Crítica: O “marco da Broadway” esbanja teatralidade

Michel Fernandes, do Aplauso Brasil (michel@aplausobrasil.com.br)

"O Rei Leão"
“O Rei Leão”

SÃO PAULO – Êxito de público desde sua estreia nas telas de cinema em 1994, O Rei Leão, 32º longa de animação da Walt Disney Pictures, ganhou sua versão musical em 1997, sob direção de Julie Taymor. Formas cênicas frequentes no teatro oriental – como o uso da linguagem de máscaras, manipulação de bonecos, teatro de sombras, entre outros – aliados aos elementos da cultura africana – como peculiaridades referentes à sonoridades, figurinos etc. – , garantem o alto nível de teatralidade que fez do espetáculo divisor de águas na história do teatro musical norte-americano, mesmo que os fins de uma produção deste porte tenha atentos olhos voltados à bilheteria. Todavia pergunto: que mal há quando o teatro de qualidade torna-se um meio lucrativo? Mais: que mal há se o público aclama o que vê? Ora direis: “ingressos de R$ 50 à R$ 270 elitizam o público que se dirige ao Teatro Renault para assistir O Rei Leão, O Musical, uma franquia, uma reprodução, além do mais, a fórmula destes produtos comerciais só conseguem fazer o publico se entreter e esquecer dos males sociais que devem incitar reflexões nos espectadores”.O REI LEAO 4_posadas - DNG

Concordo que o teatro tem a força e a missão de colocar em pauta assuntos urgentes a serem refletidos- referentes à problemas sociais, éticos etc. – pelo público, mas devemos respeitar àqueles cujo único objetivo é a diversão, e, quando há resultados estéticos que familiarizem o espectador com práticas prenhes de signos teatrais, temos no “comércio” sementes para o benefício das artes cênicas.

Assim é a gênese de O Rei Leão, O Musical, cuja versão exibida no Teatro Renault é franqueada da original de 1997, fruto do contrato de parceria entre a Time For Fun e Disney Theatrical Productions. Se o fato de ser uma franquia diminua seus beneméritos estéticos originais, por outro o ineditismo da versão demonstram quão capazes de executarem a partitura dada são os artistas brasileiros.

Simba (Tiago Barbosa), ao perder o pai, Mufasa (César Mello em cativante interpretação em que consegue dosar a doçura do pai amoroso e a autoridade que o título lhe confere), cai na cilada armada por seu tio, Scar (Osvaldo Mil, cujas destras manobras com a máscara que sobe e desce de sua costela  ajuda a compor um personagem que foge do maniqueísmo recorrente nos vilões), acreditando ser o responsável pela morte do pai, na verdade Mufasa caiu no golpe de Scar, e foge para a floresta deixando caminho livre para que Scar assuma a coroa.

"O Rei Leão"
“O Rei Leão”

Na floresta, conhece Timão (Ronaldo Reis, além de excelente ator mostra plena habilidade na técnica do Bunraku) e o divertido javali Pumba (Marcelo Kablin) tornando-se amigo dos dois e, ao reencontrar Nala (Josi Lopes) e, deois, Rafik (Phindile Mkhize), volta e assume seu lugar.

São destaques da montagem o ator-mirim Matheus Braga, como o jovem Simba, as versões de Gilberto Gil para as canções do espetáculo, a execução precisa dos movimentos capazes de fazer com que se fundam atores e bonecos, a regência exuberante de Vânia Pajares.

Para aqueles que não tem medo de sonhar com uma outra realidade, se entregar a um divertimento para esquecer, nem que por apenas duas horas e meia, a realidade, e consiga comprar uma entrada, vá sem medo. O Rei Leão, O Musical é excelente opção.

APRESENTADO POR BRADESCO SEGUROS E MINISTÉRIO DA CULTURA

COPATROCÍNIO: CIELO

APOIO – SÃO PAULO TURISMO

REALIZAÇÃO: TIME FOR FUN

 

Local:

Teatro Renault

Av. Brigadeiro Luís Antônio, 411 – Bela Vista.

São Paulo – SP

Sessões (Dias e Horários): Quartas, Quintas e Sextas, às 21h, Sábados, às 16h30 e 21h e Domingos, às 15h30 e 20h.

Capacidade: 1.530 lugares.

Assentos: O teatro conta com 16 assentos para deficientes físicos e 11 para pessoas obesas.

Classificação etária indicativa: Livre. Menores de 12 anos: permitida a entrada (acompanhados dos pais ou responsáveis legais).

Estacionamento: O teatro não possui estacionamento próprio.

