Clara Nunes recebe homenagem da cantora Virgínia Rosa

Nanda Rovere, especial para o Aplauso Brasil (nanda@aplausobrasil.com)

Virgínia Rosa

SÃO PAULO – O show Virgínia Rosa canta Clara Nunes celebra os 70 anos de nascimento da sambista, considerada uma das maiores pesquisadoras da cultura popular brasileira. As apresentações acontecerão no Teatro Cleyde Yáconis, em curta temporada. A estreia é sexta-feira (5), às 21h30. A direção geral é de Fernando Cardoso. Os músicos são: Robertinho Carvalho (contrabaixo), Dino Barioni (violões), Ramon Montagner (bateria e percussão), Ogair Júnior, pianista que também assina a direção musical.

Clara Nunes

No repertório, Virgínia apresenta músicas de seus álbuns e sucessos de Clara Nunes, como Juízo Final, Quem Me Dera, Ninguém Tem que Achar Ruim, Feira de Mangaio, Canto Das Três Raças, além de Morena de Angola, de Chico Buarque, um dos destaquesda carreira da artista.

Para apresentar as várias facetas da sambista, que também cantava chorinho, forró, valsa e samba-enredo, a cada apresentação serão interpretadas diferentes canções.

Como Clara Nunes era muito ligada à natureza, não poderia faltar no set lista música Forças da Natureza. O cenário e a luz também fazem referência a essa paixão, com cores e elementos que lembram a cor do mar.

Virgínia Rosa homenageia Clara Nunes

Virginia Rosa tem contato com as músicas de Clara Nunes desde a infância e a afinidade musical entre as duas é grande, pois são trajetórias musicais pautadas pela diversidade de estilos.

Neste sentido, a cantora afirma que Clara Nunes é uma fonte de inspiração para o seu trabalho: “Com uma interpretação e uma espiritualidade musical única, Clara Nunes tinha uma comunicação incrível com a plateia, além de navegar por vários estilos¨, diz.

¨ Ela é reconhecida pelo samba, mas cantou até bolero. Procuro absorver essas características para lidar com o público e sempre abrir um leque de multiplicidade em minha carreira musical”, conclui a cantora.

Sobre Virgínia Rosa

A cantora paulistana foi vocalista da banda Isca de Polícia, de Itamar Assumpção, e do grupo Mexe com Tudo.

Com seu primeiro CD solo,Batuque(1997) – com canções de Itamar Assumpção, Luiz Gonzaga, Lenine e Chico Science –foi indicadaaoPrêmio Sharp de cantora revelação.

O segundo, A Voz do Coração, tem composições de Thomas Roth, Chico César, Herbert Vianna, Gilberto Gil e Luiz Melodia.Samba a Dois, o terceiro, tem Cartola, Candeia, Luísa Maita e Tito Pinheiro.

Outras apresentações merecem destaque:Palavra de Mulher (músicas de Chico Buarque), Na Batucada da Vida (com Célia e Lucinha Lins) e Virgínia Canta Clara (que virou um especial de TV).

Em 2008, lançou Baita Negão homenagem a Monsueto, e em 2010, Virgínia Rosa & Geraldo Flach.

Ficha técnica:

Direção Geral: Fernando Cardoso. Direção musical: Ogair Junior. Arranjos: Dino Barioni e Ogair Junior. Piano: Ogair Junior. Violões e bandolim: Dino Barioni. Contrabaixo: Robertinho Carvalho. Bateria e percussão: Ramon Montagner. Luz: Wagner Freire. Figurino: Cássio Brasil. Cenário: Basquiat Rezende. Direção de produção: Fernando Cardoso e Roberto Monteiro. Realização: Mesa 2 Produções. Patrocínio: Cometa.

Serviço:

Virgínia Rosa canta Clara Nunes

Estreia – Dia 5 de outubro,sexta, no Teatro Cleyde Yáconis. Sextas, às 21h30, sábado, às 21h e domingos, às 18h. Ingressos: sextas R$ 30, sábados R$ 40 e domingos R$ 30. Censura: Livre. Duração: 80 Minutos.

Teatro Cleyde Yáconis– Avenida do Café, 277 – Jabaquara – Estação Conceição do metrô. Central de informações: 11 5070 7018. Venda para grupos 11 3334 1358. Capacidade – 288 lugares. Bilheteria – terça a sexta, das 14 às 20 horas – sábados e domingos das 14 até o início do espetáculo. Formas de pagamento na bilheteria – cartões e dinheiro. Venda pela internet: www.ingressorapido.com.br e telefone: 11 4003 1212. Estacionamento no local – entrada Rua Guatapará 170.

Michel Fernandes

Michel Fernandes, graduado em Jornalismo e pós graduado em Direção Teatral., escreveu de 2000 a 2012 críticas de teatro e reportagens para o iG. Em 2002 criou o Aplauso Brasil - www.aplausobrasil.com.br -, site voltado à noticias, resenhas e críticas teatrais, até hoje no ar. Integrante da APCA desde 2004, Michel Fernandes já esteve nas comissões do Prêmio Miriam Muniz, ProAC, Programa de Fomento ao Teatro de São Paulo, emtre outros Em 2012 criou o Prêmio Aplauso Brasil de Teatro. Em 2014 realiza Residência do Aplauso Brasil na SP Escola de Teatro. Em 2015 é crítico convidado da MITsp (Mostra Internacional de Teatro de São Paulo). Em 2016 é membro de comissão julgadora do Proac. Em 2017 faz parte do Conselho Consultivo do CCSP.

No Comments Yet

Leave a Reply

Seu email não será publicado

*