Edwin Luisi celebra 40 anos de carreira revivendo Lana Lee

Michel Fernandes, crítica publicada no Diário de São Paulo dia 18 de junho de 2011 (Michel@aplausobrasil.com)

Comédia é dirigida por Bibi FerreiraUma década depois de estrondoso sucesso com a comédia Tango, BmEloy Araújo, sob direção assertiva de Bibi Ferreira – veterana diretora de comédias bem-sucedidas como Procura-se um Tenor e Qualquer Gato Vira-lata Tem Uma Vida Sexual Mais Sadia Que a Nossa –, o ator Edwin Luisi volta à cena com a hilária transexual Lana Lee para celebrar 40 anos de uma pródiga carreira seja na televisão (quem se esquecerá de sua personagem em A Escrava Isaura?) ou no teatro (Amadeus, Com a Pulga Atrás da Orelha, Eu Sou Minha Própria Mulher, entre outros).

Em cartaz até 26 de junho no Teatro do Shopping Frei Caneca, a peça gira em torno de uma família em que Daniel, o pai (Edwin Luisi), após abandonar seu lar por mais de dez anos, envia uma carta a sua ex-esposa, Clarice, dizendo que fará uma visita a ela e a a seu filho, o agora adolescente, Denis (Johnny Massaro) que só conhece o pai por foto. Os dois reagem revoltosamente ao aviso da visita surpresa, mas Clarice não consegue esconder que, mesmo depois de uma década e do abandono, sua paixão por Daniel.

Eis que, na data marcada para a visita, toca a campainha e uma mulher espalhafatosa e à beira de um ataque de nervos é atendida por Denis que, depois de cantá-la, finge ser um motoboy e sai.

A mulher à espera é Lana Lee (Edwin Luisi) que, antes de submeter-se a uma cirurgia de mudança de sexo, foi Daniel.

A partir da entrada de Luisi, todos os holofotes que regem nossa atenção se dirigem ao minucioso trabalho de composição do ator.Também é possível perceber o diálogo precioso entre uma diretora que conhece o ambiente cômico, talvez por herança genética (Bibi é filha de Procópio Ferreira, um dos mais populares atores de seu tempo), e um ator perspicaz e capacitado a servir-se dos instrumentos básicos ao ator: corpo, voz (modulações, ritmo, tonalidade etc.) e compreensão do texto.

A trama de Eloy Araújo não alça vôos ao terreno do ineditismo, ele fica no ambiente confortável daquele que utiliza elementos cômicos que deram certo em peças de outros autores.

Entre esses condimentos que são re-empregados estão as confusões da empregada e a aparição do namorado italiano de Lana, defendidos com talento pelos atores Carolina Loback e Carlos Bonow.

A apoteose final, com direito ao luxuoso show de Lana Lee, surpreende pelo luxo do cenário e a beleza da iluminação, à altura do talento de Edwin Luisi, cujos 40 anos de carreira, espero sinceramente, seja apenas um breve começo.

TANGO, BOLERO e CHA CHA CHA

TEATRO SHOPPING FREI CANECA (600 lugares)

Rua Frei Caneca, 569 – 6º andar – Consolação

Informações: (11) 3472-2229/ 2230

Bilheteria: Terça a domingo, das 13h às 19h. Em dias de espetáculo, até o início da apresentação.

Aceita os cartões de crédito Visa, Mastercard, Dinners e Amex. Débito: Redeshop e Visa Electron

Vendas pela internet: www.ingressorapido.com.br

Vendas pelo telefone: 4003.1212

www.tangoboleroechachacha.com.br | Twitter: @TangoBoleroCha

Sexta, às 21h30. Sábado às 21h. Domingo às 18h.
Ingressos: Sexta e Domingo – R$ 70 / Sábado – R$ 80

Duração: 95 minutos

Classificação Etária: 14 anos

Até dia 26.

Michel Fernandes

Michel Fernandes, graduado em Jornalismo e pós graduado em Direção Teatral., escreveu de 2000 a 2012 críticas de teatro e reportagens para o iG. Em 2002 criou o Aplauso Brasil - www.aplausobrasil.com.br -, site voltado à noticias, resenhas e críticas teatrais, até hoje no ar. Integrante da APCA desde 2004, Michel Fernandes já esteve nas comissões do Prêmio Miriam Muniz, ProAC, Programa de Fomento ao Teatro de São Paulo, emtre outros Em 2012 criou o Prêmio Aplauso Brasil de Teatro. Em 2014 realiza Residência do Aplauso Brasil na SP Escola de Teatro. Em 2015 é crítico convidado da MITsp (Mostra Internacional de Teatro de São Paulo). Em 2016 é membro de comissão julgadora do Proac. Em 2017 faz parte do Conselho Consultivo do CCSP.

No Comments Yet

Leave a Reply

Seu email não será publicado

*