Elder Fraga lança curta-metragem inspirado em conto de Plínio Marcos

Michel Fernandes, do Aplauso Brasil (michel@aplausobrasil.com )

OS BONS COMPANHEROS -Vivian Fernadez
OS BONS COMPANHEROS -Vivian Fernadez

SÃO PAULO – Ator, produtor, diretor cinematográfico premiado, esses são alguns dos predicados do artista Elder Fraga, cujo quarto curta-metragem sob as direção, Os Bons Parceiros, na próxima  terça-feira (25), 21h30, no Espaço Unibanco de Cinema, e teve como guia o conto homônimo de Plínio Marcos do livro Histórias da Quebrada Mundaréu.

OS BONS COMPANHEROS
OS BONS COMPANHEROS

Um grupo de amigos, conhecidos como Os Bons Parceiros, se reúne em uma noite para fazer assaltos e conseguir levantar dinheiro. Um dos assaltos dá errado e eles têm que decidir pela vida ou a de um dos parceiros. Essa é a trama d’ Os Bons Parceiros, cuja potencialidade cinematográfica foi vislumbrada assim que Elder Fraga leu o conto.

O elenco é formado por Thogun Teixeira, Luciano Quirino, Ricardo Gelli, Daniel Torres, Laerte Késsimos, Milton Lacerda, Johnnas Oliva, Gabriela Wazlawick, Magno Argolo, Manoel Lima, Ruben Espinoza, Renato Cruz e Maria da Glória Stevam.

Em entrevista exclusiva concedida ao Aplauso Brasil, o cineasta fala sobre o filme, a carreira premiada de seus três curtas anteriores, seu trabalho como produtor (Genet – O Poeta Ladrão, peça mais recente produzida pela Fraga & Ferrara, acaba de ganhar o Prêmio Aplauso Brasil de Teatro – Melhor Espetáculo de Produção Independente), projetos em andamento etc.

Aplauso Brasil – Você tem experiências anteriores como ator em peças do Plínio Marcos (Barrela e Abajur Lilás, ambas dirigidas por Sérgio Ferrara), o que chamou sua atenção nesse conto para que você visse nele um potencial cinematográfico?

Elder Fraga – Comecei minha carreira a convite do diretor Sérgio Ferrara para fazer parte do elenco do espetáculo Barrela, sobre o universo do submundo de uma cadeia e tive a oportunidade de trabalhar com grandes atores como Jairo Mattos, Antônio Petrin, entre outros, entrei com o pé direito. Nesse período, tive o prazer de conviver com o Plínio e escutar suas histórias, o que para mim foi uma experiência incrível, guardo cada momento com ele dentro do meu coração. O Plínio faleceu no final da temporada, mas antes ele pediu para que o Ferrara encenasse Abajur Lilás, essa foi minha segunda experiência dentro da obra do Plínio. O espetáculo fez um baita sucesso e ficamos dois anos e meio em cartaz. Já tinha lido muita coisa do Plínio, pois sua obra sempre mexeu comigo, mas, quando li Histórias Das Quebradas do Mundaréu, me apaixonei pelo conto Os Bons Parceiros, o potencial cinematográfico era claro, a riqueza de detalhes faziam com que imagens brotassem na minha cabeça. Sabia que o desafio em transformá-lo em curta metragem seria grande, mas resolvi encarar. Foi então que conversei com o Kiko, que é filho do Plínio e quem cuida da sua obra e comecei a adaptação para o cinema.

OS BONS COMPANHEROS -Vivian Fernadez
OS BONS COMPANHEROS -Vivian Fernadez

AB – Quais foram os “mocós escrotos” (assim descreve Plínio Marcos descreve o local em que se passa a história) que serviram de locação para o filme?

Elder Fraga – A direção de arte teve que correr atrás. Chegamos a ir até Campinas ver algumas locações, mas depois decidimos fazer tudo em São Paulo. A diretora de Arte Anna Cestari conseguiu todos os mocós na região do Bom Retiro, próximo a cracolândia. Fiquei muito feliz com o resultado.

AB – Um dos pontos principais que diferenciam a linguagem cinematográfica é sua forma de contar a história em imagens. Como foi o processo de roteirização e quem o fez?

Elder Fraga –  O roteiro é meu, a partir de uma reunião com o Kiko (filho do Plínio). Falei para ele como eu via o filme e ele me deu carta branca para trabalhar, aí foi mergulhar pela terceira vez na obra do Plínio, para mim, um processo maravilhoso e quis me manter super fiel ao conto, todas as gírias estão lá, a violência nua e crua também está presente no filme e a essência do conto está no roteiro com uma cara mais moderna e que mantém a obra atual. Depois do roteiro pronto fui trabalhar com os atores para que as falas estivessem vivas na boca de cada um deles, além disso, tive o ator e preparador de elenco Bruno Giordano trabalhando ao meu lado.

OS BONS COMPANHEROS -Vivian Fernadez
OS BONS COMPANHEROS -Vivian Fernadez

AB – Como você organiza suas atividades no cinema e teatro? Quanto elas representam pra você?

Elder Fraga – O melhor do meu trabalho hoje é que estou 100% na criação de tudo, desde a ideia até a realização, isso para o artista é muito bom. Hoje trabalho com minhas 3 produtoras a FRAGA FILMS é só para áudio visual, cinema, séries de TV, vídeo clipes e publicidade, a FRAGA E FERRARA PRODUÇŌES é uma produtora de teatro que tenho em sociedade com o diretor Sérgio Ferrara e que no ano que vem completa 10 anos, nela trabalhamos com teatro adulto, atualmente estamos em cartaz com a peça Genet – O Poeta Ladrão sobre a vida e obra do escritor francês Jean Genet, com texto do dramaturgo Zen Salles, já a D&E PRODUÇŌES ARTISTÍSTICA é uma sociedade com a produtora Deborah Corrêa para o teatro jovem e infantil. Sendo assim, consigo sempre organizar minha agenda conforme os projetos vão saindo, a única coisa que sinto falta é de tempo para trabalhar como ator (risos). Hoje, o cinema e o teatro andam lado a lado na minha carreira, preciso dos dois para ser feliz.

