Crítica: Últimos dias para conferir Prof! Profa! no SESC Ipiranga

Nanda Rovere, do Aplauso Brasil (nanda@aplausobrasil.com)

Jandira Martini em solo dirigido por Celso Nunes
Jandira Martini em solo dirigido por Celso Nunes

SÃO PAULO – Prof! Profa!  estreou dia 31 de agosto, no Teatro do SESC Ipiranga. A temporada no SESC vai até 29 de setembro e depois o espetáculo entra em cartaz no Teatro Eva Herz.  Escrito pelo belga Jean-Pierre Dopagne e dirigido por Celso Nunes, o solo é interpretado por Jandira Martini.

Prof! Profa!  é um monólogo instigante, que coloca em discussão os motivos que levaram uma profissional, aparentemente comum e competente, a agir de forma insana.

A personagem conta fatos de sua vida, desde a sua infância, numa conversa informal com o público, que se transforma em ouvinte de uma palestra realizada num teatro, tendo como assunto sua própria trajetória de vida.

O espetáculo demora um pouco para ganhar ritmo, mas no momento em que a profa começa a contar os motivos que a levaram para a prisão, as cenas ficam mais interessantes. A sua fala tem humor e autocrítica.

O stress do cotidiano e a falta de interesse dos alunos, que muitas vezes também podem ser desrespeitosos com o docente, acarretaram problemas psicológicos graves que a levam a um ato de loucura.

"Prof Profa"
“Prof Profa”

A professora não sabe explicar como ela foi capaz de cometer uma ação bárbara, que colocou em risco a vida de todos os seus alunos.

O texto é atual e provoca uma discussão pertinente, que nos remete a diversos fatos ocorridos nos últimos tempos, em que pessoas, de modo inesperado, agiram de modo parecido com o relatado na montagem.

Os fatos foram protagonizados por alunos, mas assim como em Prof! Profa colocam em discussão questões como traços de psicopatia, desrespeito, amor á profissão e  desilusão profissional.

O cenário é formado apenas por mesa e cadeira, como nas salas de aula. O figurino é simples e a iluminação é uma luz acesa sem alterações, deixando a atenção do público voltada para a interpretação de Jandira Martini.

Jandira é uma excelente atriz e merece elogios pelo seu trabalho. Consegue prender a atenção e ótimo desempenho com um texto complexo porque coloca em evidência

Ficha Técnica:
Texto
: Jean Pierre Dopagne.
Direção: Celso Nunes.
Elenco: Jandira Martini.
Cenário e Figurino: Márcio Tadeu.
Iluminação: Wagner Freire.

Trilha Sonora: Dr Morris
Direção de Produção: Fernando Cardoso e Roberto Monteiro.
Realização: Mesa 2 Produções.

Serviço:

Prof! Profa!  – 

Local: SESC Ipiranga
(Rua Bom Pastor, 822 – Ipiranga – São Paulo – SP – Telefone: 11 3340-2000. Acesso para portadores de necessidades especiais). Temporada: De 31 de agosto a 29 de setembro.
Horários: Sábados às 21h e domingo às 18h.
Ingresso: R$ 30,00 – inteira, R$ 15,00 – (usuários matriculados no SESC e dependentes, maiores de 60 anos, estudantes e professores da rede pública de ensino), R$ 6,00 – (trabalhador do comercio e serviços matriculados no SESC e dependentes).
Bilheteria: Ingressos à venda na rede SESCSP a partir de 01/08/2013.
Duração: 85 minutos.
Classificação indicativa: 12 anos.

Michel Fernandes

Michel Fernandes, graduado em Jornalismo e pós graduado em Direção Teatral., escreveu de 2000 a 2012 críticas de teatro e reportagens para o iG. Em 2002 criou o Aplauso Brasil - www.aplausobrasil.com.br -, site voltado à noticias, resenhas e críticas teatrais, até hoje no ar. Integrante da APCA desde 2004, Michel Fernandes já esteve nas comissões do Prêmio Miriam Muniz, ProAC, Programa de Fomento ao Teatro de São Paulo, emtre outros Em 2012 criou o Prêmio Aplauso Brasil de Teatro. Em 2014 realiza Residência do Aplauso Brasil na SP Escola de Teatro. Em 2015 é crítico convidado da MITsp (Mostra Internacional de Teatro de São Paulo). Em 2016 é membro de comissão julgadora do Proac. Em 2017 faz parte do Conselho Consultivo do CCSP.

No Comments Yet

Leave a Reply

Seu email não será publicado

*