Delicada, divertida e instigante, assim é A Garota do Adeus

Maria Lúcia Candeias*, especial para o Aplauso Brasil (aplausobrasil@aplausobrasil.com)

"A Garota do Adeus"

SÃO PAULO – Reunir essas qualidades num mesmo texto teatral não é pra qualquer um, mas é simples para Neil Simon, o campeão dos sucessos na Broadway. Nascido em 1927 escreveu peças como Estranho Casal e Hairspray, seus sucessos mais recentemente montados por aqui. Agora chega A Garota do Adeus. Peça que merece, como quase todas as obras (Descalços no Parque e Jesus Cristo Superstar, entre outras da enorme coleção do autor, o título que escolhemos para esse artigo.

O enredo trata de uma senhora Paula, abandonada pelo marido, o qual simplesmente subloca a própria casa, onde ela e a filha moram. Fazer o que? Era ele quem tinha assinado o contrato!

O responsável pela ótima adaptação é Edson Fieschi quem, também, interpreta o novo locatário com brilho e tem que se acertar com a protagonista Paula, a cargo da maravilhosa Gabriela Duarte, cuja filha Júlia Gomes de tenra idade, promete ser uma futura Fernanda Montenegro.

Edson Fiesch e Gabriela Duarte dividem o palco em peça de Niel Simon

Em papeis secundários Nilton Bicudo ( que está dando um verdadeiro show em Coisa de Louco, peça nova de Fauzi Arap)  e Clara Garcia, quem interpreta uma bailarina- atriz de maneira convincente.

Além de emplacar na direção de elenco, Elias Andeato está bem cercado de profissionais experientes: o cenário é de José Dias, o figurino de Fábio Namatame . A luz é do famoso produtor Mário Martini que surpreende quem não o conhecia por esse dom.

Por essas e outras não deixe de ver. É mais um grande acerto do Teatro Renaissance que não costuma errar no repertório, em cartaz às sextas (21h30) sábados (21h) e domingos (18h).

Ficha técnica:

Texto: Neil Simon.

Adaptação: Edson Fieschi.

Direção: Elias Andreato.

Elenco: Gabriela Duarte, Edson Fieschi, Nilton Bicudo, Clara Garcia e Julia Gomes.

Iluminação: Mário Martini.

Cenário: José Dias.

Figurino: Fábio Namatame.

Produção Geral: Luciano Borges.

Serviço:

A Garota do Adeus

Teatro Renaissance.

Alameda Santos, 2233 – Jardins – São Paulo. Temporada: sextas, às 21h30, sábados, às 21h e domingos, às 18h. Classificação: 10 anos.

Preços: sextas R$ 70, sábados e domingos R$ 80.  Capacidade do teatro: 462 lugares. Duração: 90 minutos. Até 5 de agosto. Vendas por telefone e internet: Ingresso Rápido

*Maria Lúcia Candeias, doutora em teatro pela USP, Livre Docente pela UNICAMP.

Michel Fernandes

Michel Fernandes, graduado em Jornalismo e pós graduado em Direção Teatral., escreveu de 2000 a 2012 críticas de teatro e reportagens para o iG. Em 2002 criou o Aplauso Brasil - www.aplausobrasil.com.br -, site voltado à noticias, resenhas e críticas teatrais, até hoje no ar. Integrante da APCA desde 2004, Michel Fernandes já esteve nas comissões do Prêmio Miriam Muniz, ProAC, Programa de Fomento ao Teatro de São Paulo, emtre outros Em 2012 criou o Prêmio Aplauso Brasil de Teatro. Em 2014 realiza Residência do Aplauso Brasil na SP Escola de Teatro. Em 2015 é crítico convidado da MITsp (Mostra Internacional de Teatro de São Paulo). Em 2016 é membro de comissão julgadora do Proac. Em 2017 faz parte do Conselho Consultivo do CCSP.

1 comentário
  1. cuja filha Júlia Gomes de tenra idade, promete ser uma futura Fernanda Montenegro. Como destruir uma carreira, colocando uma responsabilidade de anos de teatro numa jovens atriz, a comparação não faz jus á ambas! Vamos parar de comparações cada ser humano é unico, ai reside a beleza!

Leave a Reply

Seu email não será publicado

*