Crítica: Um ótimo show musical

Maria Lúcia Candeias*, para o Aplauso Brasil (redacao@aplausobrasil.com.br)

"Milton Nascimento - Nada Será Como Antes - O Musical"
“Milton Nascimento – Nada Será Como Antes – O Musical”

SÃO PAULO – Quem chegar ao Teatro GEO com expectativa de assistir a um teatro musical à Broadway, como costuma fazer a dupla carioca Charles Möeller e Cláudio Botelho, provavelmente, não vai gostar. Não há biografia de Milton Nascimento nem coisas assim em Milton Nascimento – Nada Será Como Antes. Mas há 14 cantores que se alternam no canto e nos instrumentos interpretando o repertório do grande compositor.

Esse contato nos leva a prestar mais atenção nas letras, a grande maioria de Fernando Brant, de modo que, mesmo sabendo que Nada Será Como Antes (título do espetáculo e um dos maiores sucessos do carioca/ mineiro), descobrimos que a maioria delas é linda e engajada.

Confesso que me encantei mais com os homens: Bruno Tessele, Claudio Lins, João Taubkin, Lui Coimbra, Pedro Sol, Rodrigo Ursaia, Sérgio Dalcin e Wladimir Pinheiro. Ao sair levei um susto! . Imagina, o amigo que me acompanhava gostou só das mulheres e achou os homens fracos na cantoria (a meu ver excelente) são elas: Cássia Raquel, Délia Fischer, Estrela Branca, Jules Vandystadt, Marya Bravo e Tatih Köhler.

"Milton Nascimento - Nada Será Como Antes, O Musical"
“Milton Nascimento – Nada Será Como Antes, O Musical”

Estranhei, como muitos outros críticos, apenas dois integrantes negros como Milton. São muito bons: Cássia e Wladimir já citados anteriormente. A equipe de produção, marketing, cenário, figurino é um absurdo, mais de 30 profissionais. Mas com tudo isso, há unidade na direção.

MILTON NASCIMENTO – NADA SERÁ COMO ANTES – O MUSICAL

CHARLES MÖELLER & CLAUDIO BOTELHO Criação e direção   ELENCO: Claudio Lins, Marya Bravo, Délia Fischer, Cassia Raquel, Estrela Blanco, Jules Vandystadt, Lui Coimbra, Pedro Sol, Sergio Dalcin, Tatih Kohler e Wladimir Pinheiro.   DÉLIA FISCHER Arranjos musicais   JULES VANDYSTADT Arranjos vocais   ROGÉRIO FALCÃO Cenografia   CHARLES MÖELLER Figurinos   PAULO CESAR MEDEIROS Iluminação   MARCELO CLARET Design de som   TINA SALLES Coordenação artística   CLAUDIO BOTELHO Direção musical   CHARLES MÖELLER Direção Realização: Möeller & Botelho GEO

Serviço: MILTON – NADA SERÁ COMO ANTES – O MUSICAL Temporada até 26 de maio Sextas, às 21h30. Sábados, às 18h e 21h. Domingos, às 18h. Teatro GEO (Rua Coropés, 88 – Pinheiros. São Paulo) Bilheteria: de segunda a domingo das 12h às 20h ou até o início do espetáculo Formas de pagamento Dinheiro, cartão de crédito e cartão de débito (todos) Telefone (11)3728-4929 ou 4930 E-mail bilheteria@teatrogeo.com.br Vendas por telefone: SHOWCARD Call Center (11)4003-4939 De Segunda a sexta das 09h às 20h e sábado das 09h às 15h Vendas pela internetwww.showcard.com.br Compra sujeita a taxa de conveniência e taxa de entrega Ingressos: R$ 150 (plateia) e R$ 100 (balcão) Classificação: 12 anos Duração: 90 minutos

*Maria Lúcia Candeias, doutora em teatro pela USP, Livre-Docente pela UNICAMP

Michel Fernandes

Michel Fernandes, graduado em Jornalismo e pós graduado em Direção Teatral., escreveu de 2000 a 2012 críticas de teatro e reportagens para o iG. Em 2002 criou o Aplauso Brasil - www.aplausobrasil.com.br -, site voltado à noticias, resenhas e críticas teatrais, até hoje no ar. Integrante da APCA desde 2004, Michel Fernandes já esteve nas comissões do Prêmio Miriam Muniz, ProAC, Programa de Fomento ao Teatro de São Paulo, emtre outros Em 2012 criou o Prêmio Aplauso Brasil de Teatro. Em 2014 realiza Residência do Aplauso Brasil na SP Escola de Teatro. Em 2015 é crítico convidado da MITsp (Mostra Internacional de Teatro de São Paulo). Em 2016 é membro de comissão julgadora do Proac. Em 2017 faz parte do Conselho Consultivo do CCSP.

No Comments Yet

Leave a Reply

Seu email não será publicado

*