Crítica: Singelo e inventivo jogo sobre a diversidade

Michel Fernandes*, do Aplauso Brasil (Michel@aplausobrasil.com)

ENTRE NÓS
ENTRE NÓS

CURITIBA – Alcançar a simplicidade de emitir uma mensagem ainda espinhosa  como a diversidade sexual é um dos méritos de Entre Nós, dirigida por João Sanches, que utiliza forma sintética e metalinguística para realizar um criativo jogo cênico.

Dois atores e um guitarrista ocupam o palco nu,  delimitado por cenográficos movimentos de luz (também assinada por João Sanches), que ambientam os diferentes espaços em que se passa a peça. Lá eles se apresentam, ou pelo menos apresentam-se como atores que escolhem abordar dramaticamente a diversidade sexual. É, a partir da narrativa sobre a própria criação teatral que se estabelece um divertido jogo inventivo em que os atores se dividem nos diversos personagens que compõem a cena.

Absolutamente concentrada em recursos de interpretação, muito bem defendidos por Anderson Dy Souza e Igor Epifânio, a peça de João Sanches é um retrato divertido dos preconceitos, bullyng & Cia. Que jovens enfrentam ao desfiar o novelo de sua sexualidade.

SAIBA MAIS DA MOSTRA BAIANA http://festivaldecuritiba.com.br/fringe?mostra=Mostra%20Baiana

*Michel Fernandes viajou a convite do Festival de Teatro de Curitiba

Michel Fernandes

Michel Fernandes, graduado em Jornalismo e pós graduado em Direção Teatral., escreveu de 2000 a 2012 críticas de teatro e reportagens para o iG. Em 2002 criou o Aplauso Brasil - www.aplausobrasil.com.br -, site voltado à noticias, resenhas e críticas teatrais, até hoje no ar. Integrante da APCA desde 2004, Michel Fernandes já esteve nas comissões do Prêmio Miriam Muniz, ProAC, Programa de Fomento ao Teatro de São Paulo, emtre outros Em 2012 criou o Prêmio Aplauso Brasil de Teatro. Em 2014 realiza Residência do Aplauso Brasil na SP Escola de Teatro. Em 2015 é crítico convidado da MITsp (Mostra Internacional de Teatro de São Paulo). Em 2016 é membro de comissão julgadora do Proac. Em 2017 faz parte do Conselho Consultivo do CCSP.

No Comments Yet

Leave a Reply

Seu email não será publicado

*