CRÍTICA: ‘GABRIELA, UM MUSICAL’ APRESENTA CLÁSSICO DA LITERATURA COM CRIATIVIDADE E CAUSA IMPACTO

Kyra Piscitelli, do Aplauso Brasil (kyra@aplausobrasil.com)

O Elenco de Gabriela, um musical com o diretor João Falcão. Foto: divulgação
O Elenco de Gabriela, um musical com o diretor João Falcão. Foto: divulgação

Assistir ao espetáculo Gabriela, um musical é um exercício de boa subversão ao nosso imaginário do coletivo nacional. Baseada no livro Gabriela, Cravo e Canela, clássico de Jorge Amado e já contado em um filme e três novelas, a obra teatral consegue inovar na forma sem roubar a essência da história. Em cartaz no Teatro Cetip até 7 de agosto, a montagem é uma das melhores do gênero em cartaz na cidade.

A versão para teatro musical foi criada pelo diretor João Falcão, também responsável pelo roteiro musical – grande trunfo do espetáculo. Falcão conseguiu reunir músicas de todas as épocas e diferentes estilos para narrar Gabriela sem que pareça uma heresia a obra baiana. As canções se encaixam de forma perfeita nas cenas. Ao mesmo tempo que o público pode ouvir o clássico que imortalizou a obra na voz de Gal Costa – Modinha para Gabriela – a plateia se delicia com músicas inusitadas para o tema como Garota Nacional, da banda Skank e Vilarejo, de Marisa Monte.

São essas músicas, unidas a um jogo de luz e muitos instrumentos que o clima de Gabriela se dá. Não há luxo e tem brasilidade nas cores, sons e canções. É uma grata surpresa conferir como a história da música brasileira coexiste com um clássico da literatura no palco.

O cenário é composto basicamente por duas esteiras na cor do chão – elas trazem as idas e vindas da história, costurada por um narrador. O musical conta com 21 atores e cuidadosas coreografias. O primeiro ato é de tirar o fôlego. Gabriela, um musical consegue com êxito adicionar referências ao clássico escrito em 1958 sem perder o importante da história que é a mensagem: a denúncia situação do retirante, ao machismo, ao jeitinho brasileiro, ao coronelismo – que ainda hoje é tema a ser tratado – entre outros assuntos.

Daniela Blois é a escolhida para o papel de Gabriela (foto) no musical assinado por João Falcão. Foto: divulgação
Daniela Blois é a escolhida para o papel de Gabriela (foto) no musical assinado por João Falcão. Foto: divulgação

É verdade que no segundo ato, a história perde um pouco da magia e impacto que causa no primeiro, em partes, pela razão, de pelo menos na pré-estreia, não parecer tão bem ensaiado. Era visível os buracos nas transições de cena e nas falhas com a luz, tão importantes para o efeito do musical. Nada que não possa ser arrumado ou que apague o brilhantismo do espetáculo.

Em cena, a banda composta por cinco músicos aparece durante todo o tempo. Responsável pela direção musical, o músico Tó Brandileone traduz para os arranjos a mistura proposta pelo musical.

A protagonista de Gabriela, um musical é vivida por Daniela Blois, médica que canta na noite de Manaus e que chega a São Paulo para ganhar os palcos. Dona de uma potente voz e belos cabelos cacheados, Daniela é uma interessante escolha para o espetáculo.

Gabriela, um musical consegue compor o nosso imaginário, ativá-lo e transportar o público para o mundo de Ilhéus sem reconstruir ou remontar nada. É pura teatralidade recheada de música brasileira.

FICHA TÉCNICA

GABRIELA, UM MUSICAL

A partir do romance ‘Gabriela, Cravo e Canela’, de Jorge Amado

Adaptação e Direção: João Falcão

Direção Musical: Tó Brandileone

Produção Geral: Almali Zraik

Produtor: Kevin Wallace por Tempo Entertainment

Produtor associado: João Falcão

Com Almério, Bruce de Araujo, Bruno Quixotte, Daniela Blois, Danilo Dal Farra, Eliane Carmo,

Frederico Demarca, Guilherme Borges, Ingrid Gaigher, Isadora Melo, Juliana Linhares, Leo Bahia,

Luciano Andrey, Luísa Vianna, Mauricio Tizumba, Marcel Octavio, Natasha Jascalevich, Rafael

Lorga, Tamirys O’hanna, Thomás Aquino e Vinicius Teixeira.

