CORRIGIDA: É SUA VEZ DE ESCOLHER OS MELHORES DE 2014

Michel Fernandes, do Aplauso Brasil (michel@aplausobrasil.com.br)

PEÇO PERDÃO A TODOS OS CONCORRENTES E VOTANTES, MAS INTERROMPI A VOTAÇÃO PARA CORRIGIR LAMENTÁVEL FALHA: QUATRO, DAS 15 CATEGORIAS NÃO FORAM SALVAS NO ARQUIVO DOS VOTOS E NÃO ESTAVAM DISPONÍVEIS ERRO CORRIGIDO, VAMOS LÁ!

ATENÇÃO: QUEM JÁ HAVIA VOTADO NAS 11 CATEGORIAS, TRANQUILIZEM-SE PORQUE OS VOTOS ESTÃO COMPUTADOS, SÓ NÃO ESQUEÇAM DE VOTAR NAS OUTRAS 4! BEIJOS E BOA SORTE!

ATENÇÃO!: A atriz Gabriela Duarte NÃO ESTAVA ENTRE AS 6 FINALISTAS DO 2 SEMESTRE, portanto JÁ ESTÁ COLOCADA A REAL CONCORRENTE: Inês Aranha por “A Noite em Que Blanche Dubois Chorou Sobre Minha Pobre Alma”, também acrescentado em MELHOR ESPETÁCULO DE PRODUÇÃO INDEPENDENTE, categoria que ocupava em lugar de “Trágica 3”

SÃO PAULO – Antes tarde do que nunca! Não, o Prêmio Aplauso Brasil de Teatro não acabou, o atraso dos prazos na divulgação da lista de votação, bem como na suspensão das votações aos três concorrentes pelo segundo semestre (OPTAMOS POR MANTER OS SEIS INDICADOS PELO SEGUNDO SEMESTRE NA LISTA FINAL), são reflexos do sucesso atingido pelo Prêmio Aplauso Brasil de Teatro. É gratificante perceber que o objetivo de nossa proposta, mobilizar o maior número de pessoas para escolher quais artistas de teatro devem ganhar a bela estatueta desenhada pelo artista plástico Fernando Castioni porseus respectivos desempenhos naquele ano, e sentir o impacto – mesmo que tenha custado muitas dores de cabeça e tempo – da audiência do site , sobrecarregando a página (chegamos a ter 30 mil acessos num só dia!) e nos impulsionando a uma reformulação completa do nosso Aplauso Brasil.

trofeucr

VEJA  SUCESSO VERSUS TECNOLOGIA

Como decidimos manter todos os indicados ao segundo semestre, a lista final tem nove opções em lugar de Seis – 3 pelo 1º semestre de 2014 e 6 pelo 2º semestre . Além das 14 categorias conhecidas – MELHOR ESPETÁCULO GRUPO, MELHOR ESPETÁCULO  DE PRODUÇÃO IINDEPENDENTE, MELHOR ESPETÁCULO MUSICAL. MELHOR DIREÇÃO, MELHOR DRAMATURGIA, MELHOR TRILHA ORIGINAL, MELHOR FIGURINO, MELHOR ARQUITETURA CÊNICA, MELHOR ATOR COADJUVANTE, MELHOR ATRIZ COADJUVANTE, MELHOR ATOR, MELHORATRIZ, MELHOR ELENCO e DESTAQUE –, essa 3ª edição atende a um Justo apelo e traz uma nova categoria: MELHOR ILUMINAÇÃO.

“O diferencial do Prêmio Aplauso Brasil de Teatro é que, nele, a participação do público é fundamental. Desde as indicações, até o vencedor, é você quem escolhe. Não é uma disputa fácil, é preciso mobilização. E vale fazer campanha no facebook, convocar fã-clube pelo twitter, pedir para seus amigos votarem, criar comitê eleitoral, enfim, AGORA É COM VOCÊ!”

VOCÊ TEM SÓ ATÉ 23h50 DO DIA 31 DE DEZEMBRO PRA VOTAR!

ATENÇÃO: SÓ É PERMITIDO 1 (UM) VOTO POR IP E O RESULTADO FINAL SERÁ DISPONIBILIZADO ASSIM QUE ENCERRE O PRAZO PARA AS VOTAÇÕES! MOBILIZE-SE E BOA SORTE!

[yop_poll id=”79″] [yop_poll id=”80″] [yop_poll id=”81″] [yop_poll id=”82″] [yop_poll id=”78″]
Michel Fernandes

Michel Fernandes, graduado em Jornalismo e pós graduado em Direção Teatral., escreveu de 2000 a 2012 críticas de teatro e reportagens para o iG. Em 2002 criou o Aplauso Brasil - www.aplausobrasil.com.br -, site voltado à noticias, resenhas e críticas teatrais, até hoje no ar. Integrante da APCA desde 2004, Michel Fernandes já esteve nas comissões do Prêmio Miriam Muniz, ProAC, Programa de Fomento ao Teatro de São Paulo, emtre outros Em 2012 criou o Prêmio Aplauso Brasil de Teatro. Em 2014 realiza Residência do Aplauso Brasil na SP Escola de Teatro. Em 2015 é crítico convidado da MITsp (Mostra Internacional de Teatro de São Paulo). Em 2016 é membro de comissão julgadora do Proac. Em 2017 faz parte do Conselho Consultivo do CCSP.