“Bruta Flor” atravessa dois anos no palco com temática LGBT

SÃO PAULO – Bruta Flor ganha nova Montagem em 2018 e tem na sua nova formação: André Pottes, Fernando Zilli e Carol Marra (Atriz Convidada). Em cartaz desde 2016, o espetáculo ficará em cartaz até junho,  no Teatro União Cultural. O texto é  de Vitor de Oliveira e Carlos Fernando de Barros, com adaptação e direção de Márcio Rosario. O espetáculo tem trilha sonora montada por Cida Moreira e já foi visto mais de dez mil pessoas.

A dramaturgia de Vitor de Oliveira e Carlos Fernando Barros aborda o relacionamento de dois homens, Lucas e Miguel, que se encontram presos em um lugar desconhecido e que começam a relembrar a trajetória deles, a relação vai ganhando contornos dramáticos, envolvendo a aceitação da homossexualidade de um deles.

“O texto foi uma encomenda que fiz aos autores em 2016, onde iria apenas dirigir o espetáculo, pois achei que estava na hora de abordar alguns temas delicados que muita gente prefere fazer vista grossa e não abordar, como a Bissexualidade, Preconceito, Homofobia e Violência Doméstica e em 30 dias os autores vieram com esse texto  que faz refletir e que tenho orgulho de ter iniciado essa jornada”, comenta Marcio Rosario.

Na nova montagem, temos um elenco diversificado, corajoso e que trazem suas histórias pessoais como referências para ajudar a contar nossa narrativa com mais propriedade e ter a Carol Marra no elenco, traz um sonho em realidade. Carol tem a coragem de sua vida pessoal de ser uma atriz transgênero dando um toque de personalidade a Simone, um personagem mulher que sofre de violência doméstica dentro de um relacionamento abusivo.

SERVIÇO: Estreia dia 23 de Maio – 21 horas

Temporada: Maio – Quartas e Quintas – 21 horas / Junho – Quartas – 21 horas

Local: Teatro da União Cultural

Endereço: Rua Mário Amaral, 209 – Jardins – São Paulo – 04001-001

(Ao lado do Metrô Brigadeiro)

Telefone: (11) 2148-2923

Censura: 16 anos – Cenas de Sexo, Nudez e Violência Doméstica

Temática: LGBT

Ingressos a venda na bilheteria do Teatro:

70,00 (inteira) e 35,00 (meia entrada).

30,00 (Classe Teatral com Comprovante).

20,00 (ONGS com venda minima de 10 ingressos).

FICHA TÉCNICA GERAL DE BRUTA FLOR

 

Texto de Vitor de Oliveira e Carlos Fernando Barros

Adaptação e Direção Geral: Marcio Rosario
Com André Pottes – Fernando Zilli – Carol Marra (Atriz Convidada)
Cenografia e Figurinos: Maureen Miranda e Reinaldo Patricio
Trilha Sonora: Cida Moreira
Efeitos Sonoros: Pedro Lemos
Iluminação : Gabriel Greghi
Programação Visual: André Pottes
Fotos: Victor Iemini
Operador de Luz: Gabriel Greghi
Sonoplastia: Isabella Porto
Camareira/Contra-Regragem: Cristina Santos
Direção de Cena: Ingrid Oliveira
Assessoria de Imprensa: Leandro Lel Lima
Assessoria VIP: Zezzo Fonseca
Mídias Sociais: Três Tons Visuais
Administração e Produção Executiva: Daniel Chiarelli
Direção de Produção: Marcio Rosario
Realização e Captação de Recursos: Três Tons Visuais
Redes Sociais: Gustavo Braun
Facebook: brutaflorteatro
Instagram: @brutaflorteatro

Elenco:

Carol Marra é formada em jornalismo e artes cênicas. Trabalhou como repórter e
produtora de moda. E nos bastidores da Fashion Week, foi descoberta pelo editor
da revista Vogue RG e iniciou a trajetória como modelo. Assim, quebrou barreiras
no mundo fashion: foi a primeira modelo transgênera nas passarelas do Minas
Trend Preview (terceira maior semana de moda no calendário brasileiro) e, em
seguida, destaque de desfiles no Fashion Rio e São Paulo Fashion Week. Também
foi a primeira transex a estampar um editorial na revista L´Officiel, bem como a
primeira a estrelar a capa da revista Trip. Histórica por sua ousadia, a publicação
teve recorde de vendas. E agora, Carol é o novo rosto da campanha mundial da
vodka Absolut.

Kyra Piscitelli

Kyra Piscitelli é jornalista formada pela Universidade Metodista de São Paulo e fez pós-graduação em Globalização e Cultura pela Faculdade de Sociologia e Política de São Paulo (FESPSP). Escreve sobre teatro e arte desde de 2009. Integra os Juris da Associação Paulista de Críticos de Arte (APCA) e do Prêmio Aplauso Brasil. Ávida por conhecimento, se não está em viagem ou estudo, só há um lugar para achá-la: o teatro!