Crítica: Duas atrizes arrasando!

Maria Lúcia Candeias, doutora em teatro pela USP e Livre Docente pela UNICAMP – (redacao@aplausobrasil.com)

 

AS MOÇAS
AS MOÇAS

SÃO PAULO – Se o que mais te interessa no teatro é atuação de elenco, corra pra ver As Moças (O Último Beijo). Ângela Figueiredo dona do quarto que as duas ocupam é mais velha, mais séria e mais triste. Fernanda Cunha é mais jovem, lindíssima (não que a outra seja feia), alegre e sonhadora.

A mocinha está muito animada e a mais velha parece cansada da relação e, como acontece com as mulheres, gosta de fazer confidências e emitir opiniões. Por incrível que pareça, há vários momentos risíveis. A autora, Isabel Câmara (1940-2006), ficou conhecida em 1969 quando fez parte de um grupo que incluía autoras como Leilah Assumpção e Consuelo de Castro.

O diretor André Garolli acerta no visual, na música, enfim, em tudo o que se espera de um diretor.Conheceu a peça e atrizes através de Fauzi Arap, em memória de quem oferecem a excelente montagem. Uma escolha maravilhosa.

O cenário e os figurinos ótimos e super adequados são de Cássio Brasil, a trilha é de Branco Mello, os vídeos são de Zeca Rodrigues e aparecem nos momentos em que complementam as cenas sem qualquer exagero. André assina a ótima luz com Reynaldo Tomaz.

O espetáculo está em cartaz nos Parlapatões e me pareceu imperdível.

AS MOÇAS: O último beijo

ESPAÇO PARLAPATÕES (98 lugares)

Praça Roosevelt, 158 – Centro

Bilheteria: 3258.4449

Terça a quinta das 16h as 21h; sexta e sábado 16h a meia-noite, domingo 16h às 20h. Formas de Pagamento: Dinheiro e todos os cartões de débito e crédito. Não aceita cheque.

Vendas: www.ingressorapido.com.br / 4003.1212

Quartas e Quintas às 21h

 Ingressos: R$ 40

Michel Fernandes

Michel Fernandes, graduado em Jornalismo e pós graduado em Direção Teatral., escreveu de 2000 a 2012 críticas de teatro e reportagens para o iG. Em 2002 criou o Aplauso Brasil - www.aplausobrasil.com.br -, site voltado à noticias, resenhas e críticas teatrais, até hoje no ar. Integrante da APCA desde 2004, Michel Fernandes já esteve nas comissões do Prêmio Miriam Muniz, ProAC, Programa de Fomento ao Teatro de São Paulo, emtre outros Em 2012 criou o Prêmio Aplauso Brasil de Teatro. Em 2014 realiza Residência do Aplauso Brasil na SP Escola de Teatro. Em 2015 é crítico convidado da MITsp (Mostra Internacional de Teatro de São Paulo). Em 2016 é membro de comissão julgadora do Proac. Em 2017 faz parte do Conselho Consultivo do CCSP.

No Comments Yet

Leave a Reply

Seu email não será publicado