Ingressos: De R$ 50 a R$ 280

 

QUARTA (21h), QUINTA (21h), DOMINGO (20h)

SETOR PREMIUM R$270

SETOR VIP    R$ 250

PLATEIA A     R$ 220

PLATEIA B     R$ 180

BALCÃO A      R$ 110

BALCÃO B      R$ 50

CAMAROTE   R$ 220

 

SEXTA (21h), SÁBADO (16h30 e 21h) E DOMINGO (15h30)

SETOR PREMIUM     R$280

SETOR VIP    R$ 260

PLATEIA A     R$ 230

PLATEIA B     R$ 190

BALCÃO A      R$ 120

BALCÃO B      R$ 50

CAMAROTE   R$ 230

 

– Meia-entrada: obrigatória a apresentação do documento previsto em lei que comprove a condição de beneficiário.

 

Pré-venda

– Bradesco Cartões

Clientes tiveram 40 dias de pré-venda exclusiva: 20 de outubro a 28 de novembro de 2012;

20% de desconto na compra de ingressos inteiros durante o período de pré-venda;

Parcelamento em até 5x, limitados a 8 ingressos por CPF.

 

Temporada

– Bradesco Seguros

20% de desconto na compra de ingressos inteiros, limitados a 4 ingressos por CPF para clientes Bradesco Seguros, mediante apresentação do cartão de identificação da Seguradora e documento com foto, limitados a 100 ingressos por apresentação e máximo de 20% por setor, apenas na bilheteria do Teatro Renault.

– Bradesco Cartões

20% de desconto na compra de ingressos inteiros durante toda a temporada do espetáculo. Parcelamento em até 3 x, limitados a 6 ingressos por CPF, limitados a 30% de cada setor.

 

– Clientes dos Cartões de Crédito Bradesco e American Express® Membership Cards contam com desconto especial de 20% em ingressos inteiros, e durante toda a temporada, esses clientes contam ainda com parcelamento em até 3 vezes sem juros no cartão.

– Benefício exclusivo válido para compra com American Express® Membership Cards e Cartões de Crédito Bradesco e Bradesco Seguros. Esta Oferta não é valida para cartões de débito, cartões de loja e cartões corporativos e empresariais. American Express Membership Cards integram a linha de Cartões Bradesco. Parcelamento sujeito aos critérios de aprovação e elegibilidade do Banco Bankpar S.A. e Banco Bradesco Cartões.  Vendas limitadas a 8 ingressos por CPF.

– Os descontos não são cumulativos.

– Clientes MasterCard crédito tem benefício exclusivo: MasterCard ShowPass, tecnologia de acesso que carrega o ingresso no próprio cartão para ser utilizado na entrada do show (ou evento). Mais informações, acesse: www.mastercard.com.br/showpass

 

BILHETERIA OFICIAL – SEM TAXA DE CONVENIÊNCIA

Teatro Renault – diariamente, 12h às 20h (em dias de espetáculo, a bilheteria funciona até o início da apresentação) – Av. Brigadeiro Luís Antônio, 411 – Bela Vista

 

LOCAIS DE VENDA – COM TAXA DE CONVENIÊNCIA

 

Pontos de venda no link: premier.ticketsforfun.com.br/content/outlets/agency.aspx

Central Tickets For Fun: por telefone, entrega em domicílio (taxas de conveniência e de entrega) – 4003-5588 (válido para todo o país), das 9h às 21h – segunda a sábado.

Pela Internet: www.ticketsforfun.com.br (entrega em domicílio – taxas de conveniência e de entrega)

 

Formas de Pagamento: dinheiro, cartões de crédito American Express®, Visa, MasterCard, Diners e cartões de débito Visa Electron e Rede Shop.

 

Venda a grupos: (11) 2846-6166 / 6232 – grupos@t4f.com.br

Michel Fernandes

Michel Fernandes, graduado em Jornalismo e pós graduado em Direção Teatral., escreveu de 2000 a 2012 críticas de teatro e reportagens para o iG. Em 2002 criou o Aplauso Brasil - www.aplausobrasil.com.br -, site voltado à noticias, resenhas e críticas teatrais, até hoje no ar. Integrante da APCA desde 2004, Michel Fernandes já esteve nas comissões do Prêmio Miriam Muniz, ProAC, Programa de Fomento ao Teatro de São Paulo, emtre outros Em 2012 criou o Prêmio Aplauso Brasil de Teatro. Em 2014 realiza Residência do Aplauso Brasil na SP Escola de Teatro. Em 2015 é crítico convidado da MITsp (Mostra Internacional de Teatro de São Paulo). Em 2016 é membro de comissão julgadora do Proac. Em 2017 faz parte do Conselho Consultivo do CCSP.