Crítica: Até Deus tem suas crises

Maria Lúcia Candeias, doutora em teatro pela USP e Livre Docente pela UNICAMP – (redacao@aplausobrasil.com)

Irene Ravache e Dan Stulbach. Foto: João Caldas
Irene Ravache e Dan Stulbach. Foto: João Caldas

SÃO PAULO – Baseado em texto de Anat Gov, autora judia premiada por algumas obras na Europa, já falecida e que era inédita no Brasil, Meu Deus! é surpreendente, inclusive pela excelente direção de Elias Andreato. O espetáculo está em cartaz no teatro de FAAP e é imperdível.    

Quem interpreta Deus é Dan Stulbach, que já ganhou diveros prêmios como ator, e o todo-poderoso procura terapia. Ana, a psicóloga ateia e interpretada por ninguém menos do que Irene Ravache, como sempre arrasando. Além deles só há como coadjuvante com curtas aparições Pedro Carvalho que faz, muito bem, o filho autista de Ana.

Quem assina cenário é Antonio Junior, a bela música é Jonatan Harold, os ótimos figurinos Fause Haten a iluminação é do famoso Wagner Freire, as fotos João Caldas. Tudo absolutamente integrado pela batuta do Andreato. Envolvem o público e às vezes provocam boas risadas.

MEU DEUS!
MEU DEUS!

Meu Deus! Texto: Anat Gov. Adaptação: Jorge Schussheim. Tradução: Eloísa Canton. Versão: Célia Regina Forte. Direção: Elias Andreato. Elenco: Irene Rache, Dan Stulbach ePedro Carvalho. Cenário: Antonio Junior. Figurino: Fause Haten. Iluminação: Wagner Freire. Trilha sonora: Jonatan Harold. Fotografia: João Caldas. Produtoras: Selma Morente e Célia Forte. Realização Morente Forte Produções Teatrais.

Serviço:

Teatro FAAP (500 lugares), Rua Alagoas, 903, tels.3662.7233 e 3662.7234.

Horários: sexta às 21h30, sábado às 19h e 21h30 e domingo às 18h. Ingressos: sexta R$ 60, sábado R$ 80 e domingo R$ 70. Bilheteria: de quarta a sábado, das 14h às 20h e domingo das 14h às 17h.Aceitam-se cartões, cheques não.Estacionamento gratuito, com vagas limitadas. Acesso para deficiente. Ar-condicionado.Duração: 80 minutos. Classificação:12 anos. Temporada: até 27 de julho.

Michel Fernandes

Michel Fernandes, graduado em Jornalismo e pós graduado em Direção Teatral., escreveu de 2000 a 2012 críticas de teatro e reportagens para o iG. Em 2002 criou o Aplauso Brasil - www.aplausobrasil.com.br -, site voltado à noticias, resenhas e críticas teatrais, até hoje no ar. Integrante da APCA desde 2004, Michel Fernandes já esteve nas comissões do Prêmio Miriam Muniz, ProAC, Programa de Fomento ao Teatro de São Paulo, emtre outros Em 2012 criou o Prêmio Aplauso Brasil de Teatro. Em 2014 realiza Residência do Aplauso Brasil na SP Escola de Teatro. Em 2015 é crítico convidado da MITsp (Mostra Internacional de Teatro de São Paulo). Em 2016 é membro de comissão julgadora do Proac. Em 2017 faz parte do Conselho Consultivo do CCSP.

No Comments Yet

Leave a Reply

Seu email não será publicado

*