EM CARTAZ: CIA. BRUTA DE ARTE ESTREIA “QUANTOS SEGUNDOS DURA UMA NUVEM DE POEIRA”

SÃO PAULO – Estreia na SP Escola de Teatro Quantos Segundos Dura uma Nuvem de Poeira, da Cia Bruta de Arte peça está calcada na tríade ficção e realidade / memória e esquecimento / tolerância e intolerância, a partir de um jogo vivo de memória, invenção e esquecimento, os atores recriam com o público diferentes momentos do passado, para, no presente, vivenciarem uma experiência conjunta, um novo registro coletivo de memórias, reais ou ficcionais.

Em cena, um grupo de nove amigos que se revê após 10 anos. Estão na Ilhas Galápagos. Ou não. Talvez estejam encenando uma peça de amigos que se reencontra no arquipélago. Mas do que tratam? Dentre os diálogos cercados de lembranças, boas e ruins, surgem revelações, declarações, angústias, invejas e mágoas.

Com base nos depoimentos colhidos entre os próprios atores da Cia Bruta e nos obtidos no projeto Cartografias do Esquecimento, a peça busca fazer aflorar experiências individuais e coletivas de memória e esquecimento. A reconstrução de memórias se fundamenta nas relações entre as experiências pessoais e o contexto político-social partindo de questionamentos vitais em uma sociedade em que se afloram a intolerância e o desentendimento. Do que é posto para o público, o que é ficção e o que é realidade? O quanto o afeto (e a falta dele) podemos resgatar, apesar das diferenças?

No resgate de memórias vivenciadas pelo grupo, o jogo teatral evidencia as múltiplas possibilidades sobre uma mesma lembrança. Ao destacar diferentes elementos e até mesmo distorcê-los, os atores, junto com o público, geram uma nova estrutura, uma nova memória, que não necessariamente corresponde à antiga realidade.

FICHA TÉCNICA

Concepção e Direção: Roberto Audio
Dramaturgia: Angela Ribeiro, Ana Pereira, Roberto Audio e Washington Calegari
Elenco (Atores e Personagens):
Ana Lúcia Felippe – Fernandina Romualdo
Ana Pereira – Floreana Goicochea
Angela Ribeiro – Genovesa d’Praga
Fabiana d’Praga – Daphne Salgado
Marba Goicochea – Marchena Calegari
Rodolfo Morais – Cristóvão Pereira
Teka Romualdo – Isabela Ribeiro
Wanderley Salgado – Bartholomé Felippe
Washington Calegari – Santiago Morais
Direção de movimento: Fabiano Benigno
Figurinos: Rosângela Ribeiro
Cenografia: Cia. Bruta de Arte
Iluminação: Paulo Maeda
Sonoplastia: Érico Theobaldo
Produção: Rodolfo Morais e Cia. Bruta de Arte
Projeto Gráfico: Angela Ribeiro
www.ciabrutadearte.com
www.facebook.com/ciabrutadearte

SERVIÇO:

Quantos Segundos Dura uma Nuvem de Poeira
Escola SP de Teatro
Praça Franklin Roosevelt, 210 – Consolação
Temporada de 06 de maio a 26 de junho de 2017
Sábados, às 21h; domingos, às 20h; segundas, às 21h
Duração: 90 minutos
Recomendação: 14 anos
Ingressos: R$ 20
Capacidade: 60 lugares

Redação Aplauso Brasil (redacao@aplausobrasil.com.br)

No Comments Yet

Leave a Reply

Seu email não será publicado

*