Mostra Ave Lola conta com música de um dos principais compositores de teatro do mundo

 Da Redação do Festival de Teatro de Curitiba

Espetáculos, bate-papos e exposição fazem parte da programação

CURITIBA – As mostras especiais do Fringe, programação que integra o Festival de Curitiba, estão cada vez mais ganhando destaque. Este ano, bateram recorde: são 11 no total, sendo sete são inéditas. Entre estas está a Mostra Ave Lola, que vai apresentar espetáculos, exposição, bate-papos e oficinas de 27 de março a 6 de abril.

A Ave Lola Espaço de Criação, no bairro São Francisco, é o local que vai receber toda a mostra da companhia de mesmo nome.  A equipe que dirige o local, formada por profissionais de teatro, audiovisual e música, busca preservar a noção de coletividade por meio de um trabalho realizado em equipe.

“A mostra nasceu do desejo de compartilhar com as pessoas um pouco do nosso processo artístico e o resultado do trabalho. Acreditamos que assim podemos contribuir com a formação de plateia e, como um cidadão só se vincula com aquilo que conhece, faremos também encontros para bate-papo e oficina”, diz a responsável pela mostra, Ana Rosa.

O espetáculo “O Malefício da Mariposa” abre a programação. “É uma comédia com teatro de bonecos humilde e inquietante, das que querem arranhar a lua e arranham o próprio coração”, diz Ana. Outra peça que o grupo apresenta é “Tchekhov”, de 3 a 6 de abril. O espetáculo se desenvolve em dois atos. Os encenadores Dantchenko e Stanislavski travam uma incansável busca por novos caminhos para a encenação teatral. Provocados pela dramaturgia de Anton Tchékhov, os criadores do Teatro de Arte de Moscou geraram mudanças que reverberam e influenciam o teatro até os dias de hoje e estão presentes neste espetáculo da mostra Ave Lola.

 

Conforme Ana, os espetáculos da Ave Lola contam com a música de um dos principais compositores de teatro do mundo, JJ Lemêtre. “Ele é o músico do Thèâtre du Soleil. A trilha sonora de “Tchekhov” é executada ao vivo e foi composta pelo Lemêtre em terras curitibanas. Ele esteve conosco por mais de um mês e compôs durante o processo de montagem, nos ensaios. Isso foi uma honra enorme.”

 

Oficinas e conversas

 

A partir de 31 de março, haverá uma oficina de máscaras balinesas ministrada por Fabianna de Mello e Souza, resultado do seu trabalho com a trupe francesa Théâtre du Soleil. Seguindo na mesma linha, Fabianna fará um bate-papo no dia 2 contando um pouco mais do uso das máscaras no desenvolvimento do jogo do ator, na improvisação e no registro da representação épica. No encontro, serão abordadas ainda questões relativas às tradições ancestrais do continente asiático, o sentido de teatralidade e disciplina que orienta os processos de criação coletiva de sua companhia.

 

Já no dia 3 é a vez da Mesa Russa, cuja proposta é que os artistas de “Tchekhov” falem de sua experiência na difícil tarefa de adentrar uma Rússia de outros tempos, com verdade e poesia.

 

Exposição

 

As fotografias do artista José Tezza estarão expostas no Ave Lola de 31 de março a 6 de abril. Há dois anos, o fotógrafo está acompanhando o processo da companhia. O resultado é um acervo sensível e poético dos momentos de  intimidade do ator em busca do personagem.

 

Programação

Espetáculo “O Malefício da Mariposa”

Datas: 27 a 30 de março

Horários: 19h

Local: Ave Lola Espaço de Criação (Rua Portugal, 339)

 

Oficina de Máscaras Balinesas

Ministrante: Fabianna de Mello e Souza

Data: 31 de março a 3 de maio

Horário: dia 31 das 14h às 18h – 1, 2 e 3 de abril das 9h às 13h

Local: SESC Paço da Liberdade

 

Bate-papo com Fabianna de Mello e Souza

Data: 2 de abril

Horário: 15h

 

Espetáculo “Tchekhov”

Datas: 3 a 6 de abril

Horários: 19h

Local: Ave Lola Espaço de Criação (Rua Portugal, 339)

 

Mesa Russa

Data: 3 de abril

Horário: 14h

Local: Ave Lola Espaço de Criação (Rua Portugal, 339)

 

Exposição de Fotografias do artista José Paulo Tezza do espetáculo “Tchekhov”

Data: 31 de março a 6 de abril

Horário: a partir das 14h

Local: Ave Lola Espaço de Criação (Rua Portugal, 339)

 

Site:             http://festivaldecuritiba.com.br/

Michel Fernandes

Michel Fernandes, graduado em Jornalismo e pós graduado em Direção Teatral., escreveu de 2000 a 2012 críticas de teatro e reportagens para o iG. Em 2002 criou o Aplauso Brasil - www.aplausobrasil.com.br -, site voltado à noticias, resenhas e críticas teatrais, até hoje no ar. Integrante da APCA desde 2004, Michel Fernandes já esteve nas comissões do Prêmio Miriam Muniz, ProAC, Programa de Fomento ao Teatro de São Paulo, emtre outros Em 2012 criou o Prêmio Aplauso Brasil de Teatro. Em 2014 realiza Residência do Aplauso Brasil na SP Escola de Teatro. Em 2015 é crítico convidado da MITsp (Mostra Internacional de Teatro de São Paulo). Em 2016 é membro de comissão julgadora do Proac. Em 2017 faz parte do Conselho Consultivo do CCSP.

No Comments Yet

Leave a Reply

Seu email não será publicado

*