Denise Fraga lidera elenco da peça Sem Pensar

Denise Fraga e Kiko Marques em "Sem Pensar"

Maurício Mellone, para o site Favo do Mellone, parceiro do Aplauso Brasil (aplausobrasil@aplausobrasil.com)

Liderado pela atriz Denise Fraga, Sem Pensar, peça de Anya Reiss, marca a primeira direção teatral do cineasta Luiz Villaça, traz no elenco Kiko Marques, Júlia Novaes, Kauê Telloli e Virgínia Buckowski nos papéis centrais.

O que poderia ser uma virtude — escrever uma peça aos 17 anos —, no meu entender, é um mero exercício adolescente. Uma garota com menos de 20 anos não tem vivência (não se pode exigir isso dela) e muito menos experiência de uma relação amorosa.

No entanto, é exatamente isso que Anya Reiss, nascida em Londres em 1991, faz em Spur of the Moment, traduzida aqui por Sem Pensar. Aos 17 anos ela escreveu esse texto, que relata o final de semana em que Delilah (Júlia Novaes) completará 13 anos. Ao lado das brincadeiras de suas três amigas, a menina assiste a verdadeiros rounds de luta verbal entre seus pais, ao mesmo tempo em que se apaixona por Daniel (Kauê Telloli), um rapaz que aluga um quarto de sua casa. O casal Vicky e Nick (Denise e Kiko) não consegue superar uma traição cometida pelo marido e as brigas são constantes; eles nem percebem que a filha vive um momento especial: além de deixar o mundo infantil, Delilah vive seu primeiro amor, mas não se dá conta que a diferença de idade entre ela e o rapaz pode causar problemas sérios.

Com um cenário criativo de Valdy Lopes (o sobrado em recorte vertical não tem paredes, apenas caibros delimitando os espaços), a trama não aprofunda as questões apresentadas. Se a intenção da autora era fazer uma crítica à estrutura familiar, o público sai frustrado do espetáculo, pois a discussão restringe-se à superfície: a crise conjugal não dá sinais de término e o drama de Daniel (ter se envolvido com uma garota de 13 anos) parece que é vivido só pelo personagem, não se materializa.

A iniciativa de Luiz Villaça em partir para a direção teatral é válida, pena que sua estreia se dá com um texto despretensioso e raso. Já Denise Fraga, uma das grandes atrizes de sua geração, que sabe muito bem modular comédia e drama, tem a árdua tarefa de dar vida a uma destemperada mulher traída e insensível. Tanto talento desperdiçado a um personagem menor.

Fotos: João Caldas

Teatro Tuca
(672 lugares)

Rua Monte Alegre, 1024 – Perdizes
Vendas pela internet: www.ingressorapido.com.br

Vendas pelo telefone: 4003.1212
Bilheteria: terças a quintas das 14h às 20h; sexta a domingo das 14h até o início do espetáculo.

Aceita dinheiro e cartões de débito. Cartões de crédito somente por telefone ou internet.

Estacionamento – Rua Monte Alegre, 835
Sexta e Sábado às 21h30. Domingo às 19h.

Ingressos: Sexta R$ 40 / Sábado R$ 60 / Domingo R$ 40

Duração: 100 minutos

Recomendação: 10 anos

Até 31 de julho.

Michel Fernandes

Michel Fernandes, graduado em Jornalismo e pós graduado em Direção Teatral., escreveu de 2000 a 2012 críticas de teatro e reportagens para o iG. Em 2002 criou o Aplauso Brasil - www.aplausobrasil.com.br -, site voltado à noticias, resenhas e críticas teatrais, até hoje no ar. Integrante da APCA desde 2004, Michel Fernandes já esteve nas comissões do Prêmio Miriam Muniz, ProAC, Programa de Fomento ao Teatro de São Paulo, emtre outros Em 2012 criou o Prêmio Aplauso Brasil de Teatro. Em 2014 realiza Residência do Aplauso Brasil na SP Escola de Teatro. Em 2015 é crítico convidado da MITsp (Mostra Internacional de Teatro de São Paulo). Em 2016 é membro de comissão julgadora do Proac. Em 2017 faz parte do Conselho Consultivo do CCSP.

10 Comentários
  1. Hoje ouvi na rádio Jovem Pan, Denise Fraga falando sobre a Peça, e fiquei com muita vontade de ver, moro em Vitória/ES e gostaria de saber se já existe uma Programação em outras capitais. Sds,

  2. achei a peça muito boa…
    fui com o passeio da escola Simon bolívar,com o 2°d e 2°e.
    adoramos a peça,e gostaríamos muito de estar voltando a ver outras peças no teatro.

  3. Achei o texto ok e atuação de Denise Fraga genial, já o cenário faltou a pergunta? O que supérfluo e necessário nesta composição? O público não precisa imaginar NADA… acho que Luiz Villaça acabou trazendo isso um pouco do cinema !! Vale a pena conferir e ver tudo com os próprios olhos.

  4. Pior peça de teatro q já vi! O texto é fraco, cansativo e sem emoção! Acho q deveria ser reavaliado. Deveriam mudar a parte q falam sobre filmes piratas. Pode ser entendido como apologia! Não Índico mesmo! Se quiserem assistir uma peça ótima, indico Ensina-me viver de Gloria Menezes.

  5. Mas gostaria de saber a idade de Daniel(na peça). Obrigado !

    Achei o texto ok e atuação de Denise Fraga genial, já o cenário faltou a pergunta? O que supérfluo e necessário nesta composição? O público não precisa imaginar NADA… acho que Luiz Villaça acabou trazendo isso um pouco do cinema !! Vale a pena conferir e ver tudo com os próprios olhos.

  6. Assisti ontem em Paulínia a peça Sem Pensar e achei-a muito boa (teatro lotado). Acima de tudo me impressionou a forma delicada, gentil e carinhosa como a própria Estrela nos acolheu, Tenho uma frequencia razoável nos teatros de Campinas, S.Paulo e acompanho todos os festivais de cinema em Paulinia desde a inauguração do teatro e NUNCA vi um artista com a simplicidade, gratidão e sem estrelismo (embora ela brilhe como uma estrela) da Denise. Ameeeeiiii e recomendarei o quanto puder. Parabéns

Leave a Reply

Seu email não será publicado

*