway em 1947, são interpretados por Du Moscovis e Maria Luisa Mendonça, vencedora do prêmio APCA e Shell pelo papel de Blanche.

Com a impossibilidade do ator Eduardo Moscovis continuar em Um bonde Chamado Desejo, por compromissos anteriormente assumidos, o ator Juliano Cazarré será Stanley Kowalski, a partir de primeiro de abril – dois dias depois da peça se apresentar em Curitiba.

Todo esse cenário faz Curitiba marcar, em certa medida, um recomeço e a continuidade de Um Bonde Chamado Desejo, sucesso de público e crítica.

Além do prêmio APCA e Shell de melhor atriz, Um Bonde Chamado Desejo abocanhou mais dois shells:  melhor direção e cenário.

Veja algumas fotos de Humberto Araujo na primeira apresentação em Curitiba:

Um Bonde Chamado Desejo de volta a São Paulo
O espetáculo volta para o teatro onde nasceu, em 2015: o Tuca Arena. As sessões serão de sexta a domingo e os ingressos custam R$50 para sextas-feiras e R$70 aos sábados e domingos. A Temporada vai até 26 de junho.

Ficha Técnica

Texto: Tennessee Williams

Tradução e Direção: Rafael Gomes

Elenco: Maria Luisa Mendonça, Juliano Cazarré, Virgínia Buckowski, Donizeti Mazonas, Fabrício Licursi, Fernanda Castello Branco e Matheus Martins

Cenário: André Cortez

Figurino: Fause Haten

Iluminação: Wagner Antonio

Seleção Musical: Rafael Gomes

Assessoria de Imprensa: Daniela Bustos e Beth Gallo – Morente Forte Comunicações

Projeto Gráfico: Laura Del Rey

Fotos de estúdio: Pedro Bonacina e Renata Terepins

Administração: Magali Morente Lopes

Produção Executiva: Katia Placiano

Coordenação de Projetos: Egberto Simões

Produtoras: Selma Morente e Célia Forte

Realização: Morente Forte Produções Teatrais, Substância Filmes, Empório de Teatro Sortido e Governo do Estado de São Paulo – Secretaria da Cultura

Acompanhe o Festival de Curitiba que acaba no domingo, 03: http://festivaldecuritiba.com.br/

 

Kyra Piscitelli

Kyra Piscitelli é jornalista formada pela Universidade Metodista de São Paulo e fez pós-graduação em Globalização e Cultura pela Faculdade de Sociologia e Política de São Paulo (FESPSP). Escreve sobre teatro e arte desde de 2009. Integra os Juris da Associação Paulista de Críticos de Arte (APCA) e do Prêmio Aplauso Brasil. Ávida por conhecimento, se não está em viagem ou estudo, só há um lugar para achá-la: o teatro!

No Comments Yet

Leave a Reply

Seu email não será publicado

*