Dramaturgo Franz Keppler estreia a sua primeira comédia

Nanda Rovere, do Aplauso Brasil (nanda@aplausobrasil.com.br

 

Casamento na atualidade e mundo da celebridade são temas em Divórcio! (Foto de Otávio Dias)
Casamento na atualidade e mundo da celebridade são temas em Divórcio! (Foto Otávio Dias)

SÃO PAULO – Franz Keppler, autor dos dramas Córtex e Camille e Rodin, estreia a comédia Divórcio!, sexta (18) às 21h30, no Teatro Raul Cortez. No elenco estão: Suzy Rêgo, José Rubens Chachá, Nathália Rodrigues e Pedro Henrique Moutinho. A direção é de Otávio Martins.Wagner Freire assina o desenho de luz. Cenografia de Marco Lima. Música original de Ricardo Severo e figurino de Marichilene Artisevskis.

Na peça, dois advogados, Cecília (Suzy Rêgo) e Jurandir (José Rubens Chachá), estão cuidando da separação de um jogador de futebol famoso, Cacau Melo (Pedro Henrique Moutinho), e uma modelo que está em busca do sucesso, Bruna Prado (Nathália Rodrigues).

O fato seria corriqueiro se o motivo da separação não fosse o mesmo que causou o divórcio de Cecília e Jurandir, que foram casados e tiveram um divórcio conturbado.

O ex-casal nunca mais se viu e o encontro profissional os coloca numa situação embaraçosa e inusitada: Cecilia defende seu cliente com os mesmos argumentos que seu ex-marido usou no momento da separação; do mesmo modo, Jurandir usa na defesa da sua cliente, os mesmos argumentos litigiosos de sua ex-mulher.

A narrativa é cinematográfica, tem a estrutura clássica da comédia de costumes, mas é ao mesmo tempo contemporânea e romântica.

Primeira comédia de Franz Keppler mescla comédias de costumes com temas da atualidade
Primeira comédia de Franz Keppler mescla comédias de costumes com temas da atualidade (foto Otávio Dias)

Divórcio! coloca em questão o universo das celebridades e os casamentos na atualidade, em sua maioria repentinos e pouco duradouros. O mote do espetáculo é o modo como o jogador e a modelo lidam com a separação e como a mídia trata o episódio.

A trama acontece em vários ambientes. Para as diversas mudanças do espaço, o cenógrafo Marco Leme criou uma estrutura de portas que abrem e fecham.

Franz Keppler conta que a ideia da peça surgiu do encontro entre os atores Otávio Martins e Melissa Vettore, quando estavam em cartaz com o espetáculo Dores de Amores, de Leo Lama.

Ficavam conversando no camarim sobre temas que poderiam render uma boa comédia. Surgiu o tema do ex-casal de advogados que se reencontra em um processo de divórcio.

Divórcio! foi escrita em 2010, antes de Camille e Rodin e Córtex (espetáculos que chamaram a atenção na cena teatral paulistana em 2012), num momento em que Keppler estava com vontade de experimentar o gênero da comédia: “Me diverti bastante escrevendo. O Otávio e eu somos grandes amigos e como decorrência, nasceu a vontade de trabalharmos juntos”, diz o autor.

Casal de ex-jorgador de futebol e modelo querem a separação em Divórcio!
Casal de ex-jorgador de futebol e modelo querem a separação em “Divórcio!” (Foto Otávio Dias)

“Assim como Divórcio!, Córtex também nasceu de uma conversa entre nós, do que queríamos fazer naquele momento e é assim que as coisas acontecem entre a gente. De um papo, nasce uma ideia e a gente realiza”, complementa.

Segundo Otávio Martins, a montagem traz situações que permeiam diversas histórias de celebridades e seus divórcios. Ao assistir, o público lembrará de várias personalidades que colocaram um ponto final nos seus relacionamentos amorosos.

Além disso, quem já passou por essa situação vai se identificar com o texto: “A peça foi escrita com embasamento jurídico. Quem já viveu uma separação vai rir muito”, diz o diretor.

Martins, que só não havia trabalhado até hoje com Pedro Henrique Moutinho, destaca o talento do elenco:

Comédia traz os atores Suzy Rêgo e José Rubens Chachá pela primeira vez juntos
Comédia traz os atores Suzy Rêgo e José Rubens Chachá pela primeira vez juntos (foto Otávio Dias)

“Escolhemos um elenco afinadíssimo, que conta com dois grandes atores da comédia brasileira pela primeira vez juntos: Suzy Rêgo e José Rubens Chachá”, elogia.

O visual de Suzy Rêgo chama a atenção: Ela está loira para a montagem e declara que a escolha se deve ao despojamento da advogada Cecília.

Divórcio!, que fica em cartaz até 21 de abril, é mais um espetáculo com o patrocínio da Vivo, através do Vivo EnCena, e do grupo Takeda.

 

 

Sobre Franz Keppler

O dramaturgo e jornalista paulistano foi destaque em 2012 com Camille e Rodin e Córtex, ambas farão novas temporadas em 2013. As suas primeiras peças, Nunca Ninguém Me Disse Eu Te Amo e Frames tiveram boa receptividade com o público e a crítica, mas Camille e Rodin, sob a direção de Elias Andreato, com Melissa Vettore e Leopoldo Pacheco, foi o primeiro grande sucesso de público.

No momento, Keppler escreve uma peça com o ator Daniel Tavares (parceiros nos também nos roteiros de três curtas em fase de pré-produção) e o objetivo é montá-la ainda este ano. Também está envolvido em mais dois projetos teatrais, e em outros dois projetos de séries para TV.

Ficha Técnica:

Texto Franz Keppler

Direção Otávio Martins

Assistente de direção Carol Bastos

Desenho de Luz Wagner Freire

Cenografia Marco Lima

Música Original Ricardo Severo

Figurino Marichilene Artisevskis

Fotografia Otávio Dias

Direção de Produção Ed Júlio

Produção Executiva Gabriel de Souza

Realização Baobá Produções Artísticas

 

Serviço

Teatro Raul Cortez (520 lugares)

Rua Doutor Plínio Barreto, 285 – Bela Vista.

Informações: 3254.1631

Vendas pela Internet: www.ingressorapido.com.br e telefone: 4003-1212

Bilheteria: de terça a quinta, das 14h às 20h. Sexta a Domingo, a partir das 14h.

Aceita todos os cartões de débito, crédito ou dinheiro. Estacionamento no local R$ 19.

Sexta 21h30 e Sábado 21h. Domingo 19h.

Ingressos: Sexta e Domingo R$ 50 | Sábado R$ 60.

Duração: 75 minutos

Recomendação: 14 anos

Estreia dia 18 de Janeiro de 2013

Temporada: até 21 de Abril

Michel Fernandes

Michel Fernandes, graduado em Jornalismo e pós graduado em Direção Teatral., escreveu de 2000 a 2012 críticas de teatro e reportagens para o iG. Em 2002 criou o Aplauso Brasil - www.aplausobrasil.com.br -, site voltado à noticias, resenhas e críticas teatrais, até hoje no ar. Integrante da APCA desde 2004, Michel Fernandes já esteve nas comissões do Prêmio Miriam Muniz, ProAC, Programa de Fomento ao Teatro de São Paulo, emtre outros Em 2012 criou o Prêmio Aplauso Brasil de Teatro. Em 2014 realiza Residência do Aplauso Brasil na SP Escola de Teatro. Em 2015 é crítico convidado da MITsp (Mostra Internacional de Teatro de São Paulo). Em 2016 é membro de comissão julgadora do Proac. Em 2017 faz parte do Conselho Consultivo do CCSP.