Companhia da Memória apresenta espetáculo inspirado na obra “Um Bonde Chamado Desejo”

 

SÃO PAULO – O Itaú Cultural recebe de 22 a 24 de março (sexta-feira a domingo) a Companhia da Memória com o espetáculo Réquiem para o Desejo. Com dramaturgia de Alexandre Dal Farra e direção de Ruy Cortez, a peça é uma recriação da obra Um Bonde Chamado Desejo, de Tennessee Williams, e investiga a violência contra a mulher e as pessoas negras a partir das estruturas de poder e dominação do neocolonialismo e do machismo. A peça é uma livre releitura que inverte completamente os papéis desempenhados pelos personagens no clássico norte-americano.

Réquiem para o Desejo está construída na interface do teatro com o cinema, o show, a videoarte, a instalação sonora e a performance. “Para além de um procedimento de desconstrução, estilhaçamos o original e refizemos uma remontagem radical com os cacos da obra seminal. Utilizando o procedimento da colagem, o espetáculo cria um tecido artístico que alinhava e interpõe obras de diferentes procedências e linguagens, que, no limiar entre o documento e a ficção, refletem a marca, a memória e a presença do colonialismo e do machismo no Brasil, de ontem e hoje”, revela o diretor Ruy Cortez.

Réquiem para o Desejo é a terceira parte da Pentalogia do Feminino, conjunto de obras que tratam de temas diversos vistos sob a perspectiva do feminino, concebida por Ruy Cortez e Ondina Clais, integrantes da Cia. O primeiro espetáculo é o monólogo Katierina Ivânovna [K.I.], que dá voz a Katierina Ivânovna — personagem de Crime e Castigo, de Fiódor Dostoiévski. A segunda parte é Punk Rock, encenação da obra homônima do dramaturgo inglês Simon Stephens e que aborda o tema do bullying e da violência nas escolas e que foi apresentada no fim do ano passado, 2018, em temporada na sala Jardel Filho do Centro Cultural São Paulo.

 

FICHA TÉCNICA:

Elenco Denise Assunção (Participação especial), Gilda Nomacce, Jorge Emil, Marcos Suchara, Ondina Clais e Roberta Estrela D’Alva (Intervenção poética – dramaturgia samples)

Dramaturgia Alexandre Dal Farra

Concepção, dramaturgismo e encenação Ruy Cortez

Preparação de atores Marina Nogaeva Tenório

Poema “Eu tão Blues” Claudia Schapira

Cenografia André Cortez e Carolina Ferreira Bucek

Figurino Fábio Namatame

Iluminação Fábio Retti

Trilha original, piano e música incidental Tomaz Vital

Sonoplastia Aline Meyer

Fotos Edson Kumasaka

Videos Aline Belfort e Haroldo Saboia

Mapping Mary Gatis

Assistente de projetos João Vasconcellos

Direção de produção Marlene Salgado

SERVIÇO

Réquiem para o Desejo

Dias 22 e 23 de março (sexta-feira e sábado), às 20h

Dia 24 de março (domingo), às 19h

Dramaturgia: Alexandre Dal Farra. Concepção, dramaturgismo e encenação: Ruy Cortez. Elenco: Denise Assunção, Gilda Nomacce, Jorge Emil, Marcos Suchara, Ondina Clais e Roberta Estrela D’Alva.

Duração: 80 minutos

Classificação etária: 16 anos

Sala Itaú Cultural (224 lugares)

Com interpretação em Libras

 

No Comments Yet

Leave a Reply

Seu email não será publicado