EM CARTAZ: ELEITO MELHOR ESPETÁCULO EM PORTUGAL “MOÇAMBIQUE” FAZ APRESENTAÇÕES NO SESC VILA MARIANA

SÃO PAULO – Montagem vencedora, em 2016, da categoria Melhor Espetáculo, pela Sociedade Portuguesa de Autores, Moçambique, da Cia Mala Voadora, faz duas apresentações no Teatro do SESC Vila Mariana – dias 8 e 9 de abril, sábado às 21 horas e domingo, às 18 horas, dentro da programação da Ocupação Mirada – Portugal. Escrito e dirigido por Jorge Andrade, o espetáculo conta com as interpretações de Isabél Zuaa, Jani Zhao, Jorge Neto, Matamba Joaquim, Tânia Alves, Welket Bungué e do próprio autor e diretor.

Em qualquer percurso de vida, há sempre pelo menos um momento em que o rumo tomado poderia ter sido totalmente distinto, fruto não tanto de escolhas próprias, mas das opções de terceiros. No caso de Jorge Andrade, ator, dramaturgo, diretor e fundador da companhia Mala Voadora, um desses momentos está impresso numa memória de infância que coloca a sua mãe e uma tia a conversarem na cozinha, ignorando que ele as escutava. Eulália, a tia que vivia em Moçambique (onde Jorge nascera e com quatro anos muda-se com sua família para Lisboa, Portugal), estava de visita, pouco depois de uma trágica sequência de acontecimentos, onde seus dois filhos morreram num curto espaço de tempo. Num pranto aflitivo, Eulália pedia à irmã que lhe desse um dos seus dois filhos em compensação. O que Jorge ouviu (ou julgou ouvir na altura) foi a recusa da mãe em entregar qualquer um dos rapazes.

Passados mais de 30 anos sobre esse episódio, Jorge Andrade pôs-se a pensar o que teria sido da sua vida se a mãe não tivesse resistido à súplica desesperada de Eulália e o seu caminho se tivesse desenhado na África. Moçambique fantasia esta hipótese, propondo uma história pessoal alternativa e imaginando uma existência que se desenvolveria em paralelo com um país que se reconstruía enquanto independente.

Ficha Técnica:

Texto e Direção – Jorge Andrade.
Elenco – Isabél Zuaa, Jani Zhao, Jorge Andrade, Jorge Neto, Matamba Joaquim, Tânia Alves, Welket Bungué.
Cenografia – José Capela.
Figurinos – José Capela com execução de Aldina Jesus.
Vídeo – ANIMA e Bruno Canas. Trilha Sonora – Rui Lima e Sérgio Martins.
Iluminação – Rui Monteiro. Coreografia – Bruno Huca.
Fotos de Cena – José Carlos Duarte.
Direção de Produção – Joana Costa.
Coprodução – Teatro Municipal Maria Matos, Teatro Municipal do Porto Rivoli/Campo Alegre, Teatro Viriato.
Direção de Produção São Paulo – Carla Estefan – Metropolitana Gestão Cultural.
Assistente de Produção – Roberta Koyama.
Cenotécnica – Wanderley Wagner da Silva.

Serviço:

MOÇAMBIQUE
SESC VILA MARIANA – TEATRO –
Rua Pelotas, 141 – Vila Mariana (próxima à estação Ana Rosa do metrô).
Fone: (11) 5080-3000.
Dias 8 e 9 de abril, sábado às 21 horas e domingo às 18 horas, no Teatro do SESC Vila Mariana. Duração – 70 minutos.
Recomendado para maiores de 16 anos.
Ingressos – R$ 40,00 (inteira); R$ 20,00; R$ 12,00.
Acesso para deficientes físicos.
Bilheteria – De terça a sexta-feira das 9 às 21h30, sábado das 10 às 21 horas e domingos e feriados das 10 às 18h30 (ingressos à venda em todas as unidades do SESC).
Capacidade do Teatro – 620 lugares.

Redação do Aplauso Brasil -(Redacao@aplausobrasil.com.br)

No Comments Yet

Leave a Reply

Seu email não será publicado

*