Crítica: Musical traz com primor o universo romântico e passional de Lupicínio Rodrigues

Nanda Rovere, do Aplauso Brasil (redacao@aplausobrasil.com)

VINGANÇA - O MUSICAL
VINGANÇA – O MUSICAL

SÃO PAULO – Vingança – o Musical fala de amor e inveja e chama a atenção por colocar no palco o universo romântico e dramático de Lupicínio Rodrigues ( que beira o melodramático). Depois de temporada de sucesso no CCBB –SP em 2013, o musical Vingança volta ao mesmo espaço. A ideia de levar ao palco o universo de Lupicínio Rodrigues foi da atriz, cantora e dramaturga Anna Toledo, fã confessa do compositor e o sucesso é grande e merecido.

Teve várias indicações a prêmios teatrais e já recebeu os prêmios de Melhor Direção Musical (Guilherme Terra – Prêmio Bibi Ferreira), Melhor Atriz Coadjuvante (Andrea Marquee – Prêmio CENYM) e Melhor Musical de 2013 (votação popular do Guia da Folha de SP), sendo que ainda concorre ao Prêmio Shell.

As sessões, que acontecem às quartas, quintas e sextas, às 20h, estão sempre esgotadas, com filas de espera, por isso a dica é adquirir os ingressos com antecedência.

O amor, o desejo, a sede de vingança e a inveja dominam as ações dos personagens, que para atingirem os seus objetivos não medem as consequências de seus atos. O final pode ser trágico.

VINGANÇA - O MUSICAL
VINGANÇA – O MUSICAL

A música serve como fio condutor da trama que acontece em vários lugares mas, em especial, num cabaré.

A solidão e a tristeza acompanham os personagens que vivem em permanente tensão. Movimentos corporais ressaltam os momentos mais impactantes.

Nesse sentido, a dança de salão faz parte da linguagem corporal dos atores e delimita os inevitáveis encontros e desencontros.

Em quase duas horas de apresentação, entramos em contato com pérolas da nossa MPB, como Vingança, Volta, Esses moços, Maria Rosa, Nunca, Cadeira vazia, Ela disse-me assim, Foi assim, Nervos de aço, Quem há de dizer, Felicidade e Se acaso você chegasse. Canções eternas que ainda hoje são gravadas e regravadas.

O elenco, formado por Amanda Acosta, Andrea Marquee, Anna Toledo, Jonathas Joba, Leandro Luna e Sérgio Rufino, está em sintonia e é um grande trunfo da montagem, juntamente com a escolha das consagradas músicas de Lupicínio. São artistas de experiência na área de musicais e que brilham em cena.

O talento que possuem para o canto e a interpretação garante a qualidade do espetáculo que apresenta uma direção segura de André Dias, uma encenação dinâmica e que prende a atenção do espectador do começo ao fim.

Sem desmerecer as produções de musicais que trazem para o Brasil os sucessos da  Broadway, montagens que valorizam os nossos artistas são sempre bem-vindas. A excelente receptividade de Vingança, e de outros musicais como Tim Maia, Vale Tudo o musical; Elis, a musical e Cazuza – Pro dia nascer feliz, o Musical (no Rio de Janeiro), prova que há público interessado em  prestigiar musicais que homenageiam estrelas da nossa MPB.

 

Quem quiser levar para casa o registro sonoro do espetáculo pode adquirir o CD, vendido no próprio teatro ( R$20,00)

Ficha Técnica:

 

Canções de Lupicínio Rodrigues (1914 – 1974)

Idealização e texto de Anna Toledo

Direção Geral André Dias

Direção Musical e Arranjos Guilherme Terra

 

Elenco

Amanda Acosta – Maria Rosa

Andrea Marquee – Linda

Anna Toledo – Luzita

Jonathas Joba – Liduíno

Leandro Luna – Alves

Sérgio Rufino – Orlando

Guilherme Terra/ Jonatan Harold – Seu Maestro

 

Músicos em cena: Guilherme Terra ou Jonatan Harold (Piano), Jeferson de Lima (Violão) e Ricardo Berti(Percussão)

Pianista EnsaiadorJonatan Harold

Diretora de Movimento Kátia Barros

Cenário e Figurino Fábio Namatame

Designer de Som Fernando Fortes

IluminaçãoWagner Freire

 

Serviço

Vingança:

Centro Cultural Banco do Brasil

Rua Álvares Penteado, 112. Centro

3113. 3651 / 3113.3652

www.bb.com.br/cultura – www.twitter.com/ccbb_sp – www.facebook.com/ccbbsp

Acessos: Estações Sé e São Bento do Metrô. Praças do Patriarca e da Sé.

Acesso e facilidades para pessoas com deficiência física / Ar-condicionado / Estacionamento: Estapar Estacionamento – Rua da Consolação, 228 (Edifício Zarvos) – (R$ 15,00 pelo período de cinco horas. Necessário carimbar tíquete na bilheteria do CCBB – Van faz o traslado gratuito no trajeto estacionamento – CCBB – estacionamento).

Quartas, Quintas e Sextas às 20h.

Ingressos: R$ 10

Duração: 100 minutos (com 10 minutos de intervalo)

Recomendação: 16 anos

Gênero: musical

Temporada 2014:

De 12 de fevereiro até 18 de abril

Michel Fernandes

Michel Fernandes, graduado em Jornalismo e pós graduado em Direção Teatral., escreveu de 2000 a 2012 críticas de teatro e reportagens para o iG. Em 2002 criou o Aplauso Brasil - www.aplausobrasil.com.br -, site voltado à noticias, resenhas e críticas teatrais, até hoje no ar. Integrante da APCA desde 2004, Michel Fernandes já esteve nas comissões do Prêmio Miriam Muniz, ProAC, Programa de Fomento ao Teatro de São Paulo, emtre outros Em 2012 criou o Prêmio Aplauso Brasil de Teatro. Em 2014 realiza Residência do Aplauso Brasil na SP Escola de Teatro. Em 2015 é crítico convidado da MITsp (Mostra Internacional de Teatro de São Paulo). Em 2016 é membro de comissão julgadora do Proac. Em 2017 faz parte do Conselho Consultivo do CCSP.

No Comments Yet

Leave a Reply

Seu email não será publicado