Crônica: Diana



EM REDE – Olha lá! É Diana, quase nua, quase inteira… aqueles olhos brilhantes… quem não lhe desejaria? Homens, mulheres, sentinelas, patrulheiros…
Lembrei-me do chefe que disse para os seus funcionários:
“Quem olhar pra ela perde o emprego!”

Ah!Ah!Ah!
Que filho da puta! Punheteiro! Empata foda!
Ninguém conseguese defender de uma mandiga como essa. Praga de chefe é foda. Pega mesmo. Principalmente nas horas extras e no salário.
“Agora é comigo”, disse o velhaco esfregando as mãos.
“Vamos lá, chama a menina que eu quero falar com ela.”

Nada é mais brasileiro do que isso! Sei lá… Parece que está arraigado no sangue.
Trouxa!
A beleza é uma dádiva que nem todos sabem apreciar.
Qual é a dele? Vai encarar a menina?

Duvido chegar nela por vontade própria. Sem apelar, sem usar sua influência.
Já vi sapo virar príncipe em contos de fada, mas nunca ouvi dizer que um chefe teve a mesma sorte.
Ele é só o cara que não sai de cima, que fica se esfregando, que inventa ocasiões para ir com ela a qualquer lugar, que marca reuniões privadas e fora do horário, que lhe dá promoção e aumento de salário.
Nada mais do que isso!

E eu fico aqui, só observando tudo e me perguntando:
Quem vai ter a coragem de dizer para esse “trouxa” que a menina só sente atração por pessoas do mesmo sexo?

No Comments Yet

Leave a Reply

Seu email não será publicado

*