Cia. São Jorge de Variedades instala arraial na Barra Funda

Michel Fernandes, do Aplauso Brasil (michel@aplausobrasil.com)

Cena da peça resultante de pesquisa sobre Heiner Müller, premiada pelo Shell de Teatro SP

Quem já esteve na simpática sede da Cia. São Jorge de Variedades, lá na Barra Funda, recorda-se do clima familiar das imediações do espaço. Neste domingo (4), das 15 às 19 horas, a trupe transforma a rua Lopes de Oliveira (que estará fechada entre as ruas Barra Funda e Vitorino Carmilo) num arraial com a Festa Junina de Variedades.

Apostando na tradição – que é o perfil do bairro – das festas juninas, atrações como o correio-elegante, a cadeia e a quadrilha estão programadas pela festa que faz parte do projeto Barafonda, contemplado pelo Programa Municipal de Fomento ao Teatro para a Cidade de São Paulo, e conta com a apresentação do forrozeiro Cicinho da Paraíba.

Cena de "O Santo Guerreiro e o Herói Desajustado"

No menu da Festa Junina de Variedades, bolo de milho, canjica, vinho quente, quentão, entre outos quitutes, dão o tempero tradicional ao evento.

O projeto Barafonda, da São Jorge – cuja direção artística é da excelente Georgette Fadel -, visa pesquisar a história e as transformações do bairro da Barra Funda, aprofundando sua relação com a comunidade e lançando as bases para a construção de um novo espetáculo.

FESTA JUNINA DE VARIEDADES – Dia 4 de julho, domingo, das 15 às 19 horas, na Casa de São Jorge. Indicação livre. Grátis.

CASA DE SÃO JORGE – Rua Lopes de Oliveira, 342 – Barra Funda (próximo a estação Marechal Deodoro do metrô). Telefone: (11) 3824-9339.Acesso para deficientes físicos.

Michel Fernandes

Michel Fernandes, graduado em Jornalismo e pós graduado em Direção Teatral., escreveu de 2000 a 2012 críticas de teatro e reportagens para o iG. Em 2002 criou o Aplauso Brasil - www.aplausobrasil.com.br -, site voltado à noticias, resenhas e críticas teatrais, até hoje no ar. Integrante da APCA desde 2004, Michel Fernandes já esteve nas comissões do Prêmio Miriam Muniz, ProAC, Programa de Fomento ao Teatro de São Paulo, emtre outros Em 2012 criou o Prêmio Aplauso Brasil de Teatro. Em 2014 realiza Residência do Aplauso Brasil na SP Escola de Teatro. Em 2015 é crítico convidado da MITsp (Mostra Internacional de Teatro de São Paulo). Em 2016 é membro de comissão julgadora do Proac. Em 2017 faz parte do Conselho Consultivo do CCSP.