Dramaturgias Urgentes lança segundo módulo

Redação do Aplauso Brasil (aplauso@gmail.com)

"Dramaturgias Urgentes" lança segundo módulo

SÃO PAULO – Para o segundo módulo do projeto Dramaturgias Urgentes do Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB) – aberto ao público em geral, gratuito e de âmbito nacional -, os interessados em participar do concurso devem enviar seus textos teatrais agora sobre o tema Envelhecimento da População Brasileira: Melhor Idade?, entre sábado (25) e 4 de setembro. As peças devem ser curtas, de 20 minutos (de 8 mil a 12 mil caracteres, sem espaço).

O grupo de teatro convidado para as leituras dramáticas dos textos selecionados e o encontro sobre processos de trabalho com a plateia é a Cia Os Fofos Encenam.

Os pareceristas que analisarão as peças nessa nova etapa são Lucienne GuedesSamir Yazbek. Junto com Alessandro Toller, cada um lerá 10 textos e juntos selecionarão os 6 melhores. Depois, os textos ficam disponíveis no site www.dramaturgiasurgentes.com.br.

Assim como a primeira etapa (que abordou A Nova Classe Média Brasileira: Os Emergentes), este novo módulo contemplará 4 encontros. Com foco no tema proposto, a palestra desta vez será realizada quinta-feira (23), às 19h30, com Delia Catullo Goldfarb, psicóloga e psicanalista com mestrado pela PUC-SP e doutorado em psicologia pela USP-SP, além de especialização em Gerontologia.

O workshop de processos criativos é dia 30 de agosto, às 19h30, com Newton MorenoFernando Neves e Cia Os Fofos Encenam. As leituras dramáticas dos seis textos selecionados são dias 20 e 27 de setembro, quintas-feiras, às 19h30, com Newton Moreno e José Roberto Jardim (dia 20) e Fernando Neves (dia 27). Todas as atividades acontecem no CCBB de São Paulo.

"Dramaturgias Urgentes" lança segundo módulo

Serão emitidos certificados de participação no projeto às pessoas que participarem dos 4 encontros presenciais (especialista, workshop e 2 leituras), a partir do segundo módulo.

Das 95 peças curtas recebidas no primeiro módulo do Dramaturgias Urgentes, 83 vieram da região Sudeste (São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais), cinco do Sul(Rio Grande do Sul e Paraná), quatro do Centro Oeste (Distrito Federal), duas do Nordeste (Bahia e Pernambuco) e uma do Norte (Amapá). Foram selecionadas as seguintes seis: A Visita (Joca Monteiro, Macapá/ AP), Os Inesteriotipáveis (James Hermínio, São Paulo/ SP), Pagando pra se Aborrecer (Paula Prange, Rio de Janeiro/ RJ), Produtos Perecíveis (Flavio Goldman, Rio de Janeiro/ RJ), Resíduo Submergente (Mariana de Menezes, São Paulo/ SP) e Sucesso com C (Raphael Scire, São Paulo/ SP).

Com curadoria de Marici Salomão, o programa propõe um olhar sobre a contemporaneidade do teatro brasileiro. Ao longo do projeto, 130 textos de teatro receberão os pareceres técnicos, auxiliando a formação profissional dos participantes.

Com o Dramaturgias Urgentes, o CCBB – Centro Cultural Banco do Brasil segue com a proposta de trabalhar com fomento da dramaturgia e formação de público para teatro, explorando sua potencialidade para debater temas contemporâneos. Iniciado em junho de 2012, o Dramaturgias Urgentes tem a característica de ser dinâmico.

Entre os objetivos do Dramaturgias Urgentes está refletir sobre os problemas e as questões urgentes da sociedade brasileira e do mundo atual por meio da arte. Também estão entre os objetivos: divulgar a dramaturgia brasileira de autores jovens e veteranos; promover a interação entre público e plateia, a partir dos processos de trabalho dos artistas brasileiros.

Classificação indicativa: A participação no concurso é para maiores de 18 anos. A participação dos encontros com especialistas é livre. A participação dos encontros com atores é livre. As leituras dramáticas: a definir. Todas as atividades serão gratuitas.

De acordo com a curadora Marici Salomão, “é uma novidade, para um concurso dedramaturgia, oferecer ao autor brasileiro, de qualquer região do País, um parecer técnico sobre o que escreveu. É um grande diferencial. Aliás, este projeto tem alguns diferenciais: o fato de uma companhia apresentar seus processos de trabalho ao público, convidando-o à participação, é algo que ainda pouco acontece”.

Sobre a importância do projeto, Marcos Mantoan, gerente do CCBB-SP, afirma que “desde 2002, com a criação do projeto Dramaturgias, o CCBB SP se debruça sobre adramaturgia e sua relação com os criadores teatrais e o público em geral”. Para ele, “pensar o teatro hoje é também refletir sobre seu potencial de abordar as questões contemporâneas – e urgentes – da nossa sociedade”.

DRAMATURGIAS URGENTES no CCBB SP – 2º módulo

Exposição sobre o tema – com Delia Catullo Goldfarb, psicóloga e psicanalista

Dia 23 de agosto, às 19h30, grátis

Teatro do CCBB. Classificação indicativa: livre. Entrada franca

Inscrições do Concurso de peças

Entre 25 de agosto e 4 de setembro

Teatro do CCBB. Classificação indicativa: livre. Entrada franca

Workshop sobre Processos Criativos

Cia Os Fofos Encenam, dirigida por Newton Moreno e Fernando Neves.

Dia 30 de agosto, às 19h30, grátis.

Teatro do CCBB. Classificação indicativa: livre. Entrada franca

Leituras Dramáticas dos textos selecionados

Cia Os Fofos Encenam

Direção de Newton Moreno e José Roberto Jardim (20/09)

Direção de Fernando Neves (27/09)

Dias 20 e 27 de setembro, às 19h30, grátis.

Teatro do CCBB. Entrada franca

Centro Cultural Banco do Brasil – Rua Álvares Penteado, 112 – Centro – SP. Próximo às estações Sé eSão Bento do Metrô. Informações: (11) 3113-3651 / 3113-3652. www.bb.com.br/cultura

www.twitter.com/ccbb_sp

www.facebook.com/ccbbsp

SAC 0800 729 0722 / Ouvidoria BB 0800 729 5678. Deficiente Auditivo ou de Fala 0800 729 0088. Estacionamento conveniado: Rua da Consolação, 228 (Ed. Zarvos). Transporte gratuito até as proximidades do CCBB. Produção: Kavantan & Associados.

Michel Fernandes

Michel Fernandes, graduado em Jornalismo e pós graduado em Direção Teatral., escreveu de 2000 a 2012 críticas de teatro e reportagens para o iG. Em 2002 criou o Aplauso Brasil - www.aplausobrasil.com.br -, site voltado à noticias, resenhas e críticas teatrais, até hoje no ar. Integrante da APCA desde 2004, Michel Fernandes já esteve nas comissões do Prêmio Miriam Muniz, ProAC, Programa de Fomento ao Teatro de São Paulo, emtre outros Em 2012 criou o Prêmio Aplauso Brasil de Teatro. Em 2014 realiza Residência do Aplauso Brasil na SP Escola de Teatro. Em 2015 é crítico convidado da MITsp (Mostra Internacional de Teatro de São Paulo). Em 2016 é membro de comissão julgadora do Proac. Em 2017 faz parte do Conselho Consultivo do CCSP.

No Comments Yet

Leave a Reply

Seu email não será publicado

*