Músicos: Antonio Loureiro, Danilo Penteado, Edson Santanna, Maria Beraldo Bastos e Rafa Barreto

Colaboração na Adaptação de texto: Adriana Falcão

Arranjos Vocais: Tó Brandileone e Guilherme Borges

Diretora de Arte e Figurinos: Simone Mina

Cenografia: Simone Mina e João Falcão

Coreografia e Preparação Corporal: Lu Brites

Visagismo: Simone Momo e Roger Ferrari

Design de Som: Tocko Michelazzo

Design de Luz: Cesar de Ramires

Diretor Técnico: Rinaldo Marx

Coordenadora de Produção: Martha Lozano

Diretor Assistente: Clayton Marques

Diretora Residente: Sabrina Mirabelli

Preparação Vocal: Rafael Barreiros

Assistente de Diretor Musical: Guilherme Borges

SERVIÇO:

Ministério da Cultura apresenta

GABRIELA, UM MUSICAL

Patrocínio: Alelo

Realização: Caradiboi Arte e Esportes, Tempo Entertainment, em associação com Opus Promoções

e MáquinaMáquina Produções Artísticas.

Temporada de 9 de junho a 7 de agosto

Local: Teatro Cetip – (Rua dos Coropés, 88 – Pinheiros).

Horários: quintas e sextas, às 21h; sábados, às 17h e 21h; domingos às 18h.

Duração: 2 horas 40 minutos em dois atos (com intervalo de 15min).

Ingressos: de R$ 30 (meia-entrada) a R$ 190.

Classificação Etária: Classificação livre. Menores de 12 anos acompanhados dos pais ou

responsáveis legais.

Capacidade: 627 lugares.

Estacionamento terceirizado com manobrista

 

PREÇOS PLATEIA PREMIUM PLATEIA

INTEIRA R$ 160,00 R$ 140,00 R$ 90,00 R$60,00

MEIA R$ 80,00 R$ 70,00 R$45,00 R$ 30,00

QUINTA-FEIRA 21H

INFERIOR

PLATEIA SUPERIOR A PLATEIA SUPERIOR B

SEXTA-FEIRA 21H, SÁBADO 17H E 21H E DOMINGO 18H

PREÇOS PLATEIA PREMIUM PLATEIA

INTEIRA R$ 190,00 R$ 160,00 R$ 130,00 R$ 100,00

PLATEIA SUPERIOR A PLATEIA SUPERIOR B

INFERIOR

MEIA R$ 95,00 R$ 80,00 R$ 65,00 R$ 50,00

 

– Meia-entrada: obrigatória a apresentação do documento previsto em lei que comprove a

condição de beneficiário.

 

Teatro Cetip – De terça a sábado, de 12h às 20h. Domingos, de 13h às 20h (em dias de espetáculo,

a bilheteria funciona até o início da apresentação) – Rua dos Coropés, 88 – Pinheiros

 

Pontos de venda no link

 

Pela Internet: www.ticketsforfun.com.br

Retirada na bilheteria e E-ticket – taxas de conveniência e de entrega.

 

Formas de Pagamento: dinheiro, cartões de crédito American Express ® , Visa, MasterCard,

MasterCard débito, Diners e cartões de débito Visa Electron.

 

Venda a grupos: grupos@t4f.com.br

 

Siga a T4F Musicais nas redes sociais:

facebook.com/t4fMusicais

twitter.com/t4fmusicais

flickr.com/photos/t4fbr

instagram.com/t4fmusicais

BILHETERIA OFICIAL – SEM TAXA DE CONVENIÊNCIA

LOCAIS DE VENDA – COM TAXA DE CONVENIÊNCIA

Kyra Piscitelli

Kyra Piscitelli é jornalista formada pela Universidade Metodista de São Paulo e fez pós-graduação em Globalização e Cultura pela Faculdade de Sociologia e Política de São Paulo (FESPSP). Escreve sobre teatro e arte desde de 2009. Integra os Juris da Associação Paulista de Críticos de Arte (APCA) e do Prêmio Aplauso Brasil. Ávida por conhecimento, se não está em viagem ou estudo, só há um lugar para achá-la: o teatro!

No Comments Yet

Leave a Reply

Seu email não será publicado

*