Crítica: Uma criança explicando o mundo com grande inteligência

Maria Lúcia Candeias, para o Aplauso Brasil (redacao@aplausobrasil.com.br)

"Festa no Covil"
“Festa no Covil”

SÃO PAULO – Impossível não ter enorme empatia com a criança que se encontra em Festa no Covil, peça dirigida pela atriz Mika Lins, em cartaz às quintas e sextas no Espaço Beta do SESC Consolação. O ator Marcos de Andrade dá vida, com brilhantismo, a Tochtli. Formado em teatro pela UNICAMP, ele faz parte do CPT de Antunes Filho há oito anos, uma espécie de curso de especialização da prática de palco com o diretor mais que consagrado por aqui. Em outras palavras, ele é uma prova evidente de que tanto a faculdade como a experiência no CPT, são dois excelentes caminhos.

Aos poucos, a plateia vai tomando conhecimento da história de Tochtli, único filho do maior traficante de drogas do México. Muito esperto, apesar de viver separado do pai, ele pressente o clima que percebe nos adultos e vai criando um modo de ver o mundo e as pessoas que comenta consigo mesmo.

"Festa no Covil"
“Festa no Covil”

Impossível não se emocionar com o ator e o texto de Juan Pablo Villa Lobos, adaptado para o teatro por Ana Saggese e Mika Lins.

A equipe técnica que a auxilia nessa tarefa contribuindo para que tudo dê certo, conta com nomes como Andre Cortez, que criou discreta cenografia com alguns brinquedos que toda a hora a público pensa que o personagem vai utilizar, e ótima luz de Caetano Vilela.

Para quem gosta de ver espetáculos bem feitos, mas incomuns, não pode perder.

Ficha técnica

Adaptado do original de Juan Pablo Villalobos

Direção:Mika Lins

Elenco: Marcos de Andrade

Tradução: Andreia Moroni

Adaptação: Ana Saggese e Mika Lins

Luz: Caetano Vilela

Cenografia: André Cortez

Música: Mika Lins

Produção Musical: Marcelo Pellegrini

Assistência de Direção: Daniel Mazzarolo

Assistência de Luz e operação: Pâmola Cidrack

Assistência de Cenografia: Carol Bucek

Execução de cenário: Jamelão e equipe Cine Cidade

Esculturas: Gil Verx

Foto programa/divulgação: Fenando Banzi

Assessoria de imprensa: Ofício das Letras – Adriana Monteiro

Produção: Ricardo Grandi

Assistência de produção: Rogério Ferraz

Co‐produção: Cine Cidade

Realização: Iquiririm

 

 

FESTA NO COVIL

SESC Consolação

Rua Dr. Vila Nova, 245.

Até 30/08.

Quintas e sextas, às 20h.

Duração: 60 min. Espaço Beta – 3º andar.

Livre para todos os públicos

R$ R$ 10,00 [inteira]; R$ R$ 5,00 [usuário matriculado no Sesc e dependentes, aposentado, pessoa com mais de 60 anos, pessoa com deficiência, estudante e professor da rede pública com comprovante]e R$ R$ 2,50 [trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo matriculado no Sesc e dependentes]

 

Michel Fernandes

Michel Fernandes, graduado em Jornalismo e pós graduado em Direção Teatral., escreveu de 2000 a 2012 críticas de teatro e reportagens para o iG. Em 2002 criou o Aplauso Brasil - www.aplausobrasil.com.br -, site voltado à noticias, resenhas e críticas teatrais, até hoje no ar. Integrante da APCA desde 2004, Michel Fernandes já esteve nas comissões do Prêmio Miriam Muniz, ProAC, Programa de Fomento ao Teatro de São Paulo, emtre outros Em 2012 criou o Prêmio Aplauso Brasil de Teatro. Em 2014 realiza Residência do Aplauso Brasil na SP Escola de Teatro. Em 2015 é crítico convidado da MITsp (Mostra Internacional de Teatro de São Paulo). Em 2016 é membro de comissão julgadora do Proac. Em 2017 faz parte do Conselho Consultivo do CCSP.

No Comments Yet

Leave a Reply

Seu email não será publicado

*