Coreografia inédita de Pina Bausch inicia Temporada de Dança 2011 do Teatro Alfa

Redação do Aplauso Brasil (aplausobrasil@aplausobrasil.com)

"Ten Chi" - Eddie Martinez, Azusa Seyama, Fernando Suels - UrsulaKaufmann

A Temporada de Dança 2011 do Teatro Alfa começa mais cedo, nesta quinta-feira (14), por um excelente motivo: receber a Pina Bausch Tanztheater Wuppertal, uma das maiores companhias do mundo, um nome mágico no mundo das artes e da cultura. Com 38 integrantes entre bailarinos e técnicos, o grupo fundado por Pina Bausch em 1973, retorna ao Teatro Alfa pela quinta vez, desde 2000, para apresentar Ten Chi (Céu e Terra), coreografia inédita no Brasil, criada no Japão em 2004, fruto da residência da coreógrafa naquele país. Ten Chi terá cinco apresentações até domingo (19).

O espetáculo é o último de uma série que pode ser chamada de relatos de viagem coreografados – obras fortemente influenciadas e inspiradas na cultura da localização geográfica de sua criação.

Em um cenário decorado com flores de sakura e uma cauda de baleia gigante, os talentosos bailarinos da Tanztheater Wuppertal exploram com humor e densidade os sons, sinais, características e paradoxos da cultura japonesa moderna. São 17 bailarinos em cena, com trilha musical de diversos compositores e textos de autores como Brecht e Saramago.

"Ten Chi" - Silvia Farias - Laszlo Szito

Trabalhando com a companhia desde 1999, Robert Sturm assumiu após a morte de Pina Bausch, em 2009, a direção artística do grupo, junto com o bailarino Dominique Mercy.

Sobre Ten Chi, Sturm diz “Pina fez algumas mudanças no espetáculo nos primeiros anos após a estreia. Levou algum tempo até Ten Chi encontrar seu formato definitivo. A partir dali, nada mudou e é esse espetáculo que apresentaremos – agora e no futuro”.

Embalado por uma trilha que inclui Norah Jones e Gustavo Santaolalla, e textos de Bertold Brecht e José Saramago, entre outros, o espetáculo traz no elenco a brasileira Regina Advento, integrante da companhia desde 1993.

Desde 2000, a Pina Bausch Tanztheater Wuppertal apresentou-se quatro vezes no Teatro Alfa: naquele ano, com Mazurca Fogo, espetáculo de 1998; em 2001, com Água, inspirado e feito no Brasil; em 2006, com o Para as crianças de ontem, hoje e amanhã (em alemão, Für Die Kinder Von Gestern, Heute Und Morgen, de 2002; em 2009, com duas coreografias Café Müller, de 1978, e A Sagração da Primavera (em alemão, Das Frühlingsopfer), de 1975.

Após a apresentação da companhia de Pina Bausch, a Temporada de Dança 2011 do Teatro Alfa prosseguira com: Grupo Corpo, que apresentará a estreia da nova coreografia ainda sem título, além de O Corpo (de 2000) em dez performances de 5 a 14 de agosto; São Paulo Companhia de Dança, as coreografias Supernova, Legend, Inquieto e Tchaikovsky Pas de Deux, em três datas, de 26 a 28 de agosto; Cia. de Dança Deborah Colker, dez apresentações da inédita coreografia Tathyana de 9 a 18 de setembro; Akram Kahn Company (Inglaterra) traz as coreografias Gnosis e Vertical Road, em quatro noites, de 13 a 16 de outubro; Sasha Waltz and Guests (Alemanha) apresenta Travelogue I – Twenty to Eight, em dois dias, 29 e 30 de outubro.

As assinaturas para a Temporada de Dança 2011 ainda estão à venda com preços especiais pelo site www.teatroalfa.com.br ou pelos telefones (11) 5693.4000 e 0300.789.3377.

Michel Fernandes

Michel Fernandes, graduado em Jornalismo e pós graduado em Direção Teatral., escreveu de 2000 a 2012 críticas de teatro e reportagens para o iG. Em 2002 criou o Aplauso Brasil - www.aplausobrasil.com.br -, site voltado à noticias, resenhas e críticas teatrais, até hoje no ar. Integrante da APCA desde 2004, Michel Fernandes já esteve nas comissões do Prêmio Miriam Muniz, ProAC, Programa de Fomento ao Teatro de São Paulo, emtre outros Em 2012 criou o Prêmio Aplauso Brasil de Teatro. Em 2014 realiza Residência do Aplauso Brasil na SP Escola de Teatro. Em 2015 é crítico convidado da MITsp (Mostra Internacional de Teatro de São Paulo). Em 2016 é membro de comissão julgadora do Proac. Em 2017 faz parte do Conselho Consultivo do CCSP.

No Comments Yet

Leave a Reply

Seu email não será publicado

*