EM CARTAZ: APÓS TEMPORADA DE SUCESSO NO RIO, A PEÇA “LÍVIA” ESTREIA DIA 24 NO TEATRO PARLAPATÕES

SÃO PAULO -Depois de uma temporada de sucesso no Teatro Eva Herz, no Rio de Janeiro, sempre com casa cheia e elogios de crítica, a peça Lívia estreia no teatro Parlapatões. Em Lívia, a protagonista é Sol Menezzes , atriz de 21 anos, irmã mais nova de Sheron Menezzes, que, ao lado do jovem ator e autor angolano, Licínio Januário, pretende emocionar plateias mundo afora com a história de vida simples e incrível de um casal como qualquer outro.

Lívia e Felipe, personagens criados por Licínio Januário, este no seu segundo mergulho em texto de dramaturgia – o primeiro foi Todo menino é um rei, ganhador Fomento Olímpico 2015 no Rio de Janeiro, e o rendeu o prêmio de melhor ator da 19ª Edição do Festival de teatro do Rio de Janeiro – percorrem diversas fases de suas vidas tomados por paixão, família, conflitos, escolhas, encontros e desencontros. O texto, que recebeu colaboração de Sol Menezzes, resultou na peça Lívia, primeiro espetáculo oficial do Coletivo Preto, que propõe uma reflexão sobre como os nossos relacionamentos podem modificar e (re)definir as nossas vidas.

A direção é de Drayson Menezzes (ator, diretor e preparador de elenco, atuou em Love Story, Constellation , em novelas da TV Globo e está no elenco do musical Forever Young) e Orlando Caldeira (ator da peça infantil Boquinha…E assim surgiu o mundo, de Lázaro Ramos, no momento faz parte do elenco da supersérie da TV Globo Os dias eram assim). O cenário é de Lorena Lima (cenógrafa indicada ao prêmio Cesgranrio), a iluminação é de Gabriel Prieto e o figurino é de Cristina Cordeiro.

Nesta nova versão do espetáculo, o foco principal do trabalho de direção está nos atores. Junto com o Orlando o texto foi visto de novo e veio uma outra criação.

“O que a gente pensou de aprofundar no texto foi, do início ao fim, a relação dos dois personagens. Por mais que aconteçam os percalços, o que mais importa é a relação dos dois. Como estética a gente procurou também uma referência na dança, tem uma pincelada de teatro físico, mas o viés é mais naturalista mesmo. E uma peça de atores”.

Importante lembrar que Lívia é um espetáculo que integra atores de países pertencentes à Comunidade dos Países de Língua Portuguesa – CPLP, e que, além de fomentar a dramaturgia autoral, o trabalho de novos autores e atores, estimula o intercâmbio cultural entre Angola e Brasil.

Ficha Técnica

Direção e direção de movimento: Drayson Menezzes e Orlando Caldeira
Texto, elenco e direção de produção: Licínio Januário e Sol Menezzes
Produção executiva: Mariana Avelino
Figurino: Cristina Cordeiro
Cenário: Lorena Lima
Luz: Gabriel Prieto
Assistente de produção: Bruno Bertolazzi
Cenotécnica: Ty Prieto
Luz: Gabriel Prieto
Trilha sonora: Douglas Adelino
Fotografia: Amanda França
Programação visual: Lucas Schinkoeth
Operação de som: Bruno Bertolazzi
Operação de luz: Guilherme Valdoski

Serviço

LÍVIA
Teatro dos Parlapatões – Praça Franklin Roosevelt, 158
Centro – São Paulo – SP – Telefone: 3258-4449
De 24 de junho a 30 de julho – Sábados (21h) e domingos (20h)
Duração: 60 min
Faixa etária: 14 anos
Preço: R$ 40 inteira e R$ 20 meia

Redação Aplauso Brasil (redacao@aplausobrasil.com.br)