SÃO PAULO – Uma reflexão sobre a diversidade é o mote principal do espetáculo Olhares dos Sapatos da Cia Dança Sem Fronteiras, que estreia dia 5 de outubro, sexta-feira, às 19 horas, na Sala Pascoal Carlos Magno do Teatro Sérgio Cardoso. Com uma dramaturgia provocativa e lúdica, com personagens sapatos, cada qual com suas características e movimentações, a coreografia de Fernanda Amaral, que também assina a direção, é destinada para todos os públicos.

O espetáculo dá continuidade dá continuidade a pesquisa da companhia que acolhe as habilidades e potencialidades de seus bailarinos e investiga a ressignificação de objetos cotidianos e de auxílio a mobilidade criando uma poética de movimento. Com sete bailarinos, a montagem terá uma versão para teatros e outra para espaços abertos e rodará a cidade de São Paulo, com 18 apresentações em CEUS, parques e praças.

A Cia Dança Sem Fronteiras trabalha com a dança como um território que representa, respeita e entende o sujeito com suas singularidades. Olhares dos Sapatos integra o projeto Dança Sem Fronteiras e suas Interlocuções com a Cidade, contemplado pela 23º edição de Fomento à Dança para a cidade de São Paulo, que entre as atividades conta com Jams de dança, oficinas e residências artísticas.

Sapatos viram personagens

Olhares dos Sapatos  apresenta três personagens centrais: O Senhor Andador, narrador que leva consigo um andador no qual transporta sapatos, a memória do andar, inúmeras histórias e a poesia de percorrer o mundo todo; a Dona Sapateira, mulher sábia que com seu jeito peculiar de mover transporta inúmeros sapatos de todos os tipos e o Matraca, que se locomove dentro de uma caixa de engraxate feita em cima de um skate, e com sua curiosidade observa o mundo e as movimentações dos sapatos a sua volta.

Ao entrar no teatro, o público encontra no palco uma instalação com uma mala armário, de onde saem muitas linhas conectadas a vários sapatos e na frente do palco um pequeno monte de sapatos usados. Por esse cenário desfilam vários personagens, como Sapa-Diva (sapato diva) que não pode colocar o pé no chão e por isso usa muletas; os Sapatos com Olhos que ajudam a caminhada de quem têm baixa visão, o Sapato News que transmite as notícias do mundo, os Sapatos Pés e os Boca de Sapato, entre outros.

O elemento sapato apareceu no trabalho da Cia Dança Sem Fronteiras pela primeira vez sutilmente no espetáculo, Frestas do Olhar em 2017.

A Jam de Dança para Todos, volta acontecer na Oficina Cultural Oswald de Andrade nos dias 29 de setembro, 27 de outubro e 24 de novembro, sábados, às 11 horas, sempre conduzida pela coreógrafa e bailarina Fernanda Amaral com a participação do elenco da Cia.

Residência com a Cia Dança sem Fronteiras

De 1º a 22 de outubro, segundas-feiras, das 13h30 às 16h30, na Oficina Cultural Oswald de Andrade, a Cia. A residência é uma oportunidade de vivenciar o trabalho e pesquisa da Cia e trabalhar com a técnica DanceAbility, dança-teatro e improvisação para a criação coreográfica que acolhe a diversidade dos intérpretes.  A residência é gratuita e aberta aos interessados em dançar com a Cia, adultos com ou sem deficiência.

As inscrições devem ser feitas pelo endereço dancasemfronteiras@gmail.com. No dia 27 de outubro, sábado, às 10 horas, acontece a apresentação de uma intervenção resultado da residência com todos participantes e bailarinos da Cia.

Agenda apresentações Olhares dos Sapatos:

 

Outubro

Dia 16 às 15h – CEU Inácio Monteiro

Dia 25 às 15h – CEU Navegantes

Dia 26 às 15h – Casa de Cultura Freguesia do Ó

Dia 29 às 15h – CEU São Mateus

 

Novembro

Dia 3 às 15h – MAM – Museu de Arte Moderna (Parque do Ibirapuera)

Dia 12 às 15h – CEU Butantã

Dia 23 às 15h – CEU Jambeiro

www.youtube.com/patuadanceAbility

 

 

Serviço:

OLHARES DOS SAPATOS – De 5 a 7 de outubro, sexta-feira às 19 horas, sábado às 14 horas e domingo às 16 horas, na Sala Pascoal Carlos Magno do Teatro Sérgio Cardoso. Coreografia e Direção – Fernanda Amaral. Bailarinos – Ana Mesquita, Fernanda Amaral, Gabriel Domingues, Gustav Coubert, Lucineia Felipe dos Santos, Maiara Roquetti e Rafael Barbosa. Trilha Sonora –  Divan Gattamota . Figurino e Cenário – Kleber Montanheiro. Iluminação – Alexandre Zulu. Produção – MoviCena Produções.Assessoria de Imprensa – Nossa Senhora da Pauta. Desenho Gráfico – Sofia Sterzi. Fotos – Ricardo Pimentel.  Duração – 60 minutos. Ingressos – R$ 5,00 (preço único). Livre.

 

TEATRO SÉRGIO CARDOSO – Sala Paschoal Carlos Magno. Rua Rui Barbosa, 153 – Bela Vista. Informações – (11) 3288-0136. Capacidade – 144 lugares.