Curta temporada: Deslocando de maneira farsesca a Ditadura para os dias atuais, Roda Morta volta em cartaz

SÃO PAULO – Após a temporada de estreia em outubro de 2018, Roda Morta, da cia. Teatro do Perverto, reestreia em janeiro de 2019. De 24 de janeiro a 03 de fevereiro, a companhia faz temporada no TUSP (R. Maria Antonia,294, Vila Buarque), e de 07 a 23 de fevereiro, no teatro Pequeno Ato, onde estreou no ano passado.

Com os atores Biagio Pecorelli, Felipe Carvalho, Ines Bushatsky, Mariana Marinho, Pedro Massuela e o ator substituto Mau Machado, dirigidos por Clayton Mariano apartir do texto de João Mostazo, e com trilha sonora original composta por Gabriel Edé, o espetáculo é o terceiro trabalho da Cia. Teatro do Perverto. Na temporada de estreia, de outubro a novembro de 2018, a peça teve excelente repercussão crítica e de imprensa e casa cheia ao longo de toda a temporada.

O espetáculo trabalha com clichês do período da ditadura militar como luta armada, perseguição política e violência de Estado, colocando-os em perspectiva diante da crise atual em chave farsesca. Na trama, um grupo de militantes deslocado no tempo decide sequestrar um ex-torturador que está em coma em uma clínica para pacientes com Alzheimer.

Sem compromisso documental e com uma trama não linear, em que a saltam as contradições e incoerências dos discursos das personagens, a montagem, que tem direção de Clayton Mariano, diretor e ator do grupo Tablado de Arruar, se apropria do gênero farsesco, por vezes beirando o esdrúxulo, com referências que vão do Cinema Marginal brasileiro até o teatro do diretor alemão Frank Castorf, abusando da teatralidade. A interpretação tem excessos de representação que parecem ir na contramão da onda performativa que figura no teatro paulista dos últimos anos.

Na segunda temporada, o grupo ocupa entre janeiro e fevereiro dois teatros no centro de São Paulo,a Sala Multiuso do TUSP, na rua Maria Antônia, e o Pequeno Ato.

Ficha técnica

Texto: João Mostazo
Direção: Clayton Mariano
Elenco: Biagio Pecorelli, Felipe Carvalho, Ines Bushatsky, Mariana Marinho, Pedro Massuela
Direção Musical: Gabriel Edé
Cenografia: Fernando Passetti
Luz: Clayton Mariano
Figurinos: Lídia Ganhito e Maria Rosalem
Arte Gráfica: Lídia Ganhito
Produção Executiva: Gilberto Ferreira
Direção de Produção: Lídia Ganhito e Maria Rosalem
Produção de Arte: Lídia Ganhito e Maria Rosalem
Realização: Cia. Teatro do Perverto

Serviço

Roda Morta
De 24 de janeiro a 03 de fevereiro de 2019

Quinta a sábado, às 21h e domingos, às 20h

Onde: TUSP | Centro Universitário Maria Antônia | sala Multiuso

R. Maria Antônia, 294, Vila Buarque

Quanto: R$ 30 (R$15 meia) – 70 lugares (venda na bilheteria, no dia da apresentação, e online antecipada no sute www.sympla.com)

De 07 a 23 de fevereiro de 2019
Quinta a sábado, 21h
Onde:
Teatro Pequeno Ato – R. Dr. Teodoro Baima, 78, Vila Buarque
Quanto: R$ 40 (R$ 20 meia) – 40 lugares (venda na bilheteria, no dia da apresentação, e online antecipada no site sympla.com.br)


Duração: 70 min. | Classificação: 16 anos.

No Comments Yet

Leave a Reply

Seu email não será publicado