Crítica: Quarteto imperdível no Sesc Pompeia

Michel Fernandes, do Aplauso Brasil (michel@aplausobrasil.com.br)

Drica Moraes e Mariana Lima em "A Primeira Vista"
Drica Moraes e Mariana Lima em “A Primeira Vista”

SÃO PAULO – Duas atrizes (Drica Moraes e Mariana Lima), um diretor (Enrique Diaz) e um autor (Daniel MacIvor). A soma desses quatro excelentes artistas torna A Primeira Vista, em cartaz no Sesc Pompeia, espetáculo imperdível pela simplicidade e refinado humor.

Sócrates disse que “a vida não examinada não merece ser vivida”. Nesse sentido a forma com que Daniel MacIvor, revelado aos brasileiros por Enrique Diaz em In on It, concebeu A Primeira Vista coloca em prática a ideia do filósofo grego: duas mulheres se encontram no palco de um teatro, forrado por uma tela branca – com uma tinta preta borrifada de maneira abstrata – da parede ao fundo até a boca de cena, para representar a própria vida, pelo menos os momentos que marcam seu relacionamento, do modo como se conheceram, as turbulências enfrentadas durante esse período, até o tempo real, indefinido como também o é o aqui e agora.

Drica Moraes e Mariana Lima em "A Primeira Vista"
Drica Moraes e Mariana Lima em “A Primeira Vista”

A meta-teatralidade, a representação da vida das personagens dentro do espaço ficcional, marca do trabalho de qualidade e seriedade indiscutíveis de Enrique Diaz, diretor e um dos criadores da inquietante Companhia dos Atores, parece ter encontrado em Daniel MacIvor sua cara-metade dramatúrgica – desde In on It.

Contando com a excelência do trabalho de duas brilhantes atrizes, Drica Moraes e Mariana Lima, Diaz verticaliza o pilar do teatro: a interpretação, extraindo organicidade das intérpretes que, num registro hiper-naturalista, revelam intimidade superlativa com as personagens, dando o tom certeiro da atuação que parece performance, porque elas se apropriam da lógica das personagens, deixando ao espectador o sabor da reflexão sobre o que é verdade e o que é ficção.

Assistiu A Primeira Vista? Vá, eu recomendo.

A PRIMEIRA VISTA

Gênero: Drama/Comédia
Direção: Enrique Diaz
Com: Drica Moraes e Mariana Lima
Duração: 80 minutos
Classificação: Não recomendado para menores de 14 anos
Texto: Daniel MacIvor

Sesc Pompeia – Teatro

R. Clélia, 93 – Água Branca – Oeste. Telefone: 3871-7700.
Aceita os cartões Amex, Diners, MasterCard, Visa. Ingresso: R$ 6 a R$ 24.

Não aceita cheques. Não tem ar-condicionado. Não vende ingresso pelo telefone. Tem acesso para deficiente. Proibido fumar. Tem local para comer. 356 lugares.

Quando
sexta e sábado: 21h.
domingo: 18h.
Até 26/5.

 

Michel Fernandes

Michel Fernandes, graduado em Jornalismo e pós graduado em Direção Teatral., escreveu de 2000 a 2012 críticas de teatro e reportagens para o iG. Em 2002 criou o Aplauso Brasil - www.aplausobrasil.com.br -, site voltado à noticias, resenhas e críticas teatrais, até hoje no ar. Integrante da APCA desde 2004, Michel Fernandes já esteve nas comissões do Prêmio Miriam Muniz, ProAC, Programa de Fomento ao Teatro de São Paulo, emtre outros Em 2012 criou o Prêmio Aplauso Brasil de Teatro. Em 2014 realiza Residência do Aplauso Brasil na SP Escola de Teatro. Em 2015 é crítico convidado da MITsp (Mostra Internacional de Teatro de São Paulo). Em 2016 é membro de comissão julgadora do Proac. Em 2017 faz parte do Conselho Consultivo do CCSP.