Caco Ciocler abre III Encontro de Teatro de Mauá nesta terça

Michel Fernandes, do Aplauso Brasil (aplauso@gmail.com)

ABC PAULISTA – Começa nesta terça-feira (20), com a apresentação do monólogo 45 Minutos, com Caco Ciocler e direção de Roberto Alvim, que, até domingo (25), traz programação gratuita incluindo espetáculos teatrais paulistanos, da própria cidade, espetáculos de rua, infantis, e atividades paralelas como as mesas de debate. Tendo como tema A Natureza do Homem, o festival recebeu, pela segunda vez, o patrocínio da Petrobrás, contando, ainda com o apoio da Braskem e do SESC São Paulo, entre outros, organização da Coordenadoria de Cultura por meio da Secretaria de Cultura, Esportes e Lazer, co-realização da Prefeitura de Mauá e da Cooperativa Paulista de Teatro.

"Luiz Antonio - Gabriela" - foto de Bob Sousa

Segundo Caio Evangelista, coordenador do III Encontro de Teatro de Mauá, a realização do projeto pelo terceiro ano consecutivo abre os horizontes culturais dos mauaenses que, pelo contato com diferentes formas de apresentação teatral, modifica e se torna mais estimulada em fazer arte.

Breve História de Mauá

A formação do Município de Mauá está intimamente ligada aos primeiros sesmeiros e às grandes fazendas em torno da Capela Nossa Senhora do Pilar, nos séculos XVII e XVIII. Daí o nome inicial do vilarejo: PILAR.

Naturalidade: mauaense

Formação do Município: Entre os primeiros moradores, estavam Antonio Franco da Rocha e Capitão João José Barbosa Ortiz (Juiz de Paz de São Bernardo entre 1846 e 1865). No dia 05/06/1861, o Barão de Mauá, através de procuração de José Ricardo Wright, compra duas fazendas: a Caguassu e a Capoava, do Capitão João e de suas irmãs Escolástica Joaquina e Catharina Maria, passando a ser grande proprietário local, embora morasse no Rio de Janeiro.

Depois da chegada da estrada de ferro São Paulo Railway (1867) – empreendimento possível graças à parceria com os ingleses – foi inaugurada a Estação do Pilar, em 01/04/1883. O nome da estação foi mudado, em 1926, para Mauá (quando a ferrovia já era denominada Santos-Jundiaí), em homenagem ao Barão e Visconde de Mauá – Irineu Evangelista de Sousa.

Em 18 de outubro de 1934, Mauá foi elevada à categoria de Distrito de Paz no Município de São Bernardo, Comarca da Capital – São Paulo.

Em 1953, foi emancipada, tornando-se, enfim, o Município de Mauá, em plebiscito realizado no dia 22 de novembro de 1953. Mauá se tornou município autônomo a partir de 01 de janeiro de 1954. No entanto, o aniversário da cidade é comemorado a partir de 08/12/1954 – dia da padroeira da cidade, Imaculada Conceição.

A praça central da cidade recebe o nome de “22 de novembro”, em homenagem ao dia da emancipação e o primeiro prefeito foi Ennio Brancalion – 01 de janeiro de 1955 a 1958.

O Aniversário de Mauá é comemorado em 08 de dezembro.

Fonte: PM Mauá

Confira a programação completa no site do III Encontro de Teatro de Mauá.

Gero Camilo é Van Gogh em "A Casa Amarela"

Locais das Apresentações

Palco Principal – Teatro Municipal

Palco Quartas Intenções – Saguão do Teatro Municipal
Rua Gabriel Marques, 353 – Vila Noêmia – Tel.: 4555-0086.

Palco Oficinas Culturais – Auditório do Centro de Formação
de Professores Dr. Miguel Arraes
Rua Rio Branco, 183 – Centro – Mauá.

Palco Cidade
Sala Heleny Guariba
Rua Rio Branco, 85 – Shopping Green Plaza – Piso 1.
Sala Luiz Gubitoso
Rua Rio Branco, 85 – Shopping Green Plaza- Piso Térreo – Tel.: 4547-1483
Museu Barão de Mauá
Rua Dr. Getúlio Vargas, 276 – Vila Guarani – Tel.: 4519-4011.

Palco Todo Canto Da Cidade
Praça 22 de Novembro – Centro de Mauá
Jardim Zaira – Praça da Rua José Gonçalves Sanches
Parque das Américas – Praça da Rua Havana
Jardim Oratório – Quadra do Caic
Praça das Paineiras – Av. Barão de Mauá
Praça dos Aposentados – próximo da estação de trem de Mauá – ao lado da passarela
Estacionamento do Teatro Municipal – Rua Gabriel Marques, 353 – Vila Noêmia

Palco 4ªs Intenções

Saguão do Teatro Municipal
Rua Gabriel Marques, 353 – Vila Noêmia – Tel.: 4555-0086.

Ingressos e Reservas
(11) 4513-8224 (Falar com Ingrid)

Retirada de ingressos para público espontâneo até 1h antes do início de cada espetáculo – até acabar!

Michel Fernandes

Michel Fernandes, graduado em Jornalismo e pós graduado em Direção Teatral., escreveu de 2000 a 2012 críticas de teatro e reportagens para o iG. Em 2002 criou o Aplauso Brasil - www.aplausobrasil.com.br -, site voltado à noticias, resenhas e críticas teatrais, até hoje no ar. Integrante da APCA desde 2004, Michel Fernandes já esteve nas comissões do Prêmio Miriam Muniz, ProAC, Programa de Fomento ao Teatro de São Paulo, emtre outros Em 2012 criou o Prêmio Aplauso Brasil de Teatro. Em 2014 realiza Residência do Aplauso Brasil na SP Escola de Teatro. Em 2015 é crítico convidado da MITsp (Mostra Internacional de Teatro de São Paulo). Em 2016 é membro de comissão julgadora do Proac. Em 2017 faz parte do Conselho Consultivo do CCSP.

No Comments Yet

Leave a Reply

Seu email não será publicado

*