Dramaturgo e Roteirista Motti Lerner estará em São Paulo para um ciclo de debates

SÃO PAULO – Aproveitando o sucesso e o início da reestreia do espetáculo Amor Profano, o dramaturgo e roteirista israelense Motti Lerner estará em São Paulo para um ciclo de debates. Conhecido internacionalmente pelo conjunto de sua obra que inclui livros, peças de teatro e filmes para cinema e televisão, Motti Lerner é encenado pela primeira vez no Brasil e seu texto vem encantando público e crítica. Nos dias 1, 2 e 3 de fevereiro, o autor estará no Teatro Raul Cortez, após apresentação de Amor Profano no mesmo espaço. Já no dia 5 de fevereiro, das 14h às 16h, na Casa das Rosas e é voltado para roteiristas. Com duração de duas horas, Motti sugere uma nova definição de catarse e demonstra suas vantagens discutindo a estrutura da peça Macbeth. O evento é gratuito.

Motti Lerner atuou como professor residente em Oxford e professor visitante no Departamento de Drama da Universidade de Duke, na Carolina do Norte, no Knox College em Illinois e na Jawaharlal University em Nova Deli.

Com frequência é convidado a proferir palestras em universidades europeias e americanas sobre o teatro israelense e o conflito israelo-palestino. Seus textos com forte ênfase política, os personagens construídos com requinte e enredados em tramas inteligentes envolvem o espectador e o levam a pensar e se questionar.

Perguntado se Motti Lerner estava para a dramaturgia israelense assim como Amos Oz estava para a literatura, o autor, humilde, respondeu: “Não me cabe responder a esta pergunta”.

A visita de Motti Lerner tem o apoio institucional do Consulado de Israel e da Federação Israelita do Estado de São Paulo.

Espetáculo Amor Profano

Em Cartaz no Raul Cortez, Vivianne Pasmanter e Marcello Airoldi interpretam um casal que vive uma instigante história de amor. Um triângulo amoroso no qual Deus surge como o terceiro protagonista.

Hannah e Zvi se reencontram pela primeira vez após 20 anos do seu traumático divórcio. Ambos foram criados numa comunidade ultra-ortodoxa judaica em Jerusalém. O casamento acabou quando Zvi, em uma crise de fé, resolveu abandonar as leis religiosas e seguir uma vida secular em Tel Aviv.

Nesse reencontro, os dois terão que finalmente confrontar o amor, a fé, suas escolhas e seus temores mais profundos. O despertar da paixão e o desejo entre os dois é inevitável, mas poderá o amor verdadeiro superar a fé e as diferenças religiosas?

Amor Profano, com direção de Einat Falbel, trilha composta pela cantora e compositora Fortuna, cenários e figurinos de Zé Henrique de Paula e iluminação de Yuri Cumer, surpreende a plateia provocando uma profunda reflexão sobre a complexidade humana.

Ficha Técnica:

Texto: Motti Lerner

Tradução: Debi Aronis e Diana Berezin

Direção: Einat Falbel

Elenco: Vivianne Pasmanter – Hanna | Marcello Airoldi – Zvi

Cenário e Figurino: Zé Henrique de Paula

Trilha Sonora: Fortuna

Desenho de Luz: Yuri Cumer

Direção Vocal Interpretativa: Lucia Gayotto

Direção Áudio Visual: Amir Admoni e Laerte Késsimos

Assistente de Direção: Léo Birche

Assistente de Cenografia: Cesar Costa

Assistente de Figurino: Paula Martins

Obra de arte do cenário: Fábio Benetti – artista plástico (tela na parede de Zvi)

Coordenação de Comunicação Beth Gallo

Assessoria de Imprensa: Daniela Bustos e Thaís Peres – Morente Forte Comunicações

Projeto Gráfico: Vicka Suarez

Fotos: Priscila Prade

Filmagens e Edição para Web: Jady Forte

Coordenação de Produção: Egberto Simões

Produção Executiva: Martha Lozano

Assistência de Produção: Bárbara Santos

Coordenação Administrativa: Dani Angelotti

Assistência Administrativa: Alcení Braz

Administradora: Magali Morente

Produtoras Associadas: Selma Morente, Célia Forte e Vivianne Pasmanter

Uma produção Morente Forte

No Comments Yet

Leave a Reply

Seu email não será publicado

*