Bob Wilson encerra primeira fase de projeto brasileiro amanhã

Michel Fernandes, do Aplauso Brasil/ iG        (Michel@aplausobrasil.com)

Danilo Santos de Miranda e Robert Wilson

SÃO PAULO – Com a apresentação de amanhã do monólogo A Última Gravação de Krapp, texto do irlandês Samuel Beckett dirigido e interpretado por Robert Wilson, no Teatro do SESC Belenzinho (ingressos esgotados), encerra-se a primeira etapa de um projeto que se estenderá até 2014 e gira em torno de atividades relacionadas ao mergulho no universo de Bob Wilson, um dos artistas mais destacado da cena teatral internacional.

Além das cinco apresentação do solo beckettiano, segunda passada, o CineSESC exibiu o documentário Absolute Wilson, com a presença do diretor, em novembro dois espetáculos dirigidos por Wilson, com o Berliner Ensemble (grupo fundado pelo dramaturgo alemão, Bertolt Brecht)A Ópera dos Três Vinténs, de Brecht, e Lulu, de Frank Weddekind –, e a montagem com elenco brasileiro (cujo tema ainda está indefinido para Bob Wilson) de um espetáculo sob sua direção que estreia em 2014, ano em que se encerra esse projeto.

Danilo Santos de Miranda e Robert Wilson

Segundo afirmou Danilo Santos de Miranda, diretor regional do SESC SP, o “projeto ambiciona imergir na proposta artística de Bob Wilson, um dos grandes revolucionários da cena teatral”.

Danilo lembrou, também, da característica didática que envolve tais ações do SESC SP, caso de Ariane Mnouchkine,  Peter Brook e suas respectivas trupes, outros dois nomes representativos para as artes cênicas.

SAIBA MAIS EM http://www.sescsp.org.br/sesc/

Michel Fernandes

Michel Fernandes, graduado em Jornalismo e pós graduado em Direção Teatral., escreveu de 2000 a 2012 críticas de teatro e reportagens para o iG. Em 2002 criou o Aplauso Brasil - www.aplausobrasil.com.br -, site voltado à noticias, resenhas e críticas teatrais, até hoje no ar. Integrante da APCA desde 2004, Michel Fernandes já esteve nas comissões do Prêmio Miriam Muniz, ProAC, Programa de Fomento ao Teatro de São Paulo, emtre outros Em 2012 criou o Prêmio Aplauso Brasil de Teatro. Em 2014 realiza Residência do Aplauso Brasil na SP Escola de Teatro. Em 2015 é crítico convidado da MITsp (Mostra Internacional de Teatro de São Paulo). Em 2016 é membro de comissão julgadora do Proac. Em 2017 faz parte do Conselho Consultivo do CCSP.

1 comentário

Leave a Reply

Seu email não será publicado

*