Direção do Lage? Sempre é bom assistir

Maria Lúcia Candeias, especial para o Aplauso Brasil (aplausobrasil@aplausobrasil.com)

"O Espartilho" - crédito Tika Tiritilli

SÃO PAULO – Com direção de Roberto Lage (prêmios: Molière, APCA e APETESP) está em cartaz Espartilho que merece ser visto porque é obra de dois profissionais super competentes: dele e de José Antônio de Souza, autor de muitas peças, sendo a mais famosa, Cantos Peregrinos.

O texto é interessante porque foca um encontro de casal em plenos anos 1950, (época em que a virgindade era a virtude obrigatória) com um romantismo e delicadeza, dificilmente encontrados nos dias de hoje. Mas não se pense que por isso a forma seja antiquada, a peça é tão aberta que pode ser realista, fantasia da personagem feminina ou da masculina.

O casal de atores – Dani Mustafci e Fábio Ock – está arrasando e consegue envolver totalmente a platéia.  Além de todas essas qualidades, a trilha sonora de Aline Meyer traz raridades cantadas por Elvis Presley, a preparação de atores leva a assinatura de Renata Zhaneta , Wagner Freire comanda a luz, Heron Medeiros o cenário e Luciano Ferrari os trajes.

Por essas e outras é melhor reservar logo o ingresso, porque eles estão em cartaz no Espaço Parlapatões, aos sábados (21h) e domingos (20h), que não é tão grande assim. É imperdível.

EspartilhoTexto: José Antônio de Souza. Direção: Roberto Lage. Elenco: Dani Mustafci e Fábio Ock. Cenário: Heron Medeiros. Figurinos: Luciano Ferrari. Assistente de figurino: Elen Zamith. Costureira: Maria de Lourdes Oliveira. Iluminação: Wagner Freire. Trilha Sonora: Aline Meyer. Fotografia: Tika Tiritilli. Preparação gestual e de ator: Renata Zhaneta. Coreografia do Tango: Junior Abreu.Preparação Vocal: Frederico Santiago. Visagismo: Gleiber (Gleiber Hair) e Ana Luiza Icó.Operação de som e luz: Rafael Burgath. Direção de Cena: Alexandre Torres. Designer Gráfico: Maurício Tramonti. Apoio Logística: Leonardo Cássio e Thais Polimeni (Cult Cultura).Assistente de Produção: Silvia Lana. Produtores Associados: Dani Mustafci, Elza Costa, Edinho Rodrigues. Direção de Produção: Brancalyone Produções Artísticas (Edinho Rodrigues e Elza Costa). Censura: 12 anos. Duração: 75 minutos.

Ingressos: R$ 30,00 (inteira). Sábado, 21h e domingo, 20h. Até 4 de setembroEspaço Parlapatões – Pça Roosevelt, 158 – Centro. Fone: 3258-4449. Bilheteria: das 16h às 22 horas. Capacidade: 96 lugares.

Michel Fernandes

Michel Fernandes, graduado em Jornalismo e pós graduado em Direção Teatral., escreveu de 2000 a 2012 críticas de teatro e reportagens para o iG. Em 2002 criou o Aplauso Brasil - www.aplausobrasil.com.br -, site voltado à noticias, resenhas e críticas teatrais, até hoje no ar. Integrante da APCA desde 2004, Michel Fernandes já esteve nas comissões do Prêmio Miriam Muniz, ProAC, Programa de Fomento ao Teatro de São Paulo, emtre outros Em 2012 criou o Prêmio Aplauso Brasil de Teatro. Em 2014 realiza Residência do Aplauso Brasil na SP Escola de Teatro. Em 2015 é crítico convidado da MITsp (Mostra Internacional de Teatro de São Paulo). Em 2016 é membro de comissão julgadora do Proac. Em 2017 faz parte do Conselho Consultivo do CCSP.

No Comments Yet

Leave a Reply

Seu email não será publicado

*