Dias de Campo Belo substitui O Girador

Michel Fernandes, do Aplauso Brasil (michel@aplausobrasil.com)

 

DIAS DE CAMPO BELO - Crédito Thais Polimeni
DIAS DE CAMPO BELO – Crédito Thais Polimeni

SÃO PAULO – Por conta de recomendação médica, a atriz Beatriz Barros, vítima de acidente de trânsito na última sexta-feira, deverá ficar por algumas semanas em repouso absoluto o que impede a continuidade da temporada de O Girador, mas O Pequeno Teatro de Torneado, a partir de amanhã, no Espaço dos Parlapatões, apresenta Dias de Campo Belo, outro espetáculo de seu repertório.

DIAS DE CAMPO BELO - CRÉDITO Beatriz Barros
DIAS DE CAMPO BELO – CRÉDITO Beatriz Barros

Com drama­turgia e direção de William Costa Lima, Dias de Campo Belo propõe uma investigação das relações e do universo masculino.

O projeto conta com a supervisão artística de Luís Fernando Marques, do Grupo XIX de Teatro, e teve sua pré-estreia na mostra Fringe, do Festival de Teatro de Curitiba 2009.

DIAS DE CAMPO BELO - CRÉDITO Beatriz Barros
DIAS DE CAMPO BELO – CRÉDITO Beatriz Barros

Dias de Campo Belo conta a história de uma jornada interior, um passeio pelas memórias e sonhos de personagens masculinos que, por al­guns instantes, tentam modificar o curso de sua existência e colocar em relevo tudo o que passou despercebido. Entre as estações e lugares que o espetáculo percorre, o carnaval é uma delas.

DIAS DE CAMPO BELO - CRÉDITO Beatriz Barros
DIAS DE CAMPO BELO – CRÉDITO Beatriz Barros

“Amigos, irmãos, primos, pais e avós que, em seus tantos encontros ao longo da vida, tentam voltar às suas raízes e reafirmar pactos, sem perceber a força social e histórica que age sobre as rupturas e pequenas ditaduras cotidianas”, diz William Costa Lima.

 

FICHA TÉCNICA

Espetáculo: Dias de Campo Belo

Dramaturgia e Direção:

William Costa Lima

Atores criadores:

Bruno Lourenço e William Costa Lima

Supervisão artística:

Luis Fernando Marques

Assistente de direção:

Beatriz Barros

Cenário, iluminação:

William Costa Lima

Figurinos:

Marina Yohara:

Adereços:

Aguida Aguiar

Iluminador:

Renan Almeida

Cenotécnico:

Guilherme Valdoski

Programação visual:

Victor Bittow

Produção:

Beatriz Barros e Aguida Aguiar

Assessoria de imprensa e produção:

William Costa Lima

Assistente de Produção:

Giancello Minotto

Realização:

O Pequeno Teatro de Torneado

 

Informações sobre a temporada

 

De 11 fevereiro a 04 e 05 de março. Sendo que no dia 05 de março, quarta-feira, haverá uma apresentação extra.

Dias/horário: Terças às 21h(11, 18, 25 de fev e 04 de mar). Quarta, 05 de março, às 21h.

Onde: Espaço Parlapatões

Praça Franklin Rosevelt nº 158

(11) 3258-4449

Capacidade: 99 lugares. Aceita dinheiro, cheque e cartão. Acesso universal.

Valor do Ingresso: R$ 30,00(inteira) / R$ 15,00(meia)

Classificação indicativa: 14 anos

Duração: 60 min

Mais informações e críticas sobre os trabalhos do grupo: www.torneado.blogspot.com

 

Michel Fernandes

Michel Fernandes, graduado em Jornalismo e pós graduado em Direção Teatral., escreveu de 2000 a 2012 críticas de teatro e reportagens para o iG. Em 2002 criou o Aplauso Brasil - www.aplausobrasil.com.br -, site voltado à noticias, resenhas e críticas teatrais, até hoje no ar. Integrante da APCA desde 2004, Michel Fernandes já esteve nas comissões do Prêmio Miriam Muniz, ProAC, Programa de Fomento ao Teatro de São Paulo, emtre outros Em 2012 criou o Prêmio Aplauso Brasil de Teatro. Em 2014 realiza Residência do Aplauso Brasil na SP Escola de Teatro. Em 2015 é crítico convidado da MITsp (Mostra Internacional de Teatro de São Paulo). Em 2016 é membro de comissão julgadora do Proac. Em 2017 faz parte do Conselho Consultivo do CCSP.

No Comments Yet

Leave a Reply

Seu email não será publicado