Denise Fraga volta ao TUCA em peça de adolescente

Michel Fernandes, especial para o Diário de São Paulo (Michel@aplausobrasil.com)

Texto publicado na edição impressa de 14/05/2011

Ano passado, a atriz Denise Fraga encabeçava o elenco do premiado espetáculo A Alma Boa de Setsuan, de Bertolt Brecht, que cumpriu quase um ano de temporada popular na sala principal do TUCA, Teatro da Universidade Católica (a PUC). Na última sexta-feira (13) ela subiu ao mesmo palco com sua nova peça: Sem Pensar, da adolescente (ela tinha 17 anos quando sua peça de estreia, em 2010, chamou a atenção do público e da crítica que lotou o Royal Court Theatre) inglesa Anya Reiss, dirigida pelo cineasta Luiz Villaça, com quem é casada.

Apesar das pessoas imaginarem que a peça é autobiográfica, ela explica que não, “são apenas situações pelas quais ela passou”, conta a atriz Denise Fraga quem vive Vickie, a mãe. Fraga credita à idade da autora o recorte da adolescência com propriedade.

“Ela sabe o que fala com conhecimento de causa total”, afirma.

A trama gira em torno do cotidiano de uma família com os típicos problemas do dia-a-dia. Vickie (Denise) e Nick (Kiko Marques) são os pais de Delilah (Julia Novaes), às vésperas de completar 13 anos, que cai de amores por Daniel (Kauê Telolli), rapaz de 20 e poucos anos, inquilino do casal. Os pais de Delilah vivem em “constante crise”, adianta a atriz, e no dia em que Delilah completará 13 anos de idade, os dois levam um susto quando a filha conta que tem um namorado.

“Quando isso acontece Vickie não acredita, porque seu primeiro beijo foi só quando tinha 14 anos”, diz Denise Fraga.

O ator Kiko Marques aponta que a sexualização das meninas e meninos “se dá cada vez mais cedo” e o ator Kauê Telolli, 23, afirma que os paradigmas dos pré e adolescentes de hoje são bem diferentes dos sua geração sejam bem diferentes.

“Apesar do curto  espaço de tempo entre as duas gerações, as diferenças são enormes, como se, num período menor, os adolescentes tivessem adquirido mais experiência”, finaliza Kauê.

Será que esse namorado existe mesmo? Será que é o Daniel? O que acontecerá quando Carol (Virgínia Buckovski), namorada de Daniel, chegar para passar uns dias com o rapaz?

Essas e outras perguntas são reveladas apenas aos espectadores de Sem Pensar, um interessante retrato familiar captado pelas lentes de uma autora que pulsa verdade em seu texto.

VEJA TAMBÉM  Making of de Sem Pensar em seis episódios

CLIQUE AQUI para saber mais.

Teatro Tuca
(672 lugares)

Rua Monte Alegre, 1024 – Perdizes
Vendas pela internet: www.ingressorapido.com.br

Vendas pelo telefone: 4003.1212
Bilheteria: terças a quintas das 14h às 20h; sexta a domingo das 14h até o início do espetáculo.

Aceita dinheiro e cartões de débito. Cartões de crédito somente por telefone ou internet.

Estacionamento – Rua Monte Alegre, 835
Sexta e Sábado às 21h30. Domingo às 19h.

Ingressos: Sexta R$ 40 / Sábado R$ 60 / Domingo R$ 40

Duração: 100 minutos

Recomendação: 10 anos

Temporada: de 13 de maio a 31 de julho.

Michel Fernandes

Michel Fernandes, graduado em Jornalismo e pós graduado em Direção Teatral., escreveu de 2000 a 2012 críticas de teatro e reportagens para o iG. Em 2002 criou o Aplauso Brasil - www.aplausobrasil.com.br -, site voltado à noticias, resenhas e críticas teatrais, até hoje no ar. Integrante da APCA desde 2004, Michel Fernandes já esteve nas comissões do Prêmio Miriam Muniz, ProAC, Programa de Fomento ao Teatro de São Paulo, emtre outros Em 2012 criou o Prêmio Aplauso Brasil de Teatro. Em 2014 realiza Residência do Aplauso Brasil na SP Escola de Teatro. Em 2015 é crítico convidado da MITsp (Mostra Internacional de Teatro de São Paulo). Em 2016 é membro de comissão julgadora do Proac. Em 2017 faz parte do Conselho Consultivo do CCSP.

No Comments Yet

Leave a Reply

Seu email não será publicado

*