Crítica: Uma comédia muito instigante

Maria Lúcia Candeias, doutora em teatro pela USP e Livre Docente pela UNICAMP – (redacao@aplausobrasil.com)

"A Vida Sexual da Mulher  Feia""
“A Vida Sexual da Mulher Feia””

SÃO PAULO – A ideia já é muito exótica, pois é um monólogo que discute A Vida Sexual da Mulher Feia, interpretada por um homem, o tarimbado Otávio Müller. No palco (por aqui mais conhecido na tela da TV) o ator exibe um carisma muito grande. Quando brinca com a personagem ou quando a leva a sério. Ele usa várias roupas femininas e peruca, mas outras vezes se mantém no papel sem qualquer disfarce de sua aparência. É incrível!

O texto é baseado num livro escrito por Claudia Tajes e foi adaptado para teatro por Júlia Spadaccini, ambas desconhecidas de nossos palcos.

A impressão é que tudo dá certo porque a mulher feia e o homem não competem para mostrarem ser atraentes. Partem para uma relação delicada na qual conhecer o par é mais importante do que uma sexualidade tentadora. E, desse modo a relação vai crescendo muito.

"A Vida Sexual da Mulher  Feia""
“A Vida Sexual da Mulher Feia””

A personagem fala muito sobre a parceira ausente, fazendo comentários muitas vezes divertidíssimos, mas em nenhum momento o público fica escutando baixarias.

Há palavrões e outras estórias, mas a nosso ver, tudo com classe e muito humor.

Por essas qualidades o espetáculo com ator nota dez e supervisão daquele que a nosso ver é o maior encenador carioca, Amir Hadad, merece ser visto como aliás já está sendo. Fui na segunda semana e a plateia estava completamente lotada. Está em cartaz no Teatro Folha, de sexta a domingo, no shopping Higienópolis.

Quem gosta de comédia de bom nível não deve perder.

Serviço

A VIDA  SEXUAL DA MULHER FEIA
Sextas, 21h30, sábados 20 e 22h e domingos, 19h30. Até 2 de março.

Teatro Folha (305 lugares)
Shopping Pátio Higienópolis
Avenida Higienópolis, 618 / 2º Piso
Informações: (11) 3823.2323
Aceita cartão de débito e crédito. Não aceita cheque.
Estacionamento R$ 8, por duas horas.

Michel Fernandes

Michel Fernandes, graduado em Jornalismo e pós graduado em Direção Teatral., escreveu de 2000 a 2012 críticas de teatro e reportagens para o iG. Em 2002 criou o Aplauso Brasil - www.aplausobrasil.com.br -, site voltado à noticias, resenhas e críticas teatrais, até hoje no ar. Integrante da APCA desde 2004, Michel Fernandes já esteve nas comissões do Prêmio Miriam Muniz, ProAC, Programa de Fomento ao Teatro de São Paulo, emtre outros Em 2012 criou o Prêmio Aplauso Brasil de Teatro. Em 2014 realiza Residência do Aplauso Brasil na SP Escola de Teatro. Em 2015 é crítico convidado da MITsp (Mostra Internacional de Teatro de São Paulo). Em 2016 é membro de comissão julgadora do Proac. Em 2017 faz parte do Conselho Consultivo do CCSP.

No Comments Yet

Leave a Reply

Seu email não será publicado