E o palco do CCBB aguenta o peso de tantas feras!?

Maria Lúcia Candeias, especial para o Aplauso Brasil (michel@aplausobrasil.com)

crédito Zineb Benchekchou

Não é questão de gordura, mas de competência. Nunca vi uma montagem com tantos grandes atores ao mesmo tempo. É o que acontece em “12 Homens e Uma Sentença”, em cartaz no Centro Cultural Banco do Brasil de quinta a domingo. Uma maravilha.

A peça traz como trama uma reunião de jurados para resolver se um réu é inocente ou culpado. A discussão começa com Genézio de Barros e Norival Rizzo e se alastra por todo o grupo. São eles José Renato (ator que fundou o Teatro de Arena), Oswaldo Mendes (um dos fundadores do Arte e Ciência na Palco), Brian Penido (do Grupo TAPA). Além deles, André Garolli, Eduardo Semerjian, Ivo Müller, Ricardo Dantas, Augusto César, Marcelo Pacífico, Riba Carlovich e ainda, o guarda, Fernando Medeiros.

“12 Homens e Uma Sentença”, crédito Zineb Benchekchou

O texto do americano Reginald Rose e esse incrível elenco consegue envolver totalmente o espectador, como se esse fizesse parte do grupo de jurados. Quem costuma entrar em discussões grupais para soluções de quaisquer problemas, vai lembrar do desgaste que já teve e sentir o desgaste daquelas personagens.

A direção é do tarimbadíssimo Eduardo Tolentino e conta, como sempre, com os perfeitos figurinos de Lola Tolentino que, também, assina o discreto cenário (apenas uma mesa muito discreta, com as doze cadeiras ocupadas e por vezes trocadas pelos diversos atores).

Quem não viu não pode perder. É sensacional!!!!!!!!!

Fotos: Zineb Benchkchou

ROTEIRO

12 HOMENS E UMA SENTENÇA – Texto – Reginald Rose.Direção – Eduardo Tolentino. Estreia para convidados –quinta-feira, 18 de novembro. Tradução – Ivo Barroso.Elenco – Genézio de Barros, Norival Rizzo, José Renato, Oswaldo Mendes, Eduardo Semerjian, André Garolli, Ricardo Dantas, Brian Penido, Augusto César, Marcelo Pacífico, Ivo Müller e Fernando Medeiros. Produção – Ana Paz. Duração – 100 minutos. Censura – 12 anos. Preço – R$15,00 inteira e R$7,00 (meia-entrada).

Temporada 2010 – 19 de novembro a 19 de dezembro de 2010. De quinta a sábado, às 19h30 e domingo, às 18h.

Temporada 2011 – 12 de janeiro a 06 de fevereiro de 2011. De quinta a sábado, às 19h30 e domingo, às 18h.

SERVIÇO

Centro Cultural Banco do Brasil São Paulo. R. Álvares Penteado, 112, Centro. (11) 3113-3651 / 3113-3652.Ingressos – R$ 15,00 e R$ 7,00 (meia-entrada). Ingressos antecipados – www.ingressorapido.com.br / (11) 4003-1212. Aceita cartões de crédito e débito Visa e Master.Acessos – Estações Sé e São Bento do Metrô. Praças do Patriarca e da Sé. Acesso e facilidades para pessoas com deficiência física / Ar-condicionado / Loja / Café Cafezal.Estacionamento conveniado – Estapar Estacionamentos. R. da Consolação, 228 (Edifícos Zarvos) – R$ 10,00 pelo período de 5 horas. Necessário carimbar o ticket na bilheteria do CCBB. Transporte gratuito até as proximidades do CCBB – embarque e desembarque na Rua da Consolação, 228 (Edifício Zarvos) e na XV de novembro, esquina com a Rua da Quitanda, a vinte metros da entrada do CCBB. Informações -(11) 3113-3651/ 3313-3652. www.bb.com.br/cultura ewww.twitter.com/ccbb_sp

Michel Fernandes

Michel Fernandes, graduado em Jornalismo e pós graduado em Direção Teatral., escreveu de 2000 a 2012 críticas de teatro e reportagens para o iG. Em 2002 criou o Aplauso Brasil - www.aplausobrasil.com.br -, site voltado à noticias, resenhas e críticas teatrais, até hoje no ar. Integrante da APCA desde 2004, Michel Fernandes já esteve nas comissões do Prêmio Miriam Muniz, ProAC, Programa de Fomento ao Teatro de São Paulo, emtre outros Em 2012 criou o Prêmio Aplauso Brasil de Teatro. Em 2014 realiza Residência do Aplauso Brasil na SP Escola de Teatro. Em 2015 é crítico convidado da MITsp (Mostra Internacional de Teatro de São Paulo). Em 2016 é membro de comissão julgadora do Proac. Em 2017 faz parte do Conselho Consultivo do CCSP.

1 comentário

Leave a Reply

Seu email não será publicado

*