AB – Qual o maior desafio do curta, já q seus trabalhos anteriores obtiveram diversos prêmios?

Elder Fraga – É sempre difícil lançar um trabalho novo que já começam as comparações, mas sou bem tranquilo em relação a isso, os prêmios são bons para os filmes, mas não é sempre que se ganha, O Ultimo Dia (4 prêmios), Nigéria Fim da Linha (6 prêmios) e o Boca Fechada (5 prêmios) comecei sem nada e eles conquistaram o seu espaço, os 3 filmes estarão na programação do Canal Brasil esse ano. O desafio é levar o Plínio das gírias e da malandragem para o cinema com uma cara mais moderna, animações e 3D.

AB – Em que pé estão seus próximos projetos?

Elder Fraga – Estou trabalhando em muitos projetos nesse momento. A FRAGA FILMES roda um curta piloto no final de março, baseada na premiada HQ Matinê dos gêmeos Marcelo Costa e Magno Costa, e que terá o ator Júlio Rocha no papel principal. Também já estamos trabalhando no nosso primeiro longa sobre o mundo do MMA, Vida De Lutador título provisório do escritor LeandroTelles Franz. A FRAGA E FERRARA está em fase de captação de patrocínio para dois novos espetáculos Salomé e Drácula, com Lei Rouanet aprovada. A D&E PRODUÇŌES ARTÍSTICAS tem no mês de março o lançamento em parceria com SESI SP do livro e DVD do espetáculo Crônicas de Cavaleiros e Dragōes – O Tesouro dos Nibelungos sobre a obra da Tatiana Belinky, com texto de Paulo Rogério Lopes, além duas estreias, um espetáculo jovem e outro infantil.

Ficha Técnica:

Produção Executiva: Elder Fraga / Dino Poli / Gabriela Wazlawick Roteiro e Direção: Elder Fraga.Elenco: Thogun Teixeira, Luciano Quirino, Ricardo Gelli, Daniel Torres, Laerte Késsimos, Milton Lacerda, Johnnas Oliva, Gabriela Wazlawick, Magno Argolo, Manoel Lima, Ruben Espinoza, Renato Cruz e Maria da Glória Stevam. Equipe De Direção: Roteiro e Direção / Elder Fraga. 1º Assistente de Direção / Kelly Lima. Produção & Platô / Roberto Christo. Logger 1 / Jorge Mendes. Logger 2 /Luisa Bracco.   Equipe De Fotografia: Dino Poli / Diretor de fotografia, Clayton Clemente / 1º Assistente de fotografia, Wagner Dalboni / 2º Assistente de fotografia, Alexandre Ache / Steadycam, Marina Mendes / Assistente de Câmera, Daniel Ramos / Operador de Grua, Ivan Paulo de Oliveira (JOCA)/ Chefe de elétrica, Rodrigo Vieira / Assistente de elétrica, Reinolds Dantas / Assistente de elétrica, Igor Poli / Assistente elétrica, Ramon Galvão / Contra Regra, Mariana Mendes / Claquete   Equipe: Post-Production / Jorge Mendes; Diretora de Arte / Anna Cestari; Figurinista / Iraci de Jesus; Som direto – Post-Production / Rafael Mendes; Efeitos / Raphael Borgi; Preparador de elenco / Bruno Giordano; Assistente de arte / Gabriela Lopes; Assistente de figurino / Roberta; Maquiador & Cabeleireiro / Wander Panhoça. Produtora de elenco / Fraga Films. Fotógrafa Still / Vivian Fernandez. Making of / Maria da Glória Stevam. Segurança no set / Alex. Assistente de produção /Edna Bittencourt. Assistente de produção / Paulo Oliveira. Apoio: Bolha Films; Quanta; Fino Trato Filmes; Hyper Nova Filmes. Co-Produção: Aboutimage; Insônia Filmes; Hyper Nova Filmes; Deus Ex Machina;Caiman. Realização: Fraga Films. Assessoria de Imprensa – Arteplural Comunicação

Os Bons Parceiros estreia terça-feira 25 de fevereiro às 21h30 no Espaço Itaú de Cinema. Rua Augusta, 1470/1475 – Sala 4 – Consolação – São Paulo. Telefone: 11. 4564-7503. GRÁTIS.

Michel Fernandes

Michel Fernandes, graduado em Jornalismo e pós graduado em Direção Teatral., escreveu de 2000 a 2012 críticas de teatro e reportagens para o iG. Em 2002 criou o Aplauso Brasil - www.aplausobrasil.com.br -, site voltado à noticias, resenhas e críticas teatrais, até hoje no ar. Integrante da APCA desde 2004, Michel Fernandes já esteve nas comissões do Prêmio Miriam Muniz, ProAC, Programa de Fomento ao Teatro de São Paulo, emtre outros Em 2012 criou o Prêmio Aplauso Brasil de Teatro. Em 2014 realiza Residência do Aplauso Brasil na SP Escola de Teatro. Em 2015 é crítico convidado da MITsp (Mostra Internacional de Teatro de São Paulo). Em 2016 é membro de comissão julgadora do Proac. Em 2017 faz parte do Conselho Consultivo do CCSP.

No Comments Yet

Leave a Reply

Seu email não será publicado