Crítica: “É necessário não olhar só para o nosso Umbigo”

I

SÃO PAULO – A primeira montagem de um texto infantil, a gente nunca esquece. E a Cia Tertúlia já começa muito bem, repleta de acertos. A peça reúne ótimos atores com muito talento e entrega na sua performance.

Umbigo, texto assinado por Victor Mendes com a direção de Gero Camilo, é uma história lúdica e divertida sobre um garoto que descobre como é viver sem o umbigo. O elenco é formado pelos atores Victor Mendes, Nathalia Alfieri, Luciana Carnielli e também o diretor Gero Camilo.

Aderbal é um menino bacana que mora com sua mãe, Suzana. Um dia faz uma descoberta muito estranha em seu próprio corpo: ele não tem o umbigo. Depois de muitas perguntas sem respostas ele parte sozinho para a aventura de descobrir o que as pessoas vão achar dele, uma vez que ele é diferente. Seus amigos, Juca, Pati e Lica, não lidam bem com a situação e não conseguem ajudá-lo. Mesmo com a presença da temida gangue do clube, Aderbal mostra-se corajoso e, ganha o apoio de Marcela, sua colega de classe.

O texto de Victor Mendes está bem desenhado, divertido e envolvente trabalhando bem as emoções de cada personagem, porém a afirmação várias vezes do respeito à diversidade, acaba tornando-se imperativo mesmo para o público infantil.

A direção artística poderia ser mais bem-conceituada já que figurinos e cenário não dialogam. O figurino reflete mais a concepção da obra, enquanto a escolha na composição do cenário por recursos realistas ficam perdidos nessa concepção.

O ponto alto da peça são as músicas de Luiz Gayotto, os atores cantam e encantam a plateia.

Todos os apontamentos marcados não desabonam a obra: seu encantamento e sua mensagem. O grupo está de parabéns por escolher bons profissionais e caminhar na sua trajetória. Eu valorizo muito isso porque a obra cresce, o público agradece e as crianças ainda mais.

Longa vida ao Umbigo e à Cia Tertúlia. Que venham outras novas montagens para crianças e adolescentes.

Ficha técnica: Texto: Victor Mendes. Direção: Gero Camilo. Elenco: Victor Mendes, Nathalia Alfieri, Luciana Carnielli e Gero Camilo. Cenógrafo: Júlio Dojcsar. Assistência de cenografia: Maria Fernanda Poppi. Figurinista: Claudia Shapira. Direção musical: Luiz Gayotto. Desenho de luz: Marisa Bentivegna. Operação de luz: João Blumenschein. Desenho e operação de som: Bruno do Reis. Cenotécnica: José Roberto Tomasim. Produção: Flávia Corrêa e Ana Sardinha.

Pamela Duncan

Aplauso brasil

SESC Sesc Belenzinho Espetáculo: Umbigo

Temporada: 05/01 a 03/02. Sábados e domingos, às 12h

Sessão: 25/01. Sexta, às 12h

Local: Teatro. Duração: 1h.

Pamela Duncan, especial para o Aplauso Brasil (pameladuncandiretora@gmail.com)

No Comments Yet

Leave a Reply

Seu email não será publicado