SÃO PAULO –  Bibi, uma Vida em Musical passou com sucesso pelo Rio de Janeiro e está em cartaz na capital paulista até o dia primeiro de julho, no Teatro Bradesco, no shoppinhttp://botequimcultural.com.br/critica-bibi-uma-vida-em-musical/g Bourbon. O espetáculo conta a trajetória de Bibi Ferreira, uma das maiores atrizes dos palcos brasileiros, que aos 95 anos de idade, e 77 anos de carreira, está na ativa. A atriz e cantora Amanda Acosta é quem tem a responsabilidade de dar vida à sua história. A direção é de Tadeu Aguiar.

Bibi (Abigail Izquierdo Ferreira) é atriz, cantora, diretora e produtora e exemplo de artista que sempre buscou desafios. O musical, de autoria de Artur Xexéo e Luana Guimarães, conta detalhes de sua vida pessoal e da carreira.  Relata a sua estreia profissional no teatro, aos 19 anos, ao lado do pai, o ator Procópio Ferreira e passa pelos grandes sucessos, como Gota d’Água, de Paulo Pontes e Chico Buarque, My Fair LadyAlô Dolly e etc,.  Também são abordadas  a homenagem da escola de samba Viradouro, em 2003, e a sua apresentação em Nova York na Broadway, aos 90 anos.

Com relação à sua vida pessoal, o público acompanha o seu relacionamento com os pais, os seus casamentos, o nascimento da filha Tina Ferreira.

O circo é o espaço onde a história de Bibi é encenada  por um elenco de 18 ¨atores cantores¨, uma homenagem das suas raízes, já que o seu  bisavô teve formação circense e passou os seus conhecimentos para a família. No palco, além de Amanda Acosta, André Luiz Odin, Bel Lima, Caio Giovani, Carlos Darzé, Chris Penna, Fernanda Gabriela, Flavia Santana, Guilherme Logullo, João Telles, Julie Duarte, Leandro Melo, Leo Bahia, Leonam Moraes, Luísa Vianna, Moira Osório, Rosana Penna e Simone Centurione se dividem em papéis.

O diretor Tadeu Aguiar conheceu Amanda, coincidentemente, quando foram assistir a um espetáculo de Bibi Ferreira, anos atrás, e se conheceram no camarim da artista. Depois trabalham juntos em alguns musicais (Essa é a nossa CançãoBaby, o Musical e 4 Faces do Amor), veio a ideia de fazer Bibi Ferreira no palco.  

Quando as audições para Bibi Uma Vida em Musical estavam programadas, o nome de Amanda Acosta veio rapidamente na cabeça do diretor, que é só elogios para o talento da atriz e cantora, frisando também o seu caráter – que para ele é essencial no momento em que pensa em convidar alguém para um trabalho ( para que a convivência seja amistosa e o bom resultado é certeiro).

Com relação à trilha sonora, o diretor salienta que há cinco músicas compostas para o espetáculo e conta também com sucessos que fizeram parte da vida de Bibi Ferreira ou integraram os seus espetáculos.

A assinatura das composições originais ficou por conta de Thereza Tinoco, que tem canções  gravadas por famosos como Simone e Ney Matogrosso, além de ter criado dois números musicais para Bibi in Concert Pop, III, a pedido de Bibi Ferreira.

¨A vida vale a pena por esses encontros bons¨, diz Amanda, que para viver a grande dama do nosso teatro, assistiu a vídeos, entrevistas  e tudo o que foi possível sobre Bibi ( e ainda continua estudando e pesquisando detalhes de sua vida e personalidade). ¨Para pegar a sua cadência de voz falada e o timbre do seu canto. Bibi é um prato cheio para a minha evolução como atriz e cantora¨, declara.

¨Interpretar Bibi Ferreira é o meu maior desafio até esse momento. Ela está entre as melhores atrizes do mundo e está na ativa. Preparo todo o meu ser para servir a Bibi e fazer uma homenagem para ela. Bibi é tudo o que eu acredito que uma atriz deve ser¨, complementa Amanda.

Artur Xexéo conta que Luanna Guimarães já tinha realizado boa parte da pesquisa sobre Bibi quando ele começou a escrever o texto, mas também pesquisou detalhes sobre a artista e seu pai Procópio Ferreira. O resultado tem dados biográficos e também ficcionais, para o musical, que utiliza a linguagem do melodrama circense, tenha consistência dramatúrgica.

Para ele foi um prazer participar da equipe criativa porque, apesar de nunca ter estabelecido com Bibi um contato pessoal estreito, os seus pais eram muito fãs e os seus trabalhos,  e também a vida pessoal ,sempre foram assuntos recorrentes na sua casa. ¨O primeiro musical adulto que assisti foi My Fair Lady¨, conta.

Quando soube que seria homenageada, Bibi ficou muito emocionada e autorizou a montagem sem acompanhar o processo de criação (preferiu ficar afastada e assistir somente após a estreia).

Segundo relatam Tadeu Aguiar, Amanda Acosta e a produtora Claudia Negri, Bibi acompanhou a encenação da sua vida ¨conversando¨ com  os atores em cena, comentando as passagens da sua vida, e cantando junto com o elenco muitas canções apresentadas.

Ficha Técnica

Autores Artur Xexéo e Luanna Guimarães

Música original Thereza Tinoco

Direção Tadeu Aguiar

Direção musical Tony Lucchesi

Elenco [ordem alfabética] Amanda Acosta, André Luiz Odin, Bel Lima,

Caio Giovani, Carlos Darzé, Chris Penna, Fernanda Gabriela,

Flavia Santana, Guilherme Logullo, João Telles, Julie Duarte,

Leandro Melo, Leo Bahia, Leonam Moraes, Luísa Vianna, Moira Osório, Rosana Penna e Simone Centurione

Cenário Natalia Lana

Figurino Ney Madeira e Dani Vidal

Coreografia Sueli Guerra

Desenho de luz Rogerio Wiltgen

Desenho de som Gabriel D’Ângelo

Assistência de direção Flavia Rinaldi

Assistência de coreografia Olivia Vivone

Assistência de direção musical Alexandre Queiroz

Assistência de iluminação Wagner Azevedo

Direção de Produção Keila Blascke

Coordenação Geral de Produção Cláudia Negri

Realização Negri e Tinoco Produções Artísticas

 

Serviço

BIBI, UMA VIDA EM MUSICAL

Teatro Bradesco São Paulo (1457 lugares)

Rua Palestra Itália, 500 – 3º piso

Bourbon Shopping São Paulo

www.teatrobradesco.com.br

Bilheteria: Domingo a Quinta das 12h às 20h, Sexta e Sábado das 12h às 22h. Acesso para cadeirantes. Estacionamento do shopping R$ 14 por três horas.

Vendas: www.uhuu.com

Quinta às 19h | Sexta e Sábado às 21h | Domingo às 20h30

Ingressos:

R$ 75 (Frisa e Balcão Nobre) |R$ 100 (plateia B) | R$ 150 (plateia A e Camarote)

Duração: 165 minutos

Recomendação: 10 anos

Estreou em 5 de janeiro de 2018 no Rio de Janeiro

Estreou dia 04 de Maio de 2018

Temporada: até 01 de Julho

Nanda Rovere, especial para o Aplauso Brasil (nanda@aplausobrasil.com.br)