EM CARTAZ: DOR, MORTE, PERDA SÃO TEMAS EM “NOSSO LUTO”

SÃO PAULO – Escrito por Kiury e dirigido por Rodrigo Ferraz, peça busca uma linguagem poética para falar sobre o sentimento de dor pela perda e a dificuldade de encarar o vazio trazido pela morte.

Com personagens do cotidiano carregados de simbologias o espetáculo pretende que o publico se identifique com facilidade fazendo assim com que espectadores montem a trama, como se fosse um quebra-cabeça, já que a trajetória dos personagens não é mostrada de modo totalmente explícito

“Acredito que a morte não é o fim de tudo. Ela dá início a um novo começo. O espetáculo esbarra na espiritualidade, mas é para qualquer pessoa, independente de crença ou não crença” conta o autor.

O espetáculo é também o feliz encontro de dois amigos apaixonados pelo teatro. Rodrigo Ferraz e Kiury já vinham há cinco anos planejando trabalhar juntos, mas só agora formaram parceria no projeto teatral onde um dirige e outro  dramaturgo e assistente de direção.

Kiury destaca que a sua peça não é autobiográfica, mas que a trama foi escrita a partir de algumas experiências pessoais e que homenageou pessoas que tiveram importância na sua vida na escolha dos nomes dos personagens.

“Quando perdemos alguém ou algo importante na nossa vida, ficamos com a sensação do vazio. Não podemos negar! Em 2016, a humanidade “perdeu” grandes personalidades. Foi um ano de término”, fala. “Eu me despedi de muitos colegas de profissão e de uma grande amiga. Senti a necessidade de colocar no papel”, complementa.

O seu objetivo como dramaturgo é valorizar a poesia dos diálogos e assim tocar o espectador. “Sempre fui espiritualista. E acredito na imortalidade do espírito. Falar de morte para mim nunca foi tão difícil. Quero com a simplicidade do texto, tocar o coração das pessoas”.

Após todas as sessões, haverá bate-papo com um (a) psicólogo (a) convidado (a).

Ficha Técnica

Texto: Kiury
Direção: Rodrigo Ferraz
Elenco: Ju Carrega, Sergio Seixas, Danilo Rodriguez e Carola Valente
Assistência de Direção: Kiury
Trilha Sonora: Ricardo Leopoldi e Mion
Iluminação/ Operação de luz e som: Roberto Bueno
Figurinos/Adereços: Coletivo
Design Gráfico: Rebecca Ramos
Fotografia: Jardel R Fotografia
Assessoria de Imprensa: José Dantas e Nanda Rovere
Produção: Rodrigo Ferraz e Kiury

Serviço

Teatro Ribalta
Endereço: Rua: Conselheiro Ramalho, 673 – Bela Vista – São Paulo/SP.
Horários: Sextas – Feiras, às 21h.
Temporada de 09 À 30/06
Ingressos: 40 reais (inteira) e 20 reais (meia).
Duração: 1h10 (aproximadamente).
Capacidade: 50 lugares.
Faixa Etária: 14 anos.

Redação Aplauso Brasil (redacao@aplausobrasil.com.br)

No Comments Yet

Leave a Reply

Seu email não será